Monday, November 27, 2006

Image Hosted by ImageShack.us
O Desafio do Gemini.
-
"Uma Forma de Ver as Coisas" é o nome do Blog e, se clicarem nesta animação que criei do Terrestre Gemini vão lá dar num segundo.
-
O desafio é simples e bem mais interessante do que escrever aqui as minhas manias. Não tenho nada contra quem as escreve, até gosto de as ler. No entanto este desafio, estimula mais o meu lado criativo.
Aceitei o desafio de escrever um conto de Natal.
-
-
O dia em que ela passou a acreditar no Pai Natal.
-
Tinha abusado. Levou a vida ao limite. As drogas, o álcool, deixou descarrilar o seu comboio. Quando deu por si, estava fechada num local estranho, com odores invulgares , de onde não podia sair de livre vontade. Era nova naquele espaço desconhecido,não sabia como agir e ninguém demonstrava sequer dar pela sua presença.
Todos os dias ao almoço, sem entender porquê, nunca tinha garfo. Como uma criança perdida, esperava que as outras acabassem de comer - enquanto a sua comida arrefecia - para que lhe lavassem um garfo e pudesse assim almoçar.
Um dia enquanto aguardava, uma senhora de cor, acenou-lhe com um garfo. Ficou sem reacção, e as palavras que ouviu foram: " se não tiveres nojo, podes usar o meu. Eu não o vou usar."
Levantou-se da mesa, com aquele jeito de criança que tinha porque ainda o era, e timidamente alcançou o garfo, deixando um "obrigada" sair de uma forma verdadeiramente sentida.
No dia seguinte, o cenário repetiu-se, e no outro, até que por magia a rapariga passou a ter um garfo só seu de cada vez que se sentava na sua mesa para tomar as suas refeições. Desde o dia em que aceitou o garfo da senhora de cor, esta resolveu proteger esta miuda dos perigos que a rodeavam. Era um rochedo negro, que bastava abrir os olhos para alguém, que a mensagem estava dada. Tinha também - o que a rapariga veio mais tarde a descobrir - um lado sensível e era uma pessoa que tinha um coração de ouro, posso mesmo dizer um coração condoído.
Durante os meses que a rapariga passou naquele local, de cada vez que alguém se aproximava dela, tinha sempre dois olhos a proteger as suas costas. Uns olhos negros. Meigos. Amigos.
Até hoje, ela não sabe o que foi dito para que a sua mesa fosse brindada com um garfo como as outras, mas sabia quem tinha invertido a situação.
O nome deste anjo negro era Aldonza. A rapariga continua a ir visitar a Aldonza religiosamente. E sim! Agora,acredita no Pai Natal, porque durante todos os meses em que se encontrou naquele local, quem lhe oferecia segurança, amor, quem lhe dava motivos para sorrir, era uma pessoa só. E se tinha dúvidas da existência do Pai Natal, então ele apareceu quando ela mais precisava.
Ao sair sair daquele local, verificou que não era Dezembro, nem sequer Novembro estava em Junho. Mas será que era preciso uma data para ela berrar do fundo dos seus pulmões que acreditava no Pai Natal? Que acreditava que para ela o Pai Natal não é nada mais do que amor?
Ela agora acreditava. E sentia-se afortunada por acreditar.
-
-
Este foi o meu conto de Natal.

67 Comments:

At 2:04 AM, Blogger Gemini said...

LOL!
Estava neste mesmo momento a ler e comentar no teu Blog!
Coincidências!

 
At 2:11 AM, Blogger Gemini said...

O outro comment foi antes de ter lido (ainda estava no choque de ver o meu boneco com um carapuço vermelho...).
Agora que já li posso dizer-te: supercalifragilisticoespialidoso Amiga "Aliena"!!
(Como descobriste que sou terrestre? Nota-se assim tanto? Mas deixa que ser-se Alien nesta Terra não é das coisas mais esquisitas...)
Bom espírito!

