Sunday, January 21, 2007

Image Hosted by ImageShack.us
Portugal em Depressão.
-
Estes comprimidos - infelizmente - ainda não estão à venda em território português.
E nós tão necessitados. O povo português está numa profunda depressão e motivos não lhes faltam.
Uns argumentam: temos de pensar positivo! Estamos num cantinho sossegado, sem ataques terroristas, temos um bom clima, a comida é excelente.
-
Eu digo: um dejecto destes só pode sair da boca de alguém que não anda a passar necessidades, ou a contar a porra dos euros para chegar ao fim do mês com as contas todas pagas.
-
Os portugueses andam em depressão porque sofrem na pele as consequências da crise. E depois têm de se sujeitar a ouvir o Primeiro-ministro com uma cara de pau incrível dizer que estamos no bom caminho, que Portugal está muito bem e se recomenda. A quem? A nós, não é de certeza!
-
Temos um governo que se recusa a dialogar com os trabalhadores e eles o que fazem? Manifestações que acabam por dar em nada, a maior parte delas. Assim,os trabalhadores vão para casa e lá vai um comprimido para a depressão. Sim, porque têm uma família para sustentar e não sabem como.
-
Os pensionistas, coitados. Esses encharcam-se em comprimidos para se abstraírem da dura realidade a que estão sujeitos. É triste e vergonhoso para os nossos governantes.
-
Os jovens, estes, nunca houve uma taxa tão alta de depressões nesta camada como agora. É fácil de explicar. Fartam-se de estudar. Tiram cursos superiores na esperança de vir a ter um emprego, mas, caem na dura realidade quando se apercebem de que não há empregos para eles. Assim, andam um, dois, três, quatro anos a bater a portas e a levar com elas na cara, até que quem bate à porta é uma depressão. E o governo diz que se preocupa com os jovens, não vejo nada.
-
Depois temos os indivíduos com mais de quarenta anos, que são despedidos e que o governo não lhes arranja postos de trabalho para substituir aqueles que lhes foram "roubados". Estas pessoas entram automaticamente em depressão porque não são estúpidas e sabem que a nossa sociedade não dá trabalho a pessoas da sua faixa etária.
-
Temos um Portugal em depressão. Eu consigo ver isto. Qualquer pessoa que olhe à volta consegue. Correcção: qualquer pessoa que não faça parte do governo.
-
O que me faz confusão é perceber que as pessoas parecem não contar, são apenas números.
-
Senhor Primeiro - Ministro, os números estão em depressão.
-
Espero que os comprimidos da foto cheguem depressa a Portugal.
-
Mas isto sou só eu.

67 Comments:

At 1:17 AM, Anonymous Anonymous said...

Como é verdade o que escreves e temo que ainda venha a ser pior. Qualquer dia não ha comprimidos que cheguem para tanta gente deprimida.
Eu já nem consigo ouvir os politicos e o seu cinismo. O certo é que eles e a família deles não sofrem destes problemas, assim está tudo bem.
Bjs

 
At 1:34 AM, Blogger Pedro =] said...

Realmente é verdade...=(

Mas não se preocupe que no meu blog tem a solução para a depressão!

=) boa semana

 
At 1:42 AM, Blogger Ana said...

havemos de ver uma coisa, alguem no nossos pais que não esteve nem está, nem vai estar em crise nos proximos tempos. Quem é?? O Sr. Primeiro Ministro. Se é verão onde o Sr, está? Na Páscoa? No Carnaval? E na passagem de ano? Pois lá fora é que está dar, não é verdade Sr??
Mas até fico feliz por alguem andar a aproveitar muito bem o dinheirinho dos portugueses. Quando for grande tambem quero ser P.M!!!

 
At 2:50 AM, Anonymous Anonymous said...

o que faz falta é animar a malta! o que faz falta....

 
At 3:21 AM, Blogger ah e tal (c) said...

Pa Portugal country recomenda-se ao primeiro-ministro e às outras pessoas que estão com o rabinho cheio aí à nossa pala, e aos estrangeiros que vêm para cá de férias!
Bem temos de fazer como os brasileiros etc etc (porque qq dia o nosso país está no mm patamar) ou seja, fazer festas por tudo e por nada!!!

 
At 3:22 AM, Blogger ah e tal (c) said...

esqueci-me de mencionar:estrangeiros que vivem NA EUROPA que vêm para cá de férias e que têm MUITA MASSA para gastar!

 
At 3:24 AM, Blogger ah e tal (c) said...

PARTYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYY

 
At 3:45 AM, Blogger BRIGADA DOS BLOGS said...

Je vous souhaite juste que les médicaments soient remboursé par la sécurité sociale ;) :)...
Mais c'est partout le même constat,il faut vivre en Espagne ou Irlande ,ils ont encore le RÊVE européan.

 
At 3:53 AM, Blogger Furacao Das Ilhas said...

Eu nao vou atras de comprimeidos/drogas... Mas recomendo estes comprimidos aos politicos mamoes. Mas com uma sugestao de utilizaçao: Que tomem o comprimido mas fazendo o percorrer o sentido inverso....
lol
Upsss ... Ja sei... Exagerei... Mas agora ja nao vou a tempo de dar o dito por nao dito...

Bjs.........

 
At 5:31 AM, Blogger pedro oliveira said...

É bom termos sempre alguém à mão para atirarmos as culpas:
- aos governos
- aos professores
- aos políticos
- aos chefes
- aos árbitros
- a todos

Excepto nós (cada um de nós)claro!
Será que nos nossos empregos/trabalhos damos o máximo?
Cumprimos horários?
Será que a culpa da depressão (como lhe chamas) não é de todos e de cada um.
- Dos que fogem aos impostos
- Dos que não pedem ou não passam facturas
- Dos liberais (advogados, médicos e tal) que, supostamente, ganham o ordenado mínimo
- Dos que «metem» baixas por tudo e por nada

Podia continuar, julgo que a chave para a depressão está numa palavra: Responsabilidade.

 
At 6:42 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Crystalzinho,sim qualquer dia vamos ser o país número um importador de anti-depressivos. :|
Tens razão quanto ao que dizes no teu comentário.
Bjs


Pedro/Garfield,já fui ao teu blog mas não acredito que a acupunctura seja a solução para tirar os portugueses da depressão. É que as sessões são um bocado para o carote, e dinheiro é o que falta ao povo.
Boa



Ana,"Quando for grande também quero ser P.M!!!"
Se fores, que faças algo por Portugal.
Bjs



Nokas, animação...e uns euros no bolso, não?
bjs



Ah e tal, mana...pois é já estivemos mais longe de ser o Brasil da Europa. Eles são é mais bem dispostos. Já levam mais anos de miséria em cima.
Tens razão...o PM devia querer dizer que Portugal recomenda-se aos estrangeiros!
Beijos maninha



BRIGADA DOS BLOGS,dizes que o que se passa em Portugal constatas por toda a Europa, é isso?Que ainda existe o sonho Europeu.
Desculpa, mas eu não vejo Espanha com as dificuldades que Portugal atravessa, ou uma Inglaterra. Claro que têm os seus problemas. Mas não me venhas dizer que estamos no mesmo patamas que estes países porque, quem me dera a mim!
Un baiser



Furacão,estamos num pais livre. Está dito, e quanto a mim; muito bem dito! lol
bjs



Olá meu Pedro,é um prazer ver-te por aqui.

