Thursday, May 18, 2006

Image Hosted by ImageShack.us

A moda pode fazer cair no ridículo?
-
Vou resumir este texto a duas espécimes: aquelas que desde a cueca ao sapato tudo é de marca e, a outra espécie que vai fazendo a sua própria moda.
-
Os primeiros tornam-se ridículos. Se pensarmos nas "tias", bem, nem vamos entrar por aí. Mais ridículo do que elas, são aqueles tipos que se vestem e falam como se fossem de raça negra e são brancos. Até que ponto a moda mexeu com a cabeça deste tipos?
-
Os segundos, muitas das vezes gostam de ter aquela atitude de "eu visto qualquer coisa". O que é mentira!, mas a gente finge que acredita. Porque lá no fundo todos nós gostamos de ter o nosso "estilo", a nossa "moda" e, mesmo que neguemos a pés juntos, muitas vezes lá compramos uma peça de roupa que até está na moda. O que não quer dizer que não se use uma peça com dez anos.
-
Afinal, andar na moda não será sentirmo-nos bem com o nosso interior e exteriorizar?
-
Não me deixa de preocupar os chavalos com problemas de identidade, os que pensam que são da raça negra.
Não sei se hei-de culpar a sociedade ou os pais que os deixam fazer aquelas figuras!
-

62 Comments:

At 4:57 AM, Anonymous ah e tal said...

o que é que os pais podem fazer?!obrigá-los a andar na linha? para quê? para depois dizerem que são mta maus e mta rebeldes pq têm pais incompreensivos e mais não sei quê?!Não pa a culpa é da sociedade, e do cérebro dormente de consumir tanta porcaria..Os pais poderiam não permitir que consumam tanta porcaria, mas aí voltamos ao inicio, para depois os meninos que coitadinhos até pareçe que não pensam, dizerem "ai sou tão coitadinho,estou tão á margem, queria fazer parte do mundo superficial e ser fútil como os meus colegas pq não tenho personalidade própria, mas o meu pai não me deixa pq vê mais além e pensa no meu futuro e no meu bem-estar"
bjs

 
At 5:01 AM, Anonymous ah e tal said...

deve-se ensinar desde pequeninos e raciocinar,epa incentivar o miudo a fazer escolhas e raciocinar sobre o mundo, pq agora a permissividade de mtos pais tb virou moda estão-se simplesmente a lixar para os miúdos...

 
At 5:53 AM, Blogger silvio said...

Olha nem precisei ler mais, deixa-me dar a minha opinião e a minha teoria.
MODA, a moda não é somente um negocio para vender roupas e artigos.´É uma técnica para estudar o comportamento humano (nós) como cobaias.
Por exemplo, eles inventam que no ano "x" vai estar na moda usar roxo. E por incrível que pareça (já não parece) todas as pessoas começam a usar roxo, porque? Alguém as obriga? Não.
Elas querem andar na rua e poder dizer "epá, eu estou na moda", qualquer dia é uma vergonha não andar na moda, então elas se querem ser "socialmente aceites" têm que andar na moda.
Acho isso ridiculo, mas enfim.
Eu nunca andei na moda, eu visto aquilo que me faz sentir bem.
Mas é incrivel, quando inventam que roxo é moda, eu vejo todas as pessoas na rua usando roxo!!!
Incrivel, então, conclusão final : as pessoas são mentalmente manipuláveis.
Se a moda ditar que é cool andar de preto ás bolinhas amarelas, aposto que as pessoas irao seguir a moda, ou seja a "regra".
A MOda demonstra-nos como as pessoas são manipuláveis. não digo todas, mas sim a ESMAGADORA maioria.
Há pessoas que até usam roxo, mesmo sem gostar do que vestem, mesmo que se sintam MAL, mas querem "estar na moda".
E as tias, usam aqueles óculos enormes, que moda mais anormal que se criou agora, os óculos tapam metade da cara, fazem lembrar os óculos que os pilotos de helicóptero usam! lembra-me de uma série antiga "raio azul" que era um polícia de helicoptero azul? Quem diria que esses óculos ficavam na moda, eheh.
E o incrível, é que muitos estilistas são drogados, no mundo da moda a maioria snifa. E quando estão com a "moca" criam ideias parvas, se um gajo se lembrar "vai estar na moda usar tótós coloridos no alto do cabelo". Aposto que muitas mulheres e até homens iriam usar totós no topo da abeça, e não iriam achar ridiculo, porque? Porque era "moda" e todas as pessoas usavam, tornava-se banal, comum, vulgar.
E quem não andar na moda, é "antiquado2, é "old fashion".
Eu sou old-fashion, eehhehehehehehe

 
At 5:54 AM, Blogger Kaos said...