 
At 3:22 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Gemini,carapuço vermelho que vai mudando de lado. Ora está no lado esquerdo, ora no lado direito! LOL
Espero que tenhas gostado do conto.
Um beijo alienígena

 
At 4:00 AM, Blogger Hindy said...

Muito original...

Boa semana e beijinhos :o)

 
At 4:45 AM, Blogger Nomyia said...

Ora vou também eu aceitar o desafio!!!
Me aguardem!!!
*****

 
At 3:44 PM, Blogger tulipa_negra said...

adorei! lindo! se todos os contos de Natal fossem assim...
beijinhos

 
At 4:38 PM, Blogger Tuche said...

Amiga este teu conto de Natal´parece muito real.

Beijossssssssssss

 
At 9:37 PM, Blogger Haddock said...

Gostei muito. Só não compreendi o ponto de partida; por que é que fanavam sempre o garfo à menina?? E quem fazia essa maldade?? E, especulando um bocadinho, não seria a própria D. Alonza?? Deixas-me cheio de interrogações!! Abç.

 
At 10:38 PM, Blogger jomaolme said...

Bonito e original! Deixa tb algumas duvidas, como diz o Haddock. Mas é um belo conto de Natal!!

Beijokas

 
At 10:44 PM, Blogger Casemiro dos Plásticos said...

LOL tá louco!

 
At 10:54 PM, Anonymous julie said...

Adorei o teu conto de natal. Simples e com uma mensagem de amor. O espirito de natal é fazermos felizes as outras pessoas,e não passa necessáriamente por dar um presente material, muita gente prefere receber presente que não se pode comprar na loja amor, amizade, carinho e compreensão. Fiquem bem.

 
At 11:00 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Hindy, obrigada. Um beijo para ti também!:D


Nomyia, não esperava outra coisa de ti!;) :D Não tranformes o conto no mito urbano lol
Bjs
p.s eu até ia gostar, os outras não sei, não...



Tulipa Negra,ainda bem que gostaste. Fico muito contente por isso,acredita!
Bjs



Tuché, o que é que te posso dizer amiga? lol
Ainda bem qye te parece real, quer dizer que está bem escrito,que consegui fazer passar as emoções que queria.
Bjs
p.s mesmo que fosse verdadeiro, não o iria admitir lol



Haddock,sim...muitas coisas ficam no ar e é essa a intenção.
Quanto ao garfo, posso-te dizer por exemplo que o local onde a rapariga se encontrava (como deves ter percebido ) não era dos melhores e ela era uma novata. O facto de não ter garfo era uma especie de praxe que lhe faziam...entendes agora? Quem fazia a maldade não IMPORTA,o que interessa é que essa maldade ( como tu lhe chamas) lhe foi feita.
Tens de ler outra vez o conto. A Aldonza foi o seu anjo negro. Foi pessoa que fez com que ela voltasse a acreditar no amor, no Pai Natal.
bjs




Jom,ainda bem que gostaste. Quanto às duvidas. A mensagem está lá. Se lerem bem o conto,a mensagem que quero fazer passar está lá.
O amor pode surgir em várias formas e não somente numa data especifica.
bjs



Case,Obrigada Amigo.

 
At 11:02 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Julie,compreendeste na perfeição a mensagem que eu quis fazer passar com o meu conto. OBRIGADA.
BJ ALIENÍGENO

 
At 12:41 AM, Blogger peace_love said...

bom conto;)

 
At 2:17 PM, Blogger Visi said...

Como ando sem tempo algum (snif!!!) terei de aceitar o belo dasafio um pouco mais para a frente...gostei emenso da ideia!Obrigada por me ires "chamar"...lolol


Beijo grande!(ainda nao li o teu conto)...sorry...:D

 
At 5:33 PM, Blogger Storm said...

esta fantastico!

 
At 5:37 PM, Blogger Belzebu said...

Tal como diz a Tuché parece-me um conto demasiado real. A mensagem é linda e tal como a personagem eu também acredito no Pai Natal! Espero não ser expulso do sindicato das profundezas!

eheheh!! saudações infernais!