"É bom termos sempre alguém à mão para atirarmos as culpas"

EXEMPLO:O meu pai gere uma empresa. Tem pessoas a seu cargo. Pessoas essas que dependem dele para sobreviver. Se ele fizer uma má gestão da empresa e a empresa falir. Essas pessoas vão para a rua e ficam sem emprego e sem dinheiro.

Quem gere o país é o governo meu amigo, por isso é óbvio que quando a empresa chamada Portugal se está a afundar as pessoas culpem o gestor, que é o primeiro-ministro.


Quanto às tuas questões:
"Será que nos nossos empregos/trabalhos damos o máximo?"

Referes-te aqueles que têm empregos claro?


"Dos que fogem aos impostos"

Novamente, estás a referir-te aqueles senhores que recebem bastante bem para fugir aos impostos, não estás a falar dos pensionistas pois não??

"Dos que não pedem ou não passam facturas"
IDEM

"Dos liberais (advogados, médicos e tal) que, supostamente, ganham o ordenado mínimo"

Não é obrigação do governo, não permitir que advogados, médicos etc...se apresentem como ganhando o ordenado mínimo. Não é para regular, que existem certos mistérios?


"Dos que «metem» baixas por tudo e por nada"
IDEM

Tens toda a razão, a chave para a depressão está num governo RESPONSÁVEL, que olhe em redor e veja a podridão em que se encontra o país como tão bem descreveste. E que ajude aqueles que realmente precisam. Criando um clima de igualdade, aonde se possa respirar honestidade.
Um beijo

 
At 6:51 AM, Anonymous Anonymous said...

Não é o país que está em depressão: somos nós. Estamos deprimidos porque alguém, um dia, disse: "Portugal está de tanga!". E, do dia para a noite, os portugueses tiraram as calças e ficaram de tanga.
Depois, alguém disse que a "responsabilidade é de todos nós" e todos nós fomos responsabilizados, pese embora alguns de nós cumprissem com as obrigações e responsabilidades. Mas como faltava muito dinheiro, era justo pensar que tinham de ser os muitos que sobrevivem com pouco mais do que o SMN a ser responsabilizados, sendo que, contudo, os poucos que ganham muito era que estavam a fod...perdão, a lixar os muitos que ganham pouco. E assim fomos sendo enrab...perdão, sodomizados a seco, sem vaselina. Eis então que chega um filósofo armado em PM, ou vice-versa, e diz que tudo está bem, que vai haver justiça social. O certo é que um furacão feito operação varreu os poucos que ganham muito e descobriu que, de facto, andavam a fod...perdão, lixar os muitos que ganham pouco. Ainda assim, esses muitos que ganham pouco continuaram a ser fod...perdão, lixados pelos poucos que ganham muito. Porque os poucos que ganham muito não passam várias vezes por dia nas portagens das AE e, se passarem, podem suportar os custos; porque os poucos que ganham muito não perdem tempo nos hospitais públicos mas elegem filhos da put... perdão, Ministros da Saúde, que enquanto não obrigarem as pessoas a não ficarem doentes ou a morrer a caminho dos hospitais, não ficam satisfeitos; porque os poucos que ganham muito podem acusar álcool no sangue e conduzir, mas os muitos que ganham pouco fod...lixam-se e ficam se carta. Mas, acima de tudo, porque os poucos que ganham muito estão a cagar para este país e para os muitos que ganham pouco.
Depressão? Não, repressão!!! E o pior não é isso, não! O pior é que os muitos que ganham pouco são tão ou mais estúpidos que uma porta de 10 cm de espessura que, nas próximas eleições, se vão vender por uma caneta, um boné e um porta-chaves e vão eleger alguém igual ou pior. Seria o preço a pagar por uma democracia, mas não vivemos numa democracia, ao contrário do que está aceite. Vivemos numa república onde não tomamos decisões, mas elegemos alguém para as tomar por nós. E, como tal, somos nós os principais responsáveis, porque podemos votar. Temos de mudar a situação: sempre ouvi dizer que, em altura de eleições, as pessoas ficam idiotas. Não concordo. Acho é que somos tratados como idiotas. Está na nossa mão não sermos tratados assim.
Em último caso, tomem não um, mas uma caixa inteira de anti-depressivos e deixem-me em paz!

 
At 8:41 AM, Blogger Kaotica said...

Muito bom texto, Alien, aperta com eles que eu também não os poupo. Quando as pessoas começarem a ver que há outros que estão na mesma revolta vão se virar para fora. Nós não estamos deprimidos.Nós somos saudáveis, e por isso nos sentimos chocados com a depressão e o desespero que vai para aí por esses países fora. O mal não é só nosso, a política que está a destruir tudo é a mesma nos países da união europeia, nos EU, na Rússia, na China, por todo o lado onde chega a globalização que não é mais do que um capitalismo desenfreado e predador que já só pode destruir para prosperar. Essa a grande depressão!
Boa semana

 
At 10:43 AM, Blogger ahahahahahahahahahaha said...

AHAHAHA!
Mais problemas de intoxico independência,o que é preciso é guardar esperança.
Mais havera comprimentos para todos.

NOTA:li todos os comentarios,gosto desta ideia de debate,mas ou sou muito burro em françês ou dizestes a mesma coisa?

 
At 1:20 PM, Blogger Haddock said...

Não, não és só tu!! Eu também ando muito deprimido... com estes aumentos de preço de bens essenciais, como o tabaco, os cotonetes, e, claro(!), aquele combustível indispensável para o meu bom humor, corro o risco de colapsar de vez. É que já ando em estado semi-catatónico. E bom dia para ti! Abç.

 
At 2:23 PM, Anonymous Anonymous said...

Olha na mouche como sempre! Gostei do relato nu e cru desta trampa de terra. O nome dos comprimidido é que tá demais"Fukitoll" dá azo a trocadilhos engraçados. Boa semana.

 
At 2:42 PM, Blogger Visi said...

"fuck-it-all" ...hummm???????será este o genérico???lololol.....

Sem duvida uma realidade.Mas para, e não querendo deixar de lado a tal fé positiva natural que temos de ter, a VERDADE é mais dura e não posso deixar de pensar que é um male crónico e com tendência a piorar.O povo é cego e os governantes terão sempre a tendência de os manter tal como são; a sua ganãncia propria e objectivos estarão sempre em primeiro lugar e a dar primazia aos já bem abonados.
A depressão é um male social e que , creio, não passa ou começa forçosamente pela má gestão de um governo.

 
At 4:23 PM, Blogger vicio said...

neste momento são esses governantes que nos dão doses de fukitol...ou fukitall

 
At 4:47 PM, Anonymous julie said...

Anda uma pessoa super deprimida e venho para aqui animar-me, e deparo me com um post sobre a depressão de longa data dos portugueses? Só a mim!
Acho que depois de ler o teu post fiquei mais deprimida.
Esse remédio contra a depressão não há em xarope? Não gosto muito de comprimidos.
bjs
julie

 
At 5:46 PM, Anonymous Anonymous said...

Mas também não é com este pessimismo que o País vai para a frente..

 
At 6:19 PM, Blogger Belzebu said...