Podia-me armar em chato que sou e começar para aqui a dizer que a moda é uma estratégia do consumismo, .....mas não vou.
A moda é eu andar exactamente como quero. A moda é ir a uma reunião com os nossos directores ou com o Cnselho de Administração da minha empresa de TShirt, ganga e ténis e ser o unico sem gravata. A moda é num dia do ano, por impulso, sem que haja nenhuma justificação especial ou motivo e vestir um fato com gravatinha e tudo.
A moda é marcarem-te com o grupo a que supostamente deves pertencer. A chamada marca de primeira vista.
Quem diria que um dia ainda iria falar de moda. Já não estou bom º:)
bjs e boa noite

 
At 5:55 AM, Blogger silvio said...

quanto aos putos,
eles hoje vestem o que é "fixe" e não aquilo que gostam.
Se forem para a escola, sem as calças de ganga largas (estilo rapper) deixam de ser "fixes" e os amigos não os acham "fixes", ehehehe.
Hoje eles vestem o que passa na tv, tentam imitar os putos dos "morangos com açucar".

 
At 6:27 AM, Anonymous ah e tal said...

SILVIOMAN DISSE:
"E o incrível, é que muitos estilistas são drogados, no mundo da moda a maioria snifa. E quando estão com a "moca" criam ideias parvas, se um gajo se lembrar "vai estar na moda usar tótós coloridos no alto do cabelo". Aposto que muitas mulheres e até homens iriam usar totós no topo da abeça, e não iriam achar ridiculo, porque? Porque era "moda" e todas as pessoas usavam, tornava-se banal, comum, vulgar."

ASSINO POR BAIXO É MESMO ASSIM
bjs

 
At 1:58 PM, Blogger IsaMar said...

é complicado este querer andar na moda. Com os filhos mais complicado de torna. Tenho um com 12 anos e é a recusar momntanhas de coisas porque é piroso ou não está na moda, ou n sei mais o quÊ. Do que chamam moda, compro apenas o que me diz alguma coisa. Não o faço só porque tem o rótulo de moda.

 
At 2:00 PM, Blogger Visi said...

Filosofar é de facto muito bonito. Todos nós dizemos que devemos ser independentes, que isso é que é importante... EU tambem me incluo, pois penso assim. Mas daí a praticar vão outros quinhentos pois quer queiramos ou não de alguma forma somos influênciados, uns mais do que outros. A dita moda pega, mas não é é na roupa: é em tudo que diz respeito ao nosso ambiente:leitura, veiculos, comunicções, televisões, móveis,casas,...etc!
Quando é educação dos pais tambem é muito bonito de se falar...mas não esqueçamos que os pais já tambem foram crianças e se já cresceram sem valores e educação, não poderão dá-la.A sociedade tem muito que se lhe diga.Desde a nascença que somos influênciados e marcados.Não dá para fugir a isso.Experimentem vestir-se á john travolta ou á Marquês do Pombal (acredito que deve haver muita gente com vontade de soltar a franga nesse sentido!)e vejam se gostam de ver as pessoas a olharem para voçês e a rirem.Podemos não querer admitir mas acabamos por dar importância ao que dizem de nós!

 
At 2:10 PM, Blogger Carlos Thor said...

Eu nao preciso de modas, porque tambem deixei de ter gosto pelas coisas!

Visto-me somente de negro, com botas, e lentes de contacto vermelhas!

E esta é a minha identidade!

 
At 2:13 PM, Blogger zeca said...