 
At 1:55 AM, Blogger marakoka said...

jocas maradas de coisas simples

 
At 2:12 AM, Blogger Niki said...

Gostei muito!
Uma bonita mensagem.

Beijinho

 
At 3:52 AM, Anonymous Anonymous said...

ai coriscos que nem tempo tenho para ler o conto!! mas vim só deixar um beijo bruxólio extraterrestre!

 
At 3:58 AM, Blogger Diana said...

acho que no fundo deixámos todos de acreditar no pai natal... bah, mas não ligues, eu sou só uma pessimista :P

 
At 4:05 AM, Blogger Å®t_Øf_£övë said...

Adorei este conto de Natal, porque tem contido nele uma mensagem profunda, e cheia de ensinamentos.
O mundo seria muito melhor, se cada um de nós conseguisse ser Pai Natal de alguém, e se todos nós soubessemos que tinhamos também um Pai Natal a olhar por nós.
Mas infelizmente não deixa de ser mesmo um conto que só um extraterrestre consegue visionar...
Bjo.

 
At 4:12 AM, Blogger Ana said...

OLÁ!
Hj passei pelo teu blog para ver as novidades, mas como estou um pouco cansada acabei por nao ler o teu ultimo post.
Pergunta:Então o que vais comentar??
Quero dar-te os parabéns pelo teu blog. COnseguiste criar uma boa interação com as pessoas que passam por aqui e comentam os teu post ao cometá-los.
Pelo menos eu tenho sempre curiosidade em saber a tua "resposta" ao que te deixei aqui.
Também te quero dar os parabéns pelos teus posts, porque de uma forma geral apresentam uma visão diferente do normal sobre os temas que abordas (digo de uma forma geral porque nem sempre estou de acordo com as tuas opiniões, como é normal que aconteça).

 
At 5:16 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Peace_love, obrigada.:)


Visi, vê lá se arranjas tempo para escreveres o teu conto e já agora leres o meu. Não queres uma Alien enfurecida a bater-te à porta, pois não? ;)
Bjs



Storm, obrigada. Ainda bem que gostaste. :D



Belzebu,como disse à Tuché. Ainda bem que o conto te parece demasiado real. Quer dizer que consegui fazer passar , a minha mensagem de uma forma credível, quase real! :D
Expulsão? Nahhhhhhhhhhhhhhh Tu és o BOSS!!!! ;)
Bjs



Marakoka, o mesmo de volta! :D hehe



Niki, obrigada. É sempre bom saber quando alguém gosta de algo que nós escrevemos.
bj




Aquelabruxinha,pelo menos recebi o beijo lol Quando tiveres tempo lê o conto. A tua opinião conta muito para mim. Escreves, publicas...não preciso dedizer mais...



Diana,enquanto existirem pessoas que valem a pena, eu acredito no Pai Natal! ;)
Bjs



Å®t_Øf_£övë,a ideia é mesmo essa. Cada um de nós pode ser o Pai Natal de alguém, basta parar, observar e oferecer um pouco de amor.
Se é um conto que sou uma Alien consegue visoalizar então estamos muito mal como raça humana.
De qualquer das maneiras, ainda bem que gostaste do conto. Isso deixa-me feliz.
Um Bj





Olá Ana :D
Antes de mais, lês o conto quando estiveres com disposição. Fizeste bem em não o leres cansada. Acabarias por perder muita coisa pelo caminho.
Quanto à interação de que falas. Essa parte dá-me gozo. Outros Blogers não vêem as coisas assim, mas eu escrevo porque gosto, mas escrevo para ser lida.É por isso que tenho um Blog. Se fosse só para escrever pelo prazer que me dá, escrevia só para mim.
Quando o faço aqui, sobre vários temas. As pessoas manifestam-se, dão-se ao trabalho dedeixar aqui a sua opinião e a meu ver, o meu papel nesta caixa é dar uma resposta ao comentário que foi feito. Negativo ou positivo. Muitas vezes quando é negativo até chego a responder várias vezes à pessoa, mas eu gosto. Ponto final.
No fundo eu gosto de saber o que faz alguém reagir a algo. :D