Qual depressão qual caraças! Nada como substituir o "Fuck-it-all", enquanto não chega cá, pelos comprimidinhos azuis do Viagra e desatar a f****-los. Não lhes poupo nada nem esmoreço nesta luta!

Comprimidinhos azuis para todos e supositórios de nitroglicerina para os politicos, para lhes rebentar os fundilhos!

eheh!! saudações infernais!

 
At 6:45 PM, Anonymous Anonymous said...

a parte dos cursos superiores e desemprego é uma espécie de calcanhar de aquiles, embora não esteja deprimida fico em depressão quando vejo as duas coisas associadas (emprego precário ou desadequado às habilitações, também são coisas que me causam espécie)... por isso vou-me já embora, mas antes levo comigo uma as maravilhosas cápsulas FUKITOL todas, vou pôr-me à frente da Assembleia da República com elas atadas à cintura e um comando para a detonação! ;)

 
At 7:14 PM, Blogger Catarino said...

Aiai...Quando chegarem esses comprimids, avisa, porque assim já tenho prendas de NAtal para pelo menos três anos, para quase toda a gente que eu conheço...
Beijo

 
At 8:53 PM, Blogger hole in my vein said...

sabes, eu concordo contigo... mas acredito que nem todos os políticos sejam assim tão passivos! No entanto, houve alguém que falou em ser responsável! Sim, isso é um começo! Mas também vejo muitos a dizerem mal, a criticarem negativamente tudo e todos, a apontarem razões para crises e politiquices, etc etc mas no fim nunca se aprontam para o que quer que seja! Responsabilidade e coragem é preciso! eu acredito que o pouco que eu possa fazer ajude no futuro... nem que consiga passar essa mensagem apenas a uma única pessoa. Se todos os esclarecidos passassem a sua mensagem, mesmo sem resultados hoje, talvez no futuro os haja! Cá entre nós, o problema primordial é não pensarmos no futuro mas apenas no hoje e agora!

 
At 9:09 PM, Blogger Alien David Sousa said...

karl, antes de mais, deixar-te em paz é coisa que não sou capaz! Já devias de saber disso!;)
O que posso dizer sobre o teu comentário? Tenho apenas uma coisa a dizer: que está bastante lúcido e infelizmente muito verdadeiro.
beijos
p.s mesmo não querendo, quando os Fuck-it-all chegarem eu envio-te uns! :D




Kaotica," O mal não é só nosso, a política que está a destruir tudo é a mesma nos países da união europeia,"
Concordo que o mal não é só nosso Kaotica. Mas deixa-me que te diga, tenho a minha melhor amiga a viver em Espanha e outra em França. Vou regularmente a França, e apesar de tudo o que ouvimos nos noticiários eles estão a séculos de luz de nós. Só para te dar um exemplo, tive o azar de ter um acidente enquanto me encontrava em França. Um problema numa perna. E eu não queria acreditar na forma como estava a ser atendida no hospital. Fui tratada como se estivesse num hospital privado em Portugal. Entendes a diferença? O meu namorado estava de boca aberta. Eles estão revoltados com os emigrantes e com muitas outras questões, mas quando vêm cá a Portugal, ou quando eu falo no que se está a passar por cá...as coisas mudam de figura para eles entendes?
O custo de vida deles é mais elevado, ok! Mas os ordenados deles são MOSTRUOSOS comparados com os nossos. Para além de terem benefícios com os quais nós nem sonhamos. Isto que te digo não é da boca para fora, sei porque esta minha amiga me o conta.
Nós estamos muito pior do que os outros países Kaotica.
Quando os Fuck-it-all chegarem, podes crer que vou tomar uns quantos para cagar nisto tudo! :|
beijos



ahahahahahahahahahaha, ora aqui está alguém bem disposto! ;)
Olha eu sou como tu, mais ou menos burra em francês...mas eu acho que o brigada dos blogs disse que a crise era igual em todos os países da união europeia, certo?
E eu NÃO CONCORDEI, dizendo:
"Claro que têm os seus problemas. Mas não me venhas dizer que estamos no mesmo patamar que estes países porque, quem me dera a mim!"

Enfim, temos de esperar...pode ter havido uma falha de comunicação.

Fuck it!Isto das comunicações.:|
Saudações alienígenas




Haddock,não leves a mal meu amigo viciado...eu sei que o aumento do preço dos bens essenciais te preocupa, mas, não estarás mais preocupado com o aumento do teu precioso líquido. O teu malte!;)Não me venhas com as cotonetes lol
Eu sei porque andas à beira de um colapso...vai lá tomar a dose matinal! ;)
beijos meu viciado



Barão da Tróia II,como disse o meu amigo Karl, vamos atirar trampa à cara de quem nos quer FODE# nas próximas eleições. E colocar lá alguém que queira fazer algo por este cantinho. Porque este PM está-se mesmo a cagar para nós!
Bjs



Visi :D
Genérico lol
"O povo é cego e os governantes terão sempre a tendência de os manter tal como são"
Visi, mas é esta tendência que temos de contrariar se não vamos acabar como?
É lógico que a má gestão do governo e a depressão do povo estão ligadas, mas temos de quebrar esse elo. As coisas têm de mudar. Eu não quero que Portugal chegue ao ponto de ser o Brasil da Europa, entendes?
beijossssssssssssssssssssss



Vicio,agora é que disseste tudo!
bjs


Julie, desculpa! lol Sabes, isto são fases. Tenho fases em que me apetece escrever disparates, outras em que nem por isso! ;)
Xarope?hmmmm vou ter de me informar, podes passar por cá mais tarde? lol
Beijossssss



peace_love, eu não lhe chamo pessimismo, mas realismo.
bjs


Belzebu,"azuis do Viagra e desatar a f****-los. Não lhes poupo nada nem esmoreço nesta luta!"
Força diabinho...vai à luta mas usa preservativo lol
Doido
Beijosssss



fábula,"a parte dos cursos superiores e desemprego é uma espécie de calcanhar de aquiles"
Pois é....ah pois é...
"mas antes levo comigo uma as maravilhosas cápsulas FUKITOL todas, vou pôr-me à frente da Assembleia da República com elas atadas à cintura e um comando para a detonação! ;) "
GRANDE IDEIA!!! FORÇA! TU E O BELZEBU TEM O MEU APOIO NA LUTA FISICA!!!!! lol
Beijos



Catario meu amigo, fica descansado que serás dos primeiros a ser avisado. E como és boa pessoa ainda serás dos primeiros a receber umas quantas caixas do FUCK-IT -ALL! ;)
beijos



Hole. "Cá entre nós, o problema primordial é não pensarmos no futuro mas apenas no hoje e agora! "
Tens razão, é preciso pensar no hoje e no agora...é nisso que eu penso em primeiro lugar. Penso nas pessoas que neste momento estão a passar necessidades porque as suas reformas não dão para os bens essenciais e para pagar a renda aos mesmo tempo, entendes.
É bonito falarmos em responsabilidade quando temos uma casa, um emprego e dinheiro para fazer uma vida. Aí podemos falar dessa forma, e sim...aí condordo contigo.Mas não podemos esquecer que existem milhões que não se podem dar a esse luxo.
Vamos falar de responsabilidade àqueles que não têm emprego?
Acho que se deve falar de responsabilidade aos politicos que governa, este país,afinal, portugal é uma empresa que eles estão a gerir. E se a estão a gerir mal, nós temos de os chamar às suas responsabilidades. Aí sim concordo contigo.
Um beijo covinhas

 
At 9:36 PM, Blogger hole in my vein said...

ah, ouvi dizer que gostas de mãos com dedos compridos (foi um passarinho que me disse)... sim senhor... bom gosto... :) hihi

 
At 9:39 PM, Blogger Hindy said...