ehehehehe
Gostei da referência aos: "que desde a cueca ao sapato tudo é de marca e,..." Bem apanhado!
Moda, moda... É complicado!
O comentário do "Silvioman" está de morrer a rir eheheheh.Aquela dos óculos tá de mais!
Na minha opinião,a forma como alguém se "mostra" exteriormente define o seu carácter, por exemplo, aquelas pessoas que seguem a Moda à risca, eu diria que são pessoas que necessitam de se "mostrarem", são pessoas que interiormente ainda não encontraram o seu equílibrio. Pois uma coisa será ver as tendências da Moda e adaptá-la à nosssa personalidade, outra é usar por exemplo (como diz o Silviomam) a cor roxa, quando detestamos essa cor.
Acho que o importante será sentirmo-nos bem connosco, olharmo-nos ao espelho e gostarmos do que vemos.
Todas aquelas pessoas que seguem a moda à risca, ou somente usam artigos de marca, são pessoas que ainda não conseguirem "cortar o cordão umbilical" que a sociedade teima em manter, desde o primeiro dia que aparecemos neste mundo.
Se não tivermos a capacidade para romper o "cordão" nunca conseguiremos descobrirmo-nos e então acontece coisas como brancos a imitarem pessoas de côr. É engraçado mas não deixa de ser triste pela razão que leva a esse tipo de postura.

Um bom dia para todos e um abracinho muito especial para todas aquelas pessoas que, ou por desconheceram ou por falta de coragem, ainda não romperam com o "cordão umbilical" da "mãe sociedade".

 
At 3:15 PM, Blogger Casemiro dos Plásticos said...

LOL tá bacano!

 
At 3:18 PM, Blogger Nokas said...

A moda acaba por ser uma forma de nos misturar-mos com outros e ter uma certa ( e tão necessitada) paz interior.
Para acabar só quero dizer: yo brother tá-se bem, manda aí uns props lá pr'os manos da margem sul, fiquem bem janados!!!!

 
At 3:38 PM, Blogger jomaolme said...

A tendência é ser-se influenciado pela dita moda...se vais comprar uma peça de roupa, já é desta estação, já é moda, pq provavelmente já é a cor da estação...
Realmente seria um bocado estranho andar por ai vestido á Camões ou coisa do género...pq todos iam ficar a olhar...
este mundo é uma "rodinha"...e daqui a uns tempos é ver-nos vestidos c roupas da era épica...

Beijokas

 
At 4:32 PM, Blogger Hindy said...

Bem visto Alien! Por vezes vê-se cada figura! :)
Penso que o ideal é sentirmo-nos bem com nós próprios e sermos autênticos o mais possível. Querer assumir outra identidade que não a nossa torna-se ridículo e despropositado.

Beijinhos

 
At 5:11 PM, Blogger Ludwig said...

Os primeiros são os basofes hehehe

 
At 8:34 PM, Blogger Cruzeiro said...

A minha moda é sentir-me bem comigo mesma, há coisas que são "moda" e que eu nunca vestiria!
Nos miudos, a moda deles é andarem iguais a todos os amigos, e contra isso é complicado "lutar", já todos nós um dia passámos por essa fase e também nós quisemos andar na "moda".:)
(espero que a tua mãe já esteja bem...)
Beijo

 
At 8:41 PM, Blogger hole in my vein said...

Olá...
O que é isso de pensar que são de raça negra????? não somos todos iguais???? Até existem tribos negras e outras brancas que têm custumes parecidos!!!!! Nós é que associamos a esse tal "estilo" os negros, mas nada nos garante que já não houvessem brancos assim... O que eu defendo é que cada um deve ser como é e como se sente bem. Se me disseres que há "chavalos" que têm atitudes e modas que contrariam as suas verdadeiras pessoas, aí eu concordo! E estamos cheios disso! Uma pena!
Mas todos temos que estar na moda... basta ter que comprar roupa... esse roupa será minimamente "da moda"!
Bem, nestas coisas toda a gente tem razão, o que não se pode ser é "estreito de vista" e algumas coisas que vi aqui (comentários)não me surpreendem... já ouvi coisas que pensei ultrapassadas em tipos da minha idade, por isso...
concordo em certo ponto contigo, mas não posso concordar com as atitudes negras... mas entendo onde queres chegar. Eu é que nunca exporia assim... :)
bjs

 
At 8:55 PM, Blogger Aragana said...

Ó Alien.. em relação ao brancos que se vestem e FALAM como os pretos ... não é uma questão de moda, é idiotice pegada. Assim como as tias ou as aspirantes que têm a mania das marcas ... até vestem o que fica super mal só porque é moda...
Todos nós temos é de ter consciencia do nosso corpo e acima de tudo se nao soubermos avaliar o que fica bem, pedir opiniao.

Só que o consumismo das vacas gordas passou pela roupa.. agora não há como voltar atrás...
Sociedades...

 
At 9:38 PM, Blogger SEAMOON said...

eu até gosto de moda...mas qb.
nem 8 nem 80.