Quanto aos meus Posts anocas. Quando iniciei este Blog quis fazer algo de diferente. Um Blog onde eu pudesse escrever de tudo. Sem ter assuntos proibidos. Falar da droga, passando pelos idosos,pela masturbação...ou simplesmente aliviando um pouco o Blog e colocando umas maluqueiras lol

Obrigada pelas tuas palavras. Como alguém um dia disse " isto é um lambe cu" mas eu não encaro assim. Eu encaro como uma pessoa, tu, que gosta do meu blog, que me visita e me o disse.
Um enorme beijo
p.s quando não estiveres cansada lê o conto e diz-me se gostaste

 
At 9:30 PM, Blogger ah e tal (c) said...

snif snif....

 
At 2:35 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Mana, gostaste mesmo? :O

 
At 3:24 AM, Blogger Minerva McGonagall said...

Gostei da ideia. Também vou escrever um!

 
At 3:54 AM, Blogger Alien8 said...

Mana,
Bonito conto, comovente e muito, muito natalício. Foi bom teres aceite o desafio. Nós, alienígenas, também escrevemos umas coisitas, quando nos dá para isso :)
Um bom fim de semana alargado!

 
At 5:22 AM, Blogger Enfim... said...

tu tens com cada uma eheheheh.podia dar-te para pior.bjokas

 
At 6:14 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Miverva, irei na minha nave até ao teu Blog só para o ler :D
bj



Mano,fico contente por teres gostado do meu conto. A opinião dos terrestres é importante,mas,a opinião de um dos nossos é crucial! ;)
Um excelente fim-de-semana para ti
Bjs alienígenos



Enfim,etou baralhada :O
O que é que eu fiz desta vez?
Só escrevi um conto de Natal! lol
Bjs

 
At 8:07 PM, Blogger A Lei da Rolha said...

Gostei imenso do conto!
bfs

 
At 9:57 PM, Blogger 1/2Kg de Broa said...

Gostei.
E penso. O que seria do Mundo que conhecemos se não houvesse Natal?

 
At 12:24 AM, Blogger Casemiro dos Plásticos said...

andas desaparecida... como está o espaço?

 
At 12:30 AM, Blogger Alien David Sousa said...

A Lei da Rolha, é sempre bom ler isso! :D obrigada.



Broa,seria um mundo muita mais feio,triste e sem esperança.
Bjs


Case, tenho andado a tratar da minha perna.Mas tenho publicado...;)me aguarde
Bjs
p.s tenho de te ir espiar ;)

 
At 4:49 AM, Blogger Nunovsky said...

Eu vou discordar da corrente e vou dizer que...gostei muito! Eheheheheh!

Realmente, um conto de Natal à maneira nunovskyana era capaz de ser um bocado catastrófico...no entanto, prometo pensar sobre isso ;)

 
At 4:52 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Obrigada Nuno lol
Ia ADORAR ler o teu conto! :D
BJs alienígenas

 
At 6:30 AM, Blogger ah e tal (c) said...

gostei mana : )

 
At 9:38 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Fico muito feliz por saber mana. Nunca sei quando estamos na palhaçda lol
bjs

 
At 9:40 PM, Blogger Diabólica said...

ALIEN,

Este conto é lindíssimo.
Espelha sem dúvida o teu lado sensível e criativo.
Conseguiste emocionar-me e isto é sério.
Mas, tb sabes qual é o motivo!
É a nossa private joke com a nossa amiga comum.
Muitas vezes na vida nos perdemos e achamos q já nada nem ninguém nos merece e nos compreende...
Mas eis que aparecem as ALDONZAS DESTA VIDA.
Genial.
Saudações diabólicas.

 
At 5:17 AM, Blogger menir said...