Eu também espero e agora com o novo Estatuto da Carreira Docente em vigor, também vou precisar de uns quantos...

Boa semana e beijinhos :o)

 
At 10:06 PM, Blogger Miudaaa said...

já dizia o Pinheirinho... "o povo é sereno"... e é uma grande verdade... às vezes penso com os meus lápis de côr, que os portugueses gostam de ser coitadinhosss mesmooo... senão também não compravam todos o livro da Carolininha, nééé??? vivêmos em sociedade é um facto e a culpa é de todos nós... mas por favor... PARÊMOSSS PALIZEEE, e não encolhamos mais os ombros... eu como miudaaa que sou, tenho a consciência tranquila...luto pelos meus direitos, mesmo sabendo que sabem lá eles o que são os meus direitos...mas pelo menos... fico tranquila com a pessoa mais importante para mim neste mundo: EU

miudaaa, agora retira-se porque vai jogar à macaca...

beijo em tu alien preferida de eu, quando me levas para o pé de ti... é que estou um bocadinho farta destes senhores daqui, não fosse o jogo da macaca e nao sei nao... :)

 
At 12:27 AM, Anonymous sa morais said...

Dava-me jeito um para o job sucks! Pior que o estatuto da carreia docente é o não-docente-encartado sem estatuto nem carreira... Mas enfim!

Fica bem!

 
At 12:59 AM, Blogger SENTIR said...

Ai, que nuvem que se alastra?! Pensava que apenas o submundo sofria. Pelo jeito a coisa tá global. Precisamos fazer algo... Por aqui se pensa em voltar a trabalhar só depois do carnaval, ops, da semana santa... Estamos sem tempo pra as depressões, aliás, já nos habituamos a elas. E aqui não há um que dê jeito. O "não-dô-conta" é genético.

 
At 1:27 AM, Blogger pedro oliveira said...

«EXEMPLO:O meu pai gere uma empresa. Tem pessoas a seu cargo. Pessoas essas que dependem dele para sobreviver. Se ele fizer uma má gestão da empresa e a empresa falir. Essas pessoas vão para a rua e ficam sem emprego e sem dinheiro.
Quem gere o país é o governo meu amigo, por isso é óbvio que quando a empresa chamada Portugal se está a afundar as pessoas culpem o gestor, que é o primeiro-ministro.»

Se o teu pai fizer uma má gestão as pessoas ficam sem emprego (repara que não usaste a palavra trabalho, há de facto, diferença entre empregados e trabalhadores) mas não ficam sem dinheiro, recebem indemnizações e subsídio de desemprego.
Sobre o desemprego, faço-te, apenas uma pergunta:
Porque será que os «imigrantes» não têm dificuldade em conseguir tabalho?

Quando àquilo que o primeiro-ministro poderá ou não fazer, na prática está muito limitado, num quadro da União Europeia, dum mundo globalizado e gestor (como tu dizes) duma república quase, totalmente, dependente de recursos energéticos externos, o que pode o homem fazer?
Provavelmente poderá não agravar mais a situação, cancelar, imediatamente, Ota e TGV parecem-me medidas a tomar.
Já agora quais as soluções que propões para sairmos da crise, para os anti-depressivos deixarem de ser necessários?
Um beijinho.

 
At 2:33 AM, Blogger david santos said...

Olá!
Basta ter olhos e ver!
Parabéns.

 
At 4:35 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Hole, essa das mãos foi um passarinho que te contou! ;)
beijinhos covinhas :D


Hindy, é só dizeres que vão logo uns quantos ter contigo ;)
bjs



Olá minha miúdaaa preferida, :D
Sabes TU sabe uma coisa, os portugueses gostam mesmo porque tem uma oportunidade de mudar as coisas nas próximas eleições. Se não o fizerem TU tem toda a razão.
Miuda Tu pode lutar pelos teus direitos mas existem pessoas em condições tais, que não tem como o fazer, entendes, isto é: querem é ter como comer e pagar a renda. Já me estou a tornar repetitiva! Desculpa miuda!;)
Um grande beijo e acho que vou mas é jogar à macaca com TU, posso?
Um grande beijo de EU em TU!!!



Sa,"Pior que o estatuto da carreia docente é o não-docente-encartado sem estatuto nem carreira.."
Ah pois é....ah pois é!!!
Eu envio-te os comprimidos o mais rapidamente possível!
bjs


Sentir,pois por cá as coisas não estão famosas. Vocês já estão mais habituados a serem FODID$# do que nós.
Enfim...tarda nada estamos no mesmo patamar.
bjs



Olá meu Pedro,
Para começar,"indemnizações e subsídio de desemprego."
Essas indemnizações de que falas, existem neste momento trabalhadores que foram colocados na rua por fábricas que fecharam que ainda esperam por essas indemnizações, por isso é melhor nem entrarmos por aí. Porque é uma das vergonhas deste governo.

"Porque será que os «imigrantes» não têm dificuldade em conseguir tabalho?"

Estás a brincar? O eles arranjarem trabalho quer dizer que vivam bem? Que não tenham dificuldades em pagar a renda e em "comer"?
A mulher-a-dias da minha mãe também consegui arranjar emprego. Mas vive miseravelmente, com um filho deficiente e precisa de toda a ajuda para conseguir chegar ao fim do mês com dinheiro para pagar as contas. E fico por aqui.

"Quando àquilo que o primeiro-ministro poderá ou não fazer, na prática está muito limitado num quadro da União Europeia"

Então diz-me se para 2007, isto se vai passar nos outros países da União Europeia:
"O preço do pão vai aumentar 20%, a electricidade 5,9%, a água 2,1%
Também os transportes vão ficar mais caros, o Governo disse já que a subida deverá ser de 2,1%.
Para quem usa o carro pessoal, em vez dos transportes públicos, as despesas também vão aumentar."

É só a aumentar. Desde que esta governo tomou posse. Tudo o que disse que não iria fazer, fez.


"Já agora quais as soluções que propões para sairmos da crise, para os anti-depressivos deixarem de ser necessários?"

