Monday, October 24, 2011

Máquinas batem o recorde dos mamíferos.

O domínio das máquinas sobre os mamíferos começa a ser assustador. Os terrestres estão a perder pontos para as máquinas, neste caso segundos, algo que me deixa um pouco inquieta. Eu já nem vou entrar de rompante sobre o facto de que se actualmente se retirarem todas as máquinas presentes nas vossas vidas, vocês não saberão viver.

O que vos quero contar é que as máquinas estão a ganhar terreno, verdadeiramente. Então não é que o recorde do cubo mágico - o desvendar do puzzle - até agora detido pelos humanos foi à sua vidinha. O australiano Feliks Zemdegs conseguiu completar o cubo mágico em 5,66 segundos, no entanto, num dia triste para a humanidade e feliz para as máquinas, o recorde baixou para 5,352 segundos e foi uma máquina quem o estabeleceu.

Os humanos celebraram este acontecimento e eu pergunto: há realmente algo para celebrar?

Mas isto sou só eu

17 Comments:

At 12:42 AM, Blogger Gemini said...

Bolas, ainda levei uma beca a perceber do que falavas porque a imagem não descarregava. Tu sabes que, sem bonecos, não vou lá.

Acho que o ser humano tem uma enorme capacidade de aprendizagem. Cada vez mais temos de aprender funções que envolvem forçosamente iterações com máquinas. E a complexidade delas também é cada vez maior: algoritmos super evoluídos para que as máquinas sejam mais intuitivas, reconheçam melhor imagens, gestos, conversas (o Siri do iPhone 4S é um exemplo), etc...
A evolução da tecnologia é razão para festejar sim, porque reflecte a nossa evolução. Mas, se percebi bem, acho que há uma segunda questão aqui: o ser humano ao viver numa simbiose tão perfeita com a máquina acaba por não saber viver sem ela. Por exemplo: desde que tenho calculadora deixei de saber fazer divisões à mão - é uma vergonha! Se, por acaso, é essa a questão então a tua sobrancelha levantada de cepticismo vai dar a volta à cabeça no futuro. Tu sabes que se prevê na evolução tecnológica (e não só...) humana um momento chamado de "singularidade", a partir do qual a iteração do ser humano com a máquina é tal que não se distingue ou separa um do outro? Não sei se isso quer dizer que estamos destinados a sermos como os Borg do Star Trek, mas mete um pouco medo (eu tinha de dar a minha referência geek).
É a evolução e aceito-a... mas espero que o Homem deixe um pouco de tentar evoluir depressa demais antes de pensar.

Bjoka

 
At 10:02 PM, Blogger Alien David Sousa said...

GEMINI

Eu não teria escrito melhor. Subscrevo cada palavrinha tua, e adorei a parte final:

"mas espero que o Homem deixe um pouco de tentar evoluir depressa demais antes de pensar."

Para mim este é o problema, o não pensar nas futuras consequências. Evoluir sim, mas com calma e neurónios no sitio.

Se fazes observações de Geek, então o meu blog está repecto de textos à Geek lol
E digo-te mais, este blog não descamba por completo porque eu me controlo um pouco porque adorava abordar certos temas que bem...tu sabes.
Um beijinho

 
At 10:06 PM, Blogger Alien David Sousa said...

GEMINI

Lembrei-me agora: abre o teu blog aos anónimos PLZ porque eu não consigo comentar sem ser assim, já no blog do VICIO é a mesma coisa mas como ele tem aberto aos anónimos eu comento como um e assino: ALIEN
Beijos

 
At 11:19 PM, Blogger ► JOTA ENE ◄ said...

ººº
Ó E.T ... tu não és boa 'pessoa', estava a pensar em ti no momento em k comentaste, não és mesmo boa 'pessoa' ou então foi mesmo transmissão de pensamentos.

Quanto aos 'records' dessa bugiganga, têm melhor tempo, pois eu nunca consegui, loool

Beijos__Incongruentes !

 
At 1:42 AM, Blogger João said...

Claro, as máquinas estão a começar a mandar na gente, e a ganhar terreno em relação à gente, mas verdade seja dita em relação à Terra não precisamos de ajuda nenhuma das máquinas para mandar isto tudo pelos ares, e nisso o ser humano é um especialista!...

 
At 2:16 AM, Blogger Gemini said...

Até eu tinha problemas a comentar no meu blog. E depois de voltar ao aspecto clássico (diz-me se isso resolve o teu problema), o blogger levou a mal e já não me deixa postar!
bjo

 
At 6:35 AM, Blogger Leandro Sousa Bastos said...

Este é um tema peculiar para quem anda prestes a finalizar um curso de electrotécnica. A evolução tecnológica traz muitos benefícios em certos aspectos. Mas há muita coisa que é inventada sem necessidade. O ser humano na maior parte das vezes procura facilitismo, comodismo na tecnologia, e isso tem tanto de bom como de mau!