Agora isso dos miudos...alguem aqui se lembra das figurinhas que se fazia nos anos 80 ???tipo soquete calça arregaçada,poupas de cabelo com toneladas de laca?e chumaços!!!pois eu lembro-me..pois fiz essas figuritas todas...lol

Isso dos miudos...logo passa(i hope)
Por mim cada que se sinta bem como é e como veste...é o que interessa.

bjs

 
At 10:27 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Ah e tal concordo com parte do que disseste. É um pau de dois bicos.

SIlvioman, então queres dizer que as pessoas não têm personalidade?, não pensam por elas? Desculpa amigo, mas discordo 98% com o teu ponto de vista.Sim há "tias" viciadas na moda...mas daí até ir tão longe como tu foste...nope!

Kaos lol não estás doido,fica descançado. Olha eu continuo na minha. Todos nós temos a nossa moda, o nosso estilo de vestir!

Silvioman, nessa dos putos estamos de acordo.

Ah e tal, parece que tu e o silvioman são um COUPLE neste assunto! ;)

Isamar, essa ( PARA MIM) é que é a atitude!

Visionária, gostei bastante do teu comentário e quero salientar esta frase " Podemos não querer admitir mas acabamos por dar importância ao que dizem de nós!"


Vader, o preto e os teus óculos, são o teu estilo, são a tua IMAGEM DE MARCA, A TUA MODA! ;)


Zeca, deixa-me que saliente isto. " Acho que o importante será sentirmo-nos bem connosco, olharmo-nos ao espelho e gostarmos do que vemos" É o que eu penso!


Obrigada Casemiro! ;)


Nokas LOL LOL LOL

jomaolme, não digo que não sejas influenciado, desde que seja QB. De forma a teres um estilo próprio.


Hindy " Querer assumir outra identidade que não a nossa torna-se ridículo e despropositado."
CONCORDO 100%


Cruzeiro, estamos lá!

Ok hole, entendo " que têm atitudes e modas que contrariam as suas verdadeiras pessoas", talvez o devesse ter exposto de outra forma, mas percebeste onde queria chegar?:)

Aragana, sim geralmente nestes casos a idiotice é obrigatótia.

Seamoon, ora aqui está alguém que falou nos anos oitenta e no sofrimento que a moda provocou nas criancinhas lol

 
At 10:45 PM, Blogger Kaos said...

A moda é vestirmo-nos para os outros. Eu, honestamente estou-me nas tintas. Basta ver como outro dia se comentou algures na blogosfera que os putos (homens) agora tambem andam a depilar as pernas. Não é certamente por prazer a não ser que sejam masoquistas...ou doidos.
Bjs

PS: Quando é que colocas aqui um link para o meu blog que eu quero passar-te para os "Pastos amigos".

 
At 11:07 PM, Blogger unimedia-cc said...

A moda é sentirmo-nos bem com aquilo que vestimos, apesar das tendências. Claro, q por vezes somos influênciados por elas.

AVM

 
At 11:59 PM, Anonymous ah e tal said...

: ) achei piada ao que o silvioman disse sobre os estilistas por um lado tem razão.: )
concordas com que parte alien?

 
At 12:07 AM, Anonymous ah e tal said...

eu concordo com ele porque´a moda nao é o mundo encantado da lucidez e da genialidade e mtas vezes os estilistas já por si caprichosos (tb motivados mtas vezes pelos aditivos) são bem capazes de inventar coisas descabidas e qualquer fashion victim adere logo sem pensar se é com aquilo que se sente bem ou se aquilo reflecte a sua personalidade (neste caso não-personalidade)
bjs

 
At 12:37 AM, Blogger marakoka said...

eu visto/uso o que quero ..logo estou sempre na minha moda..no meu estilo...basta querer, sentir-se bem, usar ...e ousar.....até na diferença do não estar in...
jocas maradas

 
At 12:39 AM, Blogger António Almeida said...

a minha moda sou eu que a faço, apesar da minha filha Mafalda achar que já tenho idade para ter juízo!

 
At 1:18 AM, Blogger Araj said...