Olha Pedro, eu poderia responder a esta tua questão indo ao teu primeiro comentário.
O que eu vejo é um Governo de Esquerda que não o é, temos um governo que se diz de esquerda mas que no fundo é um governo de Direita. Aqui começam as mentiras.
É um governo que pactua com a banca, que não fiscaliza o que faz com que cada vez seja maior o fosso entre os muito ricos e os muito pobres.
Ao aumentar os preços dos bens essenciais o governo não está a prejudicar quem tem dinheiro mas sim quem luta por algum.
Existem medidas tão simples que fariam uma diferença tão grande: olha uma; as reformas. É ridículo! Os políticos, saem dos cargos, vão para outros e ganham fortunas. Tens noção de quanto recebe o nosso Presidente da República? É uma medida pequenina, mas faria toda a diferença se fosse aplicada a TODOS eles. Isto só para lhes mexer nos bolsos, para ver como se iam sentir.
Mas queres mais? Dou-te mais. Gastar, milhões na nossa marinha, em submarinos e outros barcos de guerra que não vamos nunca utilizar a não ser que alguém os peça emprestados. Sim porque não me vais dizer que um dia vamos entrar numa guerra. É revoltante ver tanto dinheiro ir para esse pouço quando é tão necessário noutros campos. Solução aumentar nos bens essenciais. Ah e não me estou a referir aos Submarinos do Portas....só um aparte. Porque as compras continuaram.
Mais medidas, que tal o dinheiro dos nossos impostos não ser utilizado para patrocinar actividades que não nos dizem respeito? Se o nosso dinheiro começasse a ser mais bem aplicado, nas escolas, no sistema de saúde, talvez as coisas melhorassem.
Mais uma medida, apostar nos nossos enfermeiros em vez de contratar espanhóis. Ganhávamos mais.
Pedro, eu estava aqui o a noite toda e já me dói a perna...ainda por cima hoje tive uma merda de um acidente de carro e não estou de bom humor.
Mas acho que já dei umas ideias...acredita que tenho muitas mais....porque apesar de o governo estar limitado como tu o dizes, os outros governos também o estão e tu não vês nenhum país a descambar tanto como o nosso. E disso ninguém me convence do contrário.
Beijos grandes
p.s Só mais uma coisa, eu gostaria que as contas do governo fossem mais claras. Já que pago os meus impostos, gostaria de saber para onde vai o meu dinheiro.É esse dinheiro que faria toda a diferença Pedro. Bem aplicado, saude, ensino, mudaria um País.




OLá David, pois é!
Saudações

 
At 5:29 AM, Anonymous Anonymous said...

Alien, fiquei parvo com as tuas propostas! Quando te candidatas? Conta com o meu voto! É bom ver uma pessoa com ideias de verdade, porque os outros cantam muito mas não me encantam!

;)

 
At 12:58 PM, Blogger silvio said...

Portugal recomenda.-se ?
Aos espanhóis, empresas espanholas que vêm para cá, ou compram as nossas, e pagam mal aos portugueses (somos mão-de-obra barata),
aqui por exemplo a repsol comrpou uma fabrica, em Sines, e vai investir 70 milhões noutra, também espanhois da Vinsa compraram uma empresa de segurança,e por todo o País os espanhois adquirem empresas portuguesas, e começam logo a pagar menos aos portugueses e a explorá-los.

A Cantiga nojenta ,disco riscado, de Sócrates, já o Santana lopes repetiu há anos atrás, que estávamos a sair da crise,
tudo tretas,
daqui a 10 anos eles vão continuar a dizer que "Portugal está a ter melhorias",
isso é cantigas para entreter o povo, enquanto o vão saqueando..
Quando acordarmos, já será tarde..

 
At 1:02 PM, Blogger silvio said...

ATENÇÃO!!!!

Muitos jovens suicidam-se porque os anti-depressivos têm efeitos secundários nocivos.
O famoso "xanax" é um dos que mais efeitos secundários tem, causam tendências suicidas. Deu há tempos na televisão.

A Quem estiver deprimido aconselho a :
tomar SOMENTE anti-depressivo natural, de ervanárias, á base de plantas, camomila, passiflora, etc.
Ou então a raíz de ginseng, bem conhecida internacionalmente, convém ser coreana com mais de 7 anos de solo.
Ta´mbém é bom meditar ,no mínimo meia hora por dia, caminhar, fazer exercício.
Bem estar físico e mental.
Ler um bom livro e ouvir musica relaxante.

Saia da rotina, não faça só do trabalho a sua vida, tire momentos de lazer,
não precisa gastar $, saia com amigos/(as), vá à praia, caminhe no bosque ou num jardim, relaxe.

Não veja lixo televisivo, tipo "fiel ou infiel", ou "jura", com traições e encornações, nem terrorismo no telejornal, afaste-se dessas más vibrações

 
At 2:57 PM, Blogger Visi said...

De facto uma má gestão governamental pode prejudicar/influenciar a mente de uma Nação. Nao há duvidas quando a isso!
Agora pergunto: O QUE PODE UM POVO FAZER PERANTE O PODER GOVERNAMENTAL? CONTINUAR EM PROTESTOS? Sim, com os organismos adquados....reclamar na altura certa? CLARO QUE SIM, eu sou uma delas!!!Mas o CALAR começa em cada um!Passivismo? Reclamar por detrás e na altura não fazer nada, não usar os meios ao seu alcance para fazer a mudança? Isto é um problema de nação.

A cegueira e depressão está na nos nossos sentidos.Não creio que os comprimidos sejam a solução: fazem mal e enchem os cofres do Estado!

A mudança nas eleições não mudam em nada.Qualquer governo sicessor fará a mesmissima coisa ou pior.

Sempre fomos um povo de “brandos costumes” como diz o ditado; a nossa cultura do fado está interligada á nossa visao derrotista, melancólica e com falsa-fé, ou seja, acredita-se da boca para fora e dessa mesma boca e coração (crença) saem as palavras de não conformismo, de que nada ira para a frente, que somos uns coitados....
Falas e muito bem no Brasil e continuo a achar que dificilmente iremos ser um pais com um nível financeiro tão baixo.Poderiamos estar melhor, concordo.Mas o povo brasileiro dá-nos uma grande lição de vida que, perante o baixo nível de vida que têm matem esperança e alegria.Não há depressão que não espantem!Nao há duvidas que são um povo optimista e alegre, contrastando com o nosso ZÉ POVINHO que reclama e reclama e reclama!
Creio que a “culpa” da depressão que se verifica vem da nossa mentalidade, tal como friso mais atrás; creio também que mesmo que viéssemos a ter um governo de progresso e o nosso nível de vida subisse, continuaríamos a reclamar face ao descontentamento permanente do nosso intimo: queremos sempre mais. O objectivo dos portugueses sempre foi o viver de rendimentos e á sombra da bananeira. Mas todos sabemos que não funciona. Então há que por as mãos ao trabalho. Mas........será que queremos isso?

A VIDA NA CIDADE é um factor muito importante para o desenvolvimento dessas depressões pois a pressão da rivalidade/concorrência aliada ao forte apelo ao consumo deixa-nos golutões e insaciáveis.Nao estamos nunca satisfeitos.Queremos mais e mais. Será culpa do governo ou da nossa mentalidade? Estamos nós aptos á mudança ou simplesmente nos acomodamos ao conforto?? Estaremos dispostos a dedicar-nos mais?
Há pessoas que não têm escolaridade e RECUSAM trabalhar num refeitório ou numa copa.RECUSAM!!!Pois eu não aceito isso.Por isso há emprego para os emigrantes, porque muitos de nós se recusam.

Um pequeníssimo exemplo mas que reflecte bem o que penso é o seguinte: aqui na empresa, agora uma multiacional, em que todos nós tivemos de abrir horizontes, cumprir prazos (coisa jamais pensável pois podíamos deixar para amanha o que podíamos fazer hoje!!) fazer APENAS uma hora de almoço (anteriormente ate fazíamos 2 ou 3 se quiséssemos, entravamos á hora que queríamos, não éramos descontados se faltássemos) houve uma resistência a esses novos horizontes pois a maioria “achava” que trabalhava melhor que ninguém e os espanhóis e franceses vieram revelar o contrario; os quadros médios/altos alem de grandes ordenados têm óptimas ajudas de custo e continuam a querer mais e mais, não estão satisfeitos inclusive enquanto alguns não ocuparem o lugar de direcção!Ganãncia! Insatisfação!Falta de humildade!