Sempre que vejo temas que abordam este assunto lembro-me do filme do Wall-E. Apesar de ser um filme para canalha, apresenta questões filosóficas acerca da evolução do ser humano/tecnologia muito peculiares.

Isso da máquina que supera o recorde do homem a resolver o cubo de rubik é o menor dos problemas acerca da inteligência artificial!!

 
At 6:08 PM, Anonymous fernando said...

Olá.
Há quanto tempo... vejo que ainda continuas com o teu blog! :)
Eu recomecei.. desta vez diferente.
Espero que esteja tudo bem. :)

 
At 1:49 AM, Blogger Alien David Sousa said...

JOTA

Eu senti que estavas a pensar em mim daí corri para o teu blog. Os meus poderes não são brincadeira

Beijos alienígenas ;)



JOÃO
"à Terra não precisamos de ajuda nenhuma das máquinas para mandar isto tudo pelos ares, e nisso o ser humano é um especialista!..."

Não podias estar mais certo, se quiseres tens boleia na minha nave quando isto tudo for pelos ares


GEMINI

Tenho de ir ao teu blog para ver se já me deixas entrar lol
kisses



Leandro

Falaste muito bem até aqui:

"Isso da máquina que supera o recorde do homem a resolver o cubo de rubik é o menor dos problemas acerca da inteligência artificial!!"

A ideia de colocar este texto foi mesmo para dar motivo para uma conversa sobre a relação máquina/homem
E será mesmo que a máquina conseguir bater o homem é assim tão menor?
Beijinhos


Fernando

Tenho de te ir visitar porque acho que já passou muito tempo...estou a matutar sobre quem és :D

 
At 3:59 AM, Anonymous fernando said...

Se seguires o link do meu nome no outro comentário talvez pela imagem saibas! Mas antes eu era o Hole in my Vein... se calhar assim já te recordas :)

 
At 4:02 AM, Anonymous fernando said...

Ah, e sim. Ainda me deves um café. Houve uma altura em que disseste que vinhas tomar café! Estou à espera. eheheh

 
At 6:07 AM, Blogger Fliscorno said...

Mas também há pessoas que são umas máquinas :)

 
At 7:40 AM, Blogger Alien David Sousa said...

FERNANDO

HOLE IN MY VAIN?!?! :D Que saudades!Ainda fui várias vezes ao teu blog ler e comentar, mas a segunda opção nunca estava disponível. É mesmo bom ter-te de volta.
Quanto ao café...um dia...um dia lol
Beijinhos


FLISCORNO

Nem mais ;) estavas a pensar em mim? lol
kisses

 
At 5:28 PM, Anonymous fernando said...

Obrigado pelo comentário.
Quanto ao café, quando quiseres :) manda-me mail!

 
At 11:58 PM, Blogger Alien David Sousa said...

fERNANDO

Meu querido Hole, ainda terás 70 anitos sentado num parque a jogar às cartas com os teus amigos e a pensar no café lol ;)
Beijinhos, bom ter-te de volta

 
At 10:15 AM, Blogger Leandro Sousa Bastos said...

O exemplo dos videojogos é flagrante naquilo que pretendi dizer nessa frase. Quantos são os jogos que nos desafia a mente, e quantos são aqueles que a gente não consegue superar? A "máquina" também não nos vence aí? Acaba por ser uma "máquina" programada pelo o homem, tal como acontece com a máquina que bateu o recorde do cubo mágico.

Joga o novo PES em modo mais difícil. Faz o mesmo com jogo de xadrez que vem no Windows 7.
Hoje em dia as novas consolas usam e abusam de jogos com um cheirinho de IA.

A algoritmia é uma coisa muito complexa, então aliada à inteligência articial consegue resultados impressionantes.

The Sarah Connor Chronicles até pode ser uma série que não é grande coisa. Porque de facto não é. Mas toca em detalhes muito interessantes sobre IA, e os temas aí abordados sim... Esses assustam-me um bocado.

Se já viste e te inquietou, volta a ler o último parágrafo do meu primeiro comment, e diz-me se está assim tão errado o que disse ;)

Beijo, Boa Semana :)

 
At 3:44 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Leandro

Em lado algum eu disse que estavas errado, apenas sublinhei aquela parte. Quanto a este comentário vou sublinhar outra parte

"Mas toca em detalhes muito interessantes sobre IA, e os temas aí abordados sim... Esses assustam-me um bocado"

Era neste ponto que queria tocar, entendes? Não no mero facto ( que não é assim não indiferente) de uma máquina ter batido o record do homem.
Beijinhos

 

Post a Comment

<< Home