A moça está inspirada...*

 
At 7:19 PM, Anonymous Anonymous said...

Hi people
I do not know what to give for Christmas of the to friends, advise something ....

 
At 8:25 PM, Blogger ah e tal (c) said...

:O)

 
At 11:00 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Diabólica, fiquei sensibilizada pelas tuas palavras.Ainda bem que o conto te tocou,era essa a intenção.Mas,por vezes queremos fazÊ-lo e não conseguimos,as palavras não saem como deveriam.
Um beijo grande amiga



Menir,é!, de vez em quando dá-me para aí! ;)
Bjs



Anonymous, well...with out being rude , you must admit that your question makes no sense.
1- You have to tell me for example, if you want an advice for a gir or boy. First issue.
2-If the person in question is married or single.
3- Straight or gay
4- If your friends are old ( above 50) or under this number
5- I dont even know if your friends like christams!!

Anyway , all this to let you know: if you want an advice , you need to give me more details. ok?
If you dont care for the details,buy them all chocolats and its done!

See you soon, or not! Depends on you ;) lol



Ah e tal mana, isso é um beijinho ou estás aparvalhada com o comentário de cima?
Andas muito caladinha!
Bjs

 
At 12:06 AM, Anonymous Anonymous said...

gostei muito, embora não tenha percebido nada. não preciso de perceber as coisas para gostar delas. às vezes até gosto mais quando não percebo, e depreendo a minha própria mensagem, o meu próprio sentido. gostei de não perceber onde se passava a acção (hospital, orfanato, prisão), a cena do garfo que faltava, quem era a aldonza... mas ouve qualquer coisa que me tocou. acho que foi mesmo o nome aldonza. fez-me lembrar dum filme muito marado que agora não me lembra o nome.

 
At 12:10 AM, Anonymous Anonymous said...

o filme chama-se "palindromes" (como é que eu havia de me lembrar)... ;-P

http://www.timeout.com/film/81689.html

 
At 2:49 AM, Blogger ah e tal (c) said...

de facto tou um bocado aparvalhada com o comentário de cima! mas quem é o anonymous????!!!é o mike de novo queres ver?só que desta vez resolveu fazer as pazes em inglês(porque ele é o mestre das linguas) a perguntar-te o que queres para o Natal (sim porque o gajo não te esqueçe pelos vistos)

 
At 2:50 AM, Blogger ah e tal (c) said...

fartei-me de rir com a tua resposta!

 
At 8:11 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Aquelabruxa, o facto de eu não mencionar onde se desenrola a acção é propositado. Para que cada leitor imagine o local.
A parte do "Garfo"; o que é necessário saber é que a rapariga só passou a deter um,após a Aldonza lhe ter oferecido o dela.
Quem era ALdonza? Alguém que naquele espaço de onde a rapariga não podia sair, a protegia de outras que lhe poderiam querer mal.
Mais do que isto não te posso contar, só mesmo lendo outra vez o conto consigas perceber o que te escapou.
Bjssssssssssssssssssssssssss




Ah e tal mana, tu nem fales nesse emplastro ou ele aparece!! :D lol

"vez resolveu fazer as pazes em inglês"
lol Estiveste bem aqui :D
Não sei quem é o tipo, mas que resposta podia eu dar aquela pergunta? Se vamos brincar aos DOIDOS ,então BORA lÁ!Já sabes que estou sempre pronta para a palhaçada. E adorei a cara que fizeste lol Pensei mesmo, ela leu isto e ficou sem reação lol
Enfim, vamos aguardar pelos próximos desenvolvimentos!
bjs grandes mana

 
At 2:36 PM, Anonymous Anonymous said...

Hello. Good day
Who listens to what music?
I Love songs Justin Timberlake and Paris Hilton

 
At 6:53 PM, Blogger ah e tal (c) said...

ora aí está ele de novo..."let´s look at a trailer"

 
At 8:28 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Anonymous,LOL Im trying real hard to deal with your questions in a normal, sane way. But you have to admit its not a easy thing to do.
This time, i need to tell it like it is:
I dont have a clue about who you are ( well maybe a tiny one), but one thing IM SURE: YOU HAVE SUCH A BAD TASTE IN MUSIC THAT SMELLS!!!