Outro exemplo é a nossa função publica e não é necessário falar muito pois é do conhecimento geral os abusos de baixas médicas prolongadas, o arrastar dos corpos perante o trabalho que ha para fazer, as inúmeras pessoas para atender.Ou seja: quanto mais regalias/costas quentes, mais desleixe.
Felizmente tudo isto está a mudar mas devido a quê? À forte influência exterior, com a entradas das multinacionais e a sua MENTALIDADE DE EMPENHO.
O Alentejo é a zona de Portugal onde se comete mais suicídio. E porque será? Terá a ver com o governo? Não! E merece todo um estudo e aprofundamento do tema.

A minha esperança nunca está num novo governo mas na mudança de um povo.E quero continuar a ter esperança que mudaremos.

O verdadeiro problema continua a residir na nossa MENTALIDADE, NOS NOSSOS SENTIDOS. A verdadeira mudança começa em nós próprios. Há que ter uma VISAO MAIS ALARGADA caso contrario continuaremos a culpar tudo e todos!
Agora, a verdadeira questão impõem-se: COMO MUDAR A NOSSA MENTALIDADE?

Este é um tema que te desafio para debater num próximo post.

 
At 2:58 PM, Blogger Visi said...

Gostei do comentario do silvio.Ai está: mudar de vida e da hábitos!!!


Beijoquitas grandes!

 
At 3:30 PM, Blogger Haddock said...

Eu até sou um consumidor pouco exigente. Em relação a alguns produtos (essenciais) eles até podem ser velhos, velhinhos... 12 anos ou mais até!!!

 
At 6:38 PM, Anonymous julie said...

Tás perdoada, eu é que ando (bem andei) de mau humor; é a vida que não corre bem (mas também neste país corre bem a quem?).
Para animar vou perder umas horitas a ouvir música e a dançar.
um beijo
julie

 
At 7:26 PM, Blogger marta r said...

Quando eles chegarem cá, avisa!

 
At 8:02 PM, Blogger Tuche said...

Onde é que vamos parar minha amiga, acho que não existem comprimidos que resolvam tanta depressão junta.
Cada dia que passa só oiço mais e mais gente a queixar-se e a lamentar-se e de má cara e tristes...
E olha que eu sou positiva.

Beijosssss

 
At 8:10 PM, Anonymous Anonymous said...

Grandes verdades... ainda não entrei em depressão, mas desconfio que caminho para lá...

 
At 8:54 PM, Anonymous Anonymous said...

px eh vdd, isto cd vez ta pior, n sei ond irems xegar...=/
bjts
mymind

 
At 9:06 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Karl, não me candidato...mas bora lá, vamos juntos apresentar umas propostas aqueles idiotas!;)
Beijos


Silvio, que te posso dizer? Tens toda a razão no que dizes. É verdade.
Quanto aos anti-depressivos, relaxa...estes são especiais! ;)
Beijos



VISI :D
Li com muita atenção o teu comentário e apesar de concordar na teoria, discordo na realidade que estamos a viver e passo a explicar.
Para começar vamos tirar o Brasil do caminho: tu dizes que aprecias o povo brasileiro porque apesar de estarem a viver na miséria continuam alegres. Minha querida amiga, a alegria deles está a ir para o espaço. Cada vez mais temos brasileiros a viver em Portugal, queixando-se de que a violência atingiu níveis impossíveis de se lidar e que não existem empregos, mas eles não vêm só para Portugal. Parecem ratos a abandonar um navio.

Tu falas em mudar mentalidades. Ok até aí eu concordo. Há que mudar mentalidades. Mas as coisas não se fazem de um dia para o outro, não te esqueças que fomos um país que viveu anos sobre os olhos de uma ditadura.

DIZES:

"a nossa cultura do fado está interligada á nossa visão derrotista, melancólica e com falsa-fé, ou seja, acredita-se da boca para fora e dessa mesma boca e coração (crença) saem as palavras de não conformismo, de que nada ira para a frente, que somos uns coitados"

E porque será?
Nascemos assim Visi? Por favor!Essa do Fado foi uma coisa que sempre me fez confusão. Eu sou portuguesa e nunca percebi essa do fado.

Em relação à tua empresa, estamos de acordo.

Quanto ao Alentejo não tem a ver com o governo??? Estás a brincar, não estás? Estão o governo não aposta no nosso Alentejo deixando aquelas planícies no estado em que estão e tu dizes que tem de ser feito um estudo? Plz


Visi, a tua esperança não está no governo mas no povo.
Eu entendo o SENTIDO com que dizes isso.
Mas na realidade, o povo só por si não pode fazer TUDO, o povo não governa , nem pode tirar este país do buraco em que se encontra. O povo não pode aplicar o dinheiro dos impostos no ensino, no sistema de saúde, na nossa economia...não o pode fazer...INFELIZMENTE. Porque se calhar no meio dos 10 milhões existem anónimos mais capazes para o fazer do que os nossos governantes.
O que o povo pode fazer é evitar cometer os mesmo erros, porque este último erro foi MUITO MAU. Dizem que todos os políticos são maus, mas eu duvido que haja um pior do que temos agora.
E como TU, espero que a MENTALIDADE DO POVO MUDE, e retire o tapete a este PM nas próximas eleições.
Porque para mim, não é uma questão de mentalidades, é uma questão de NECESSIDADES. Existem muitas pessoas a passar fome, a passar necessidades. Pessoas que tem de escolher entre comer ou pagar a renda, e se essas dizem : AI A MINHA VIDA !!! como tu o mencionaste! É porque a vida delas está memos má! Não porque é uma questão de " fado".

Enfim....Beijosssssssssss
p.s o Silvio preocupa-se com os terrestres lol


Haddock, meu viciado egoísta lol só te preocupas com o teu liquido de malte
Beijosssssssssssssssss


julie, dançar faz bem lol
Já agora, se quiseres os comprimidos em xarope, só tens de os esmagar e deitar misturar com um pouco de coca-cola. Foi o que os tipos me disseram :D Não me esqueci de ti lol
Beijossssssss



Marta, podes contar com eles ;)
Beijos


Tuché, minha amiga....eu para ti envio-te duas caixas, assim tens para dar e vender ao pessoal à tua volta ;)
Beijos


Minerva, eu não quero isso!!!!!!!! Até te dou o meu número de telefone e vens logo buscar os comprimidos!! Ok????
Beijos



Mymind, eu também não!É por isso que já encomendei os comprimidos!;)
bjs

 
At 9:44 PM, Blogger Visi said...

Permite-me a insistência(lolol, sei que o permites)

"E porque será?
Nascemos assim Visi? Por favor!Essa do Fado foi uma coisa que sempre me fez confusão. Eu sou portuguesa e nunca percebi essa do fado."...tambem o sou e nao cultivo esse sentimento, mas ele esta presente, é intrinseco....mais nas pessoas mais velhas...