Há moda e moda...
agora aquela que os nossos jovens têm de usar as calças pelos joelhos... não a compreendo

 
At 2:50 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Kaos, para mim estar na moda é ter um estilo próprio e " STYLE IS NEVER OUT OF FASHION"

Quanto ao link, sabes que és o Blog que mais visito e comento, mas decidi quando iniciei este de só colocar os que já se encontram, porque se coloco o teu vou ter de colocar outros.
um pasto teu amigo :D


unimedia-cc, honestidade acima de tudo.Gosto disso! :D

AH e tal, concordo com a parte que mencionaste, nem tudo é glamour na moda.


marakoka,PALMAS, FINALMENTE, é assim que eu me sinto. Tenho o meu próprio estilo, faço a minha moda...mas se tiver de comprar uma peça numa loja não entro em pânico...ai ai estou a comprar lol

António Almeida, antes de mais, BEM-VINDO, já tinha saudades tuas adorei o teu comentário e aqui vai a minha resposta: LOL

Araj, não é uma questão de compreender acho eu, é uma questão da pessoa se sentir bem assim ou não...excluindo os putos marados

 
At 4:18 AM, Blogger Miudaaa said...

Gosteiii muito de ter ver por lá! A porta está sempre aberta para pessoas bonitas como tu.
Beijos

 
At 5:15 AM, Blogger Kaotica said...

Isso é pessoal que tem tanta vergonha de ser branco e dos políticos e dos professores e dos pais brancos e essas coisas todas que se pudesse pintava a cara de preto. Como não pode veste-se à preto e diz bué, iô e tasse bem!

 
At 5:50 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Miudaaa, vais fazer a minha cor amarelada mudar com o elogio! :D


Kaotica, adorei! lol

 
At 7:31 AM, Blogger Alien8 said...

"A moda é vestirmo-nos para os outros" - resumiu o Kaos, e muito bem. Embora, por vezes, também seja vestirmo-nos para nós mesmos: quando, por acaso e não por imposição social, alguma coisa que "está na moda" nos agrada particularmente. Tanto nas roupas, como na maioria dos objectos de consumo, a moda é realmente uma forma de aumentar o consumo. Pode ainda ser uma maneira de encontrarmos uma "identidade", à falta de melhor.
No meio de tudo isto, aparecem criações de mérito. Há artistas no design de roupas, como no design de relógios ou de automóveis...
Quanto ao fenómeno da imitação, parece-me que o que está em causa é a moda "street" ou "hip-hop" ou outras, identificadas com o que é "cool", e na completa ignorância das origens e da situação actual das ditas tendências e repsctivos "leaders de opinião". Basta pensar nas organizações de gangsters oriundas do hip-hop, que atraiçoaram completamente uma música e uma forma de estar que se afirmaram pela rejeição de aspectos negativos da sociedade em que viviam, ou pela recusa da própria sociedade enquanto modo de vida, e hoje estão perfeitamente assimiladas, autênticas mafias que lutam pelo poder e pelo dinheiro...

 
At 1:12 PM, Blogger "O COMENTADOR" said...

boas alien!
concordo plenament! eu ate tb tenho um post sobre a moda no meu blog. se kiseres comentarar...

 
At 1:50 PM, Blogger @ said...

ai...ai...cheguei!!!cheguei!!!desculpa a minha ausência...de vez em quando trabalho...rs
bem vou ler o post, ok?
até já

 
At 2:00 PM, Blogger @ said...

ok!já li o post...e muito obrigada por trazeres o tema ao teu blog...
eu quis colocar esta discussão no ar, mas sem fazer perguntas.limitei-me a colocar uns factos.umas pessoas perceberam a ideia , outras nem por isso.O tema ainda não terminou....rs,mas a ideia é tentar perceber qual o sentimento geral em relação ao fenómeno da moda.
agradeço-te de novo a tua colaboração...os teus "habituées" são bastantes opinativos e se me permites guardarei alguns dos comentários.agora vou lê-los.

 
At 2:39 PM, Blogger jomaolme said...

Eu acho que a moda é ter estilo próprio mas dentro da própria moda...ter o nosso estilo e a nossa maneira de vestir, mas sp seguindo as tendencias...e a maior parte das pessoas funciona assim...