I dont need you to "BRING THE SEXY BACK" to my blog. ( I think im spelling the name of the song in a proper way, you must know since you like Justin so much)
Paris, well...forget her music, stick to her porno videos.

You know,i cant ask all the people that come here what they listen too...so its another stupid question from you.
Im sorry,i dont want to be so rude!
By the way, how old are you? 10?
Take care




Ah e tal, mana dei uma gargalhada tão SONORA quando li o teu comentário LOL
Pois é...que dizer. Mais um para a minha lista dos aparvalhados.
Mas,tenho de ter cuidado porque pelo tipo de perguntas, só pode ser uma criança lol
Não achas?
Bjs
p.s
Já reparaste que quando estas cenas acontecem , tu tens sempre o privilégio de assistir a tudo em primeira mão lol Sortuda ;)

 
At 8:33 PM, Blogger ah e tal (c) said...

Por acaso é verdade quando os doidos atacam eu vejo logo tudo em primeira mão!!!!!!!!O_O

eu pensei que era uma criança pelos gostos musicais, mas depois as questões são tão estúpidas como disseste que só pode ser alguém no gozo!Além disso ninguém tem tão mau gosto ainda se gostasse tipo de Justin timberlake e pronto Soundgarden/Audioslave NO MINIMO dos minimos!

Fartei-me de rir com "bring the sexy back"!!!LOOOLOL
Cheira-me que é gajo!

 
At 8:37 PM, Blogger ah e tal (c) said...

Mas há outra cena é que o nome do teu blog está em inglês e pode muito bem ter sido uma criança, a procura de qualquer coisa relacionada com alien´s ou então quer um alien para o Natal, mas também não perguntava a tua opinião sobre o que comprar aos outros pelo Natal porque as crianças ´normalmente não tem poder enconómico para dar prendas, só as recebem!

Eu aposto no MIKE!

 
At 8:38 PM, Blogger ah e tal (c) said...

eu fico aparvalhada pela quantidade de pessoas que se lembrarm de escrever coisas sem lógica nenhuma no teu blog!é com cada um q eu não consigo disfarçar a reacção!

 
At 8:40 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Ah e tal, mana claro que é um gajo!lol
Eu tenho é de lhe dizer para colocar estas questões noutro POST porque não fazem sentido aqui.

Anonymous, agradecia que as próximas questões fossem colocadas no meu último POST.Este é sobre um CONTO.

Vamos lá a ver se ele lê português! ;) lol
´
Agora tenho de ir para a fisiotierapia. Vamos aguardar!
Beijossssssssssssssss maninha

 
At 9:45 PM, Blogger ah e tal (c) said...

Beijos querida!!!

p.s: gostei dessa "Anonymous, agradecia que as próximas questões fossem colocadas no meu último POST" LOL

 
At 2:49 AM, Blogger Cruzeiro said...

Gostei muito do teu conto...o natal deveria ser todo o ano e não deveria ser transmitido através do consumismo desenfreado, mas infelizmente a grande maioria das pessoas não pensa assim.

 
At 9:09 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Obrigada Cruzeiro.
E sim, tens razão...a realidade é que o Natal é QUASE sinónimo de consumismo.
Digo quase, porque adoro o Natal, é aquela época do ano em que tenho a famila toda reunida sobre o mesmo tecto...e duas crianças lindas, mas irrequietas a correr por todo o lado. E essa é a melhor parte do Natal para mim.
bjs

 
At 4:41 PM, Anonymous Anonymous said...

This comment has been removed by a blog administrator.

 
At 10:04 PM, Blogger African Queen said...