"Há que mudar mentalidades. Mas as coisas não se fazem de um dia para o outro, não te esqueças que fomos um país que viveu anos sobre os olhos de uma ditadura."...

ora aqui está a resposta á tua questão.As coisas nao nascem ao acaso, começa com uma pequena coisa e vai gerando uma bola de neve de geração em geração.NÃO SE MUDAM DE UM DIA PARA O OUTRO! Daí ser tao DIFICIL MUDARMOS. Nao culpo ninguem, obviamente, mas para mim a realidade é essa e por muito "inculpados" que nós sejamos a verdade é que temos de mudar.E já se começa a notar na nova geração.
Mas são opiniões naturalmente.

Beijoquitas.

(continuo a tua Visi???!!)....;D

 
At 10:11 PM, Blogger Visi said...

(continuo a perguntar o que podemos fazer?...mais uma revolução?..Dentro da União Europeia isso não é viável...ja houve uma e continuamos mal servidos...o que fazer então???CONVENCE-ME, MIGA!)

 
At 10:16 PM, Blogger Haddock said...

Esse "beijossssssssss" é para despachar o pessoal? Todo? Ou só o que escreve autênticos testamentos?? É que eu cá sou muito sucinto, i.e., "curto e GROSSO" (isto é uma expressão idiomática, nada de parvoíces; lembrei-me da Ivone Silva, que Deus tenha...)!! Abç.

E olha, Alien, não queres fazer um post, mesmo publicitário aqui da esquina, no Sono? É que assim talvez te conseguisse fanar a freguesia, especialmente aquele senhor russo que contribuíu para a Revolução de 17, tás a ver quem é? Tem barbas e tudo, como eu. E escreve muito...

 
At 12:24 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Visi :D
Quanto as mentalidades, já te o disse: é importante, mas o que me preocupa são as necessidades. As mentalidades tem vindo a mudar aos poucos, ao longo dos tempos, se reparares a mentalidade da tua avó não tem nada a ver com a tua, certo. E a dos teus netos será muito diferente da tua, haverá uma evolução natural.
Era aqui que eu queria chegar.

"o que fazer então???CONVENCE-ME, MIGA!)"

Visi, querida, para te convencer? Eu acho que estamos a ser mal governados, o Pedro perguntou-me qual as medidas que eu tomava.
Vou-te dizer o mesmo.

"O que eu vejo é um Governo de Esquerda que não o é, temos um governo que se diz de esquerda mas que no fundo é um governo de Direita. Aqui começam as mentiras.
É um governo que pactua com a banca, que não fiscaliza o que faz com que cada vez seja maior o fosso entre os muito ricos e os muito pobres.
Ao aumentar os preços dos bens essenciais o governo não está a prejudicar quem tem dinheiro mas sim quem luta por algum.
Existem medidas tão simples que fariam uma diferença tão grande: olha uma; as reformas. É ridículo! Os políticos, saem dos cargos, vão para outros e ganham fortunas. Tens noção de quanto recebe o nosso Presidente da República? É uma medida pequenina, mas faria toda a diferença se fosse aplicada a TODOS eles. Isto só para lhes mexer nos bolsos, para ver como se iam sentir.
Mas queres mais? Dou-te mais. Gastar, milhões na nossa marinha, em submarinos e outros barcos de guerra que não vamos nunca utilizar a não ser que alguém os peça emprestados. Sim porque não me vais dizer que um dia vamos entrar numa guerra. É revoltante ver tanto dinheiro ir para esse pouço quando é tão necessário noutros campos. Solução aumentar nos bens essenciais. Ah e não me estou a referir aos Submarinos do Portas....só um aparte. Porque as compras continuaram.
Mais medidas, que tal o dinheiro dos nossos impostos não ser utilizado para patrocinar actividades que não nos dizem respeito? Se o nosso dinheiro começasse a ser mais bem aplicado, nas escolas, no sistema de saúde, talvez as coisas melhorassem.
Mais uma medida, apostar nos nossos enfermeiros em vez de contratar espanhóis. Ganhávamos mais.
Pedro, eu estava aqui o a noite toda e já me dói a perna...ainda por cima hoje tive uma merda de um acidente de carro e não estou de bom humor.
Mas acho que já dei umas ideias...acredita que tenho muitas mais....porque apesar de o governo estar limitado como tu o dizes, os outros governos também o estão e tu não vês nenhum país a descambar tanto como o nosso. E disso ninguém me convence do contrário.
Beijos grandes
p.s Só mais uma coisa, eu gostaria que as contas do governo fossem mais claras. Já que pago os meus impostos, gostaria de saber para onde vai o meu dinheiro.É esse dinheiro que faria toda a diferença. Bem aplicado, saude, ensino, mudaria um País.

Mas isto sou só eu VISI!
Beijossssssssssssssssssssssssssss



Haddock,Lol és mesmo parvo. Olha não fiques convencido mas os " beijosssssssss" são para aqueles por quem tenho um carinho especial. Repara que nem todos os comentadore recebem esses " beijooooos" os outros recebem simplesmente " beijos" ou "bjs" lol
És mesmo espertinho, nada te escapa! :D
Quanto a eu escrever no SONO, com que então queres-te aproveitar da nossa amizade! LINDO!!!!
Quanto ao senhor Russo lol Ele não é russo lol Já estou a ver que hoje não vieste sóbrio....não sei se ele iria comentar ao sono, especialmente agora que lhe chamaste russo lol
Beijossssssssss
p.s só tu para me partires a rir

 
At 2:06 AM, Blogger Visi said...

*xiça, ganda "esfrega"!Fiquei com tonturas e saio daqui manca!!!!!!!...:O

OK! A mensagem é dirigida ao governo!Mas como dificilmente ira mudar....os fazrm os portugueses entretanto???...



(sou uma gaija muita da chata eu sei...mas que fazer???)

OH KIDUCHO HADDOK: (ele já meu comentador...hihihihih): nao tenhas ciumes que cabe-te a ti tambem...lololol....mas nao te tornes um "pain in the asse" como eu!...mas tou sempre a aprender!Palavra de escuteira:D

 
At 2:23 AM, Blogger vicio said...

para te dar razão ao dizeres que tinha dito tudo, voltei aqui para não dizer nada!

 
At 4:11 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Visi :D
Eu já te disse tudo querida.
Não entendo o que queres que te diga mais? Já te falei da parte das mentalidades. Já te falei do que acho que os portugueses devem fazer. Já te falei do que o governo devia de fazer em oposição ao que anda a fazer.

Não sei o que queres que te diga mais?
Beijosssssssssss
p.s tu sabes que és daquelas RARAS pessoas que me podem chatear SEMPRE!!! ;)TENS CARTA VERDE PARA O FAZERES!:D


Vicio, lol Tu tens cada uma! Tu e o meu amigo Haddock deviam de comparar notas :D
Bjs

 
At 4:54 AM, Blogger BRIGADA DOS BLOGS said...

Chegamos a mesma conclusao,eu disse a mesma coisa.Mas o que eu observo em PORTUGAL a que as pessoas sao muito sedentarias nesse cantinho da Europa.So sabem brilhar fora do pais.Tive a oportunidade de trabalhar ai uns mêses e é muito dificil uma pessoa adaptar se a esse ritmo "...so mais cinco minutos que se transformam em mais cinco..."e o português o que gosta é de criticar sem agir.Mas tudo que disses é verdade,sera so a culpa dos politicos?