Digam-me...qts mulheres é q vocês vêm hoje em dia de calças á boca de sino??A maior parte delas usa agora calças a direito...é uma tendência...e salvo raras excepçôes, toda a gente segue a moda...uns mais, outros menos...

beijoka

 
At 2:48 PM, Blogger @ said...

primeiro gostaria de referir que a moda não se limita só ao acto de vestir, mas é isso que aqui interessa.
a tónica de todos os comentários é a de que cada m deve vestir aquilo com que realmente se identifica e com que realmente se sente bem. ora bem,isto é já de si uma tendência de moda e as grandes marcas já se aperceberam deste fenómeno.A costumização não é mais do que a possibilidade oferecida aos consumidores de adapatrem os produtos aos seus gostos pessoais.
A Converse relançou as All Stars brancas acompanhadas de um estojo de marcadores para que cada um as personalize como bem entender.Existem por aí muitos outros exemplos que abrangem as mais diversas áreas.Tudo parece encaminhado para a valorização do indivíduo,para a valorização da pessoa.Há como que um incentivo a que cada um mostre o seu verdadeiro ser.Estar na moda hoje em dia é criarmos a nossa própria identidade, é apresentarmo-nos como únicos.Existe como que uma "estética da existência"-é o homem que se inventa a si próprio, que cria a sua própria moda.
A frase " estar na moda é estar fora de moda" nunca teve um sentido tão imediato como actualmente.
bem, esta era a ideia base do meu próximo post....fica aqui, em 1ªmão!!!
pois eu acho que isto tudo não passam de manobras alienígenas inteligentes...verdadeiros anti-fashion system só resta voltar à parra.

beijokas.xxx

 
At 2:51 PM, Blogger @ said...

...AOS verdadeiros anti-fashion system só resta voltar à parra.

 
At 3:31 PM, Blogger EMN said...

Todos temos identidade própria, mas todos no tentamos passar por outras pessoas... teremos assim tanta vergonha de ser como somos???

Falo no plural pois é na generalidade que estou a falar. Tento ser o mais genuína possível...Moda??? Gosto e gostava de poder ter mais euros para investir na minha "moda"...lolol

beijos alien

emn***

 
At 3:33 PM, Blogger EMN said...

É tudo uma questão de personalidade.
Se os pais têm culpa? Só na parte dos valores que nos ensinam. Mas mesmo dando bons valores aos putos, nem sempre eles enveredam por um caminho saudável.
É uma incógnita.
Educar o melhor que podermos é um lema a seguir.

emn***

 
At 4:17 PM, Blogger aquelabruxa said...

gosto deste tema; pessoalmente vejo a moda como uma tendência geral, temporal e geográfica de grupos. a moda em amsterdão é diferente da moda em lisboa, da moda em nova iorque e da moda em roma, no mesmo momento no tempo, e os próprios estilistas contam com isso (não estou a falar dos estilistas de alta costura, essa é outra vertente com outra análise). vejo a moda como algo "no ar", que se sente e que algumas pessoas captam primeiro que outras e depois outras gostam e imitam. esta é a moda natural, não a moda proposta pelos estilistas e pelo comércio, mas estes não andam a "anhar" e captam essas tendências, estudam para isso, são uma espécie de "psicólogos dos trapos". por exemplo, aqui há dois anos deu-me vontade de decorar a minha bicicleta (vivo em amsterdão)com flores ou folhas de plástico, e acho que foi realmente algo que passou "no ar", pois desde essa altura que começaram a aparecer cada vez mais bicicletas assim decoradas (não cheguei a decorar a minha). o mesmo já me tinha acontecido em 1998, aqui em amsterdão, quando me deu uma vontade forte de vestir cinzento, e depois reparei que era essa a cor da "moda" nesse inverno, e havia muito cinzento por toda a cidade. foi quando pensei pela primeira vez que a moda também se "sente" e não se "segue" ou simplesmente imita. outra coisa que reparei é que a minha moda pessoal altera-se quando estou em amsterdão e quando estou em lisboa. aqui sou mais livre e mais maluca, pois sei que não sou observada, ou se sou não é da mesma maneira que em lisboa. em lisboa tendo a ser mais "normal", pois não gosto de ser identificada como hippie, pois não me identifico com os hippies de lisboa, ou seja, mudo o meu "código" de acordo com a percepção do mesmo, para me sentir "eu" e mostrar aquilo que quero mostrar = a minha individualidade e a minha essência. acho que a moda é um código que usamos para nos identificarmos e mostrarmos, para além de algo que sentimos, um sinal dos tempos que decorrem. para além disso, ainda sobre a condição geográfica da moda, uma cor ou um padrão tem um efeito completamente diferente dependendo das condições climatéricas. por exemplo, em amsterdão, as cores e padrões soltam uma luz brilhante na atmosfera branca nebulosa, completamente diferente do efeito debaixo do sol de lisboa, onde as cores se tornam secas e apagadas. e quanto à moda dos adolescentes, também aqui referida, esse é um caso à parte, eles vestem-se para se integrarem, é outra fase da vida, e muitas vezes a maneira como se vestem tem pouco a ver com eles, tem mais a ver com os amigos. também passei por isso, é como um ritual de iniciação... outros necessitam de chamar a atenção, de se distinguirem do geral, de se afirmarem diferentes, e o apelo por vezes é muito forte e espalhafatoso ou chocante; mas faz parte da idade.
quanto às calças à boca de sino (anos setenta), e aos anos oitenta, não passou por aí o ano passado ou isso o retorno aos oitenta? e antes aos anos setenta? tenho a certeza que sim, senão não teriam voltado as calças à boca de sino, e pelo menos sei que as "doce" voltaram a ser apreciadas à coisa de dois anos, e as doce foram um marco dos anos oitenta. saliento, mais uma vez, que duvido que sejam só influências da moda estipulada pelos estilistas, dj's, etc, pois juro que quando cheguei a lisboa no verão de 2003, uma amiga minha tinha um cd com músicas das "doce" e o tema do "barco do amor" e eu passei-me de tão contente que fiquei por ouvir isso (eu fui adolescente nos anos oitenta), e sabia lá eu que isso ia voltar a passar nas discotecas por aí. acho que é mesmo um sentimento decorrente do tempo que vivemos, e todos o sentimos, mais tarde ou mais cedo, se estivermos no mesmo ambiente. depois cada um lida com as tendências gerais à sua maneira, de acordo com o seu sentimento individual (por exemplo, os adolescentes do anos noventa detestam os anos oitenta).

 
At 4:28 PM, Blogger aquelabruxa said...

em resposta à tua pergunta: sim, a moda pode fazer cair no rídiculo a quem não é verdadeiro com a sua moda individual. a minha filha (branca) é "dread" a vestir-se, mas tem muita pinta e já se descobriu, identifica-se mais com os pretos do que com os brancos, e eu percebo-a, no caso dela. tem muito bom gosto, não é (demasiado)influenciada, e sente-se bem consigo própria :-)
não gosto da mania das marcas, que ela tem, mas isso aos 17 é normal, e procuramos coisas baratas juntas, explico-lhe que é ridículo pagar 80 euros por uns ténis, explico-lhe o consumismo, o trabalho infantil, o capitalismo, enfim...

 
At 5:12 PM, Blogger Carlos Thor said...

Sim!

Vem comigo governar a Federaçao inter-bloguista e ajudar-me a construir o novo Império!

Estou contigo!

 
At 5:23 PM, Blogger a lice said...

A moda é feita por nós! Não existem padrões, o fundamental é que cada um encontre o que lhe fique bem!

 
At 6:17 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Mano Alien8, concordo com o que disseste e deixa-me que sublinhe: " No meio de tudo isto, aparecem criações de mérito. Há artistas no design de roupas, como no design de relógios ou de automóveis..."

Comentador...&%$&#&/"

jomaolme."Eu acho que a moda é ter estilo próprio mas dentro da própria moda..." NEM MAIS!

AMIGOS PRESTEM ATENÇÃO A ESTAS PALAVRAS DA ANA:

"a tónica de todos os comentários é a de que cada m deve vestir aquilo com que realmente se identifica e com que realmente se sente bem. ora bem,isto é já de si uma tendência de moda e as grandes marcas já se aperceberam deste fenómeno.A costumização não é mais do que a possibilidade oferecida aos consumidores de adapatrem os produtos aos seus gostos pessoais.
A Converse relançou as All Stars brancas acompanhadas de um estojo de marcadores para que cada um as personalize como bem entender.Existem por aí muitos outros exemplos que abrangem as mais diversas áreas.Tudo parece encaminhado para a valorização do indivíduo,para a valorização da pessoa.Há como que um incentivo a que cada um mostre o seu verdadeiro ser.Estar na moda hoje em dia é criarmos a nossa própria identidade, é apresentarmo-nos como únicos.Existe como que uma "estética da existência"-é o homem que se inventa a si próprio, que cria a sua própria moda."