 
At 5:11 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Brigada dos Blogs, compreendo o que dizes. Que em muitas empresas as pessoas podiam trabalhar mais e falar menos. Entendo essse lado.Faz o que fiz aqui neste debate nesta caixinha, foi falar em nome daqueles que não têm empregos mas trabalhos, entendes? Porque os que têm empregos, tem dinheiro para pagar as contas ao final do mês. Mas o que se está a passar é que o número é cada vez maior, o da pobreza, daqueles que trabalham com o corpo não atrás de uma secretária e esses não têm tempo para falar durante o horário de trabalho. Entendes? Esses precisam mesmo daquele dinheiro ou não comem nesse mês.
Enfim, as minhas ideias, estão espalhadas por esta caixinha e não quero ser repetitiva.
Um grande beijinho....ah e desta vez comentaste em portugues...um beijo Alienígena por isso! ;)

 
At 1:35 PM, Blogger silvio said...

Obrigado visionaria
:-)

bjos


Amiga alien
Bem já que insistes, tenho que experimentar esses comprimidos,
Eheheheh.
Acho ke um famoso “calmante” é o chá de santo Daime, feito pelos índios na amazónia, eheheheheh

 
At 3:00 PM, Anonymous Anonymous said...

REVOLUTION!! NOW!!!

 
At 5:56 PM, Blogger Haddock said...

Pois claro, não é russo é alemão!! Mas é idolatrado pelos russos, pelos comunistas em geral, portanto fica tudo em família, não é? Nada contra, essa agora!

 
At 8:22 PM, Anonymous Anonymous said...

Depois das estatísticas dos gastos dos Portugueses no Natal passado, ainda achas que estamos mesmo em depressão, ou deprimidos, ou a caminho disso? Não me parece...

 
At 9:34 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Força Silvio, lol

Haddock,lol és mesmo parvo. A tua sorte é que eu te adoro. Porque gosto da pessoa de que falas, mas tenho de te dar desconto porque nunca sei se vens sóbrio para aqui ou não lol
Beijosssssssssssss


umbilical,meu caro...falas no Natal e eu falo-te no Mundial. As pessoas não deixaram de estar em depressão. Foram apenas momentos de distração. No natal gastaram dinheiro, contrairam mais dividas e agora estão pior do que estavam.
Mas isto no Universo daquelas pessoas que nós observámos nos centros comerciais a fazer compras. Porque ( estou farta de me repetir), Portugal não é só o que tu vês e meu caro, neste Natal muito boa gente não teve peru, teve comida enlatada. Para não falarmos nos sem-abrigo.
Muitas pessoas passaram o natal como se de outro dia se tratasse. Comeram um atum e foram para a cama. Outra se calhar comeram uma peça de fruta.
Epá é assim: o país está mal! As pessoas só olham a sua volta, para o vizinho do lado. Mas Portugal não é o vizinho do lado e se todos os que aqui comentam com teorias, começarem a ir a determinados bairros como eu já fui e ver uma familia a viver numa barraca onde ratazanas se passeiam, talvez abram os olhos.
Não vou ser eu a fazê-lo !!!!
Saudações alienígenas

 
At 8:07 AM, Blogger silvio said...

Alien,
gostei de ler isso que falaste sobre consumismo,
repara, os anuncios na televisão apelam ao consumismo,
sabem que as pessoas andam deprimidas e querem comprar coisas para buscar "felicidade",
uns buscam felicidade nos doces, aumenta o nr de obesos.
Uns buscam felicidade em gadgets, Portugal é o País europeu onde há mais telemóveis por cidadao, os portugueses em depressão compram muitas coisas, (aqueles que podem) e a publicidade sabe isso.
Também há muitas pessoas com falta de $$, então surgiram imensas novas "empresas" de empréstimos, estilo "médiatis" "cofidis" para incentivar as pessoas a pedir dinheiro, e endividar-se.

sim há muitas pessoas pobres,
também me apercebo disso, quando no telejornal falam das vagas de frio, nunca se lembram de dizr que milhares de sem-abrigo estão agora a dormir na rua, com estes frios gelados.
parece que o País não se preocupa com a pobreza.. ( E não preocupa).

Vejo na tv, organizações mundiais dizerem que até 2020 querem erradicar a pobreza do mundo, organizações como a ONU, é tudo treta!
Se eles quizessem a pobreza já tinha desaparecido da Terra, bastava apenas 4% da riqueza mundial para erradicar a pobreza do mundo.
Mas as Grandes potências mundiais preferem investir milhões em armas nucleares, mísseis, aviões de combate, etc.

 
At 10:55 PM, Anonymous Anonymous said...

Eu também faço parte desses muito deprimidos!

Vocês já dizeram tudo...

É mesmo muito deprimente!!!

 
At 10:58 PM, Anonymous Anonymous said...

Eu também faço parte desses muito deprimidos!

Vocês já disseram tudo...

É mesmo muito deprimente!!!

 
At 1:46 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Silvio, "quando no telejornal falam das vagas de frio, nunca se lembram de dizr que milhares de sem-abrigo estão agora a dormir na rua, com estes frios gelados.
parece que o País não se preocupa com a pobreza.. ( E não preocupa)."

PORRA É NISTO QUE EU TENHO TENTADO CHAMAR A ATENçÃO,NÂO SÓ PARA O NOSSO VISINHO DO LADO. FINALMENTE ALGUÉM CHEGA LÁ! É isso Silvio.É preciso olhar para aqueles que ninguém anda a olhar e depois vÊm com conversas de chamar as pessoas às suas responsabilidades, sim eu concordo, mas quando são pessoas que as têm!!!


"Mas as Grandes potências mundiais preferem investir milhões em armas nucleares, mísseis, aviões de combate, etc. "

NEM MAIS!!!!! NEM MAIS!!!!

Beijos silvio



JJ MESTRE DA LENTE, um grande beijinho e eu mando-te uns quantos comprimidos! ;)

 
At 3:37 PM, Blogger silvio said...

ainda ontem no telejornal mostraram uma nova arma que o exército americano está a testar para controlar motins.
é pena o telejornal ser tão atrasado,
há anos que essa arma é conhecida na net. e o telejornal nem falou tudo, "esqueceram-se" de dizer que aquilo são microondas e que também atravessam paredes.
enfim.
é isso que andamos a falar aqui, eles gastam milhões para desenvolver novas armas,
mas não investem nada em novas curas, pois não?
A ciencia e a tecnologia recebe dinheiro do governo, milhões $$, mas esse dinheiro ´é para se construirem novas formas de MATAR, e nunca novas formas de DAR VIDA.

Um dia a raça humana extinguir-se-à

 
At 1:08 AM, Anonymous Anonymous said...

desesperadamente à procura desses comprimidos

jocas maradas

 
At 9:49 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Silvi mano, estás certo, o que posso eu dizer?
beijos


Su, já vai uma caixa para o teu cantinho!;)

 
At 11:06 PM, Blogger Alien David Sousa said...

GRAÇAS À VERSÃO BETA, tenho o blog cheio de Anonymous que conheço muito bem! Coisa mais estupida!!!!
Peço desculpa aos comentadores.
Saudações alienígenas

 

Post a Comment

<< Home