EMN, não precisas de muitos Euros para ter um estilo próprio !;)


Aquelabruxa, " são uma espécie de "psicólogos dos trapos"" lol Gostei!
Sabes, li o teu post com atenção e nunca tinha pensado no assunto nesses termos, mas faz todo o sentido quando me coloquei no teu lugar. Deveras interessante.
Tens todo o meu apoio por teres uma filha com essa idade :D


Vader, não digas mais, na minha nave seremos IMBATÍVEIS!!:D

 
At 6:19 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Alice, é o que eu acho, para mim andar na moda é ter um estilo próprio!
STYLE IT'S NEVER OUT OF FASHION!

 
At 6:41 PM, Anonymous asna said...

Alien,

Moda??? O que é isso??

A única coisa que sei e conheço é isto: olho, gosto, experimento, serve, agradou-me, compro!!!!

beijinhos
(não esquecendo tb p/ a ah e tal)

ps: alien é melhor ires lá ao nosso amigo António retratares-te.

 
At 7:11 PM, Anonymous ah e tal said...

ainda não escrevi o que é a moda para mim alien O_o


Moda é vestir as coisas que gostamos e nos sentimos bem sem dúvida, e tb é a atitude com que usas determinada peça na minha perspectiva.

pronto já está : D

beijinhos para asna

 
At 7:22 PM, Anonymous O Vizinho said...

Ya, ma man, tázaver, o meu cota quando eu era chavalo dava-me na cabeça porque não curtia essas cenas, topas?
Mas agora o que tá na moda são os brothers, tázaver?

(Deusmalivre....)

 
At 7:24 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Asna e ah e tal, that's all im saying!

Vizinho, lol lol

 
At 11:21 PM, Blogger Rui said...

Sobre o tema em causa há um autor que aconselho vivamente: Gilles Lipovetsky. Sobretudo dois dos seus livros "O Luxo Eterno - Da Idade do Sagrado ao Tempo das Marcas" e o já clássico "O Império do Efêmero" (ambos da Companhia das Letras.
É dele esta frase:"Ícone máximo do luxo é adquirir emoções, não produtos"
Tenho a certeza de que irão gostar.
Inté!
Rui

 
At 2:37 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Obrigada Rui. Já estou com saudades do vosso cantinho. Este fim-de-semana passo por aí.

 
At 8:30 PM, Blogger johnny D said...

This comment has been removed by a blog administrator.

 
At 8:31 PM, Blogger johnny D said...

É verdade, ainda no outro dia vi um programa na mtv, o "pimp my car", no qual o apresentador abanava as mãos como se fosse um negro. Extremamente irritante! Atenção, irritante por porque é branco, os outros que façam o que lhes apeteça, porque a mim não me aquece nem me arrefece.

 
At 2:54 AM, Blogger Alien David Sousa said...

O johnny, esse acho que é mesmo preto lol lol

 
At 1:54 AM, Blogger silvio said...

Alien,
se observares bem, a maioria de pessoas vai comprar roupa e quando não lhes agrada dizem "isso está fora de moda",.
Eu sei que há pessoas com vontade propria, eu por exemplo não visto nada da moda, e acredito que tu também, para teres escrito o tópico. E muiotos que aqui comentaram também têm vontade propria, porque vestem o que gostam.
Mas também sabes que, milhares de pessoas, a grande maioria, veste o que é "in" o que é "cool". o que é moda.
:-)))))

 
At 6:17 AM, Blogger poca said...

pois.. e se me permites acrescentaria uma coisa...
metade das frescuras com a roupa terminaria, se nas escolas se voltasse a usar bata!
acabavam-se com metade das modas e das discriminações...
em relação ao estilo de cada um... é também uma forma natural de tentarem ser aceites!
é a sobrevivência.. e o ego!

 
At 6:19 AM, Blogger storm said...

pois... que ele há estilos muito diferetes uns dos outros... sem dúvida.
e que todos acham que o deles é o melhor, sem dúvida!
acho mal tanto dinheiro gasto com a aparência...
surperfluo, não?
acho qeu no início de tudo, começou por ter o objectivo de aquecer e de tapar as vergonhas, não?

 
At 5:55 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Poca eu usei bata :D

Storm LOL LOL

 
At 4:14 PM, Anonymous Anonymous said...

Super color scheme, I like it! Keep up the good work. Thanks for sharing this wonderful site with us.
»

 
At 1:05 PM, Anonymous Anonymous said...

I find some information here.

 
At 2:25 AM, Anonymous Anonymous said...

Cool blog, interesting information... Keep it UP » » »

 

Post a Comment

<< Home