Wow! isto é que é ir ao baú para comentar :). Muito fixe! Gostei da maneira como consegues desenvolver a história com todos os ingredientes necessários com uma ´sintese tão grande.
Agora eu confesso que tenho problemas com o Natal... cada vez é mais penoso para mim: a família já não é o que era no tempo em que éramos quase vinte primos e montes de crianças (eu sei k tb tenho culpa, não me reproduzi :), o clima de euforia e consumo desenfreado dá-me cabo dos nervos, a obrigação social dos jantares e almoços de natal Arghhhhh!... enfim, é um periodo de emoções contraditórias para mim, mas continuo a acreditar no pai natal, sem dúvida, aquele tipo de pai natal que retratas no teu conto. O pai natal que existe em cada um de nós qd mostramos o nosso lado mais solar.
Obrigada pela oportunidade de ler isto à posteriori.
Beijocas

 
At 11:13 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Miss A.
Ainda bem que gostaste do meu conto. Eu disse-te que não era uma história de natal comum até porque o cenário aonde se desenrola também não o é.
Sabes de certa forma eu entendo o que disseste quanto ao "teu" Natal. E entendo porque em tempos também tinha sempre a casa cheia a ADORAVA, infelizmente devido a doenças a familia ficou reduzida, no entanto sabes uma coisa...os nossos natais de quando eramos pequeninos, eu o meu irmão e o meu primo ( que é como um irmão mais velho) foram tão felizes. Com a minha tia/tio pais e avós que criaram um laço tão forte entre nós nesta epoca que não te sei explicar....os meus tios já não estão entre nós e o meu primo teve de ir viver para o Algarve, casou e tem duas filhas. Mas, o natal é sempre passado em casa dos meus pais. Com os meus dois anjinhos, as filhas deles, e de cada vez que olhamos para elas, lembramo-nos de nós. Eu lembro-me da cara da minha tia quando eu sorria por ela me dar algo para eu pintar, e agora vejo o mesmo nas minhas meninas. Sim a familia está mais pequena...mas os meus pais, os meus tios deixaram algo de precioso...não te consigo explicar. E só para entenderes a mulher do meu primo não se importa e adora passar o natal connosco porque sabe que é especial para o meu primo ser passado connosco...porque sempre o foi desde pequenino. É dificil de explicar lol

Até o consumismo parvo, faz parte da nossa tradição. Nós vamos às compras JUNTOS. Compramos juntos o que vamos dar aos meus pais. O que vamos dar uns aos outros lol É de doidos eu sei...é uma tradição que começou com uma prenda para a minha avó, é uma história longa.

As palhaçadas para as miudas. Como nos faziam a nós...

Eu adoro o Natal porque quando olho para trás lembro-me o quanto fui feliz e eles conseguiram fazer com que o nosso sentido de familia, de união....não sei...não dá para explicar. É como se fosse o passar de uma felicidade e continuar a vivê-la. E quem sabe se eu também não aumento a familia lol ou o meu irmão


Beijinhos
p.s revelei isto porque o post é antigo e ninguém a não ser tu o vais ler....;)

 
At 4:02 AM, Blogger African Queen said...

:) Como te entendo. Era precisamente esse o meu espirito de Natal, mas infelizmente a família foi-se desfuncionalizando: alguns pilares desapareceram, outros membros separaram-se e os laços entre as pessoas foram-se diluindo. No ano passado fiz algo que achava impensável, aí pela 1.30 da manhã resolvi ir ter com amigos ao nosso bar preferido que está sempre cheio na noite de natal (algo k eu não compreendia). Foi um marco doloroso mas definitivamente acredito que os amigos são a família que nós escolhemos e portanto curei-me depressa e este ano o mais certo é fazer o mesmo :)
Enfim e para terminar que isto vai longo :) só te digo que de facto a versão original "o amor é fodido" é do Miguel esteves cardoso. a outra é da minha autoria porque não concordo com a dele. O Humor é fodido... o amor é muito pior :)

 
At 4:39 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Miss A, começando pelo fim. Eu li o AMOR É FODIDO do Miguel ;)

Só para te dizer. Como te disse já fomos muitos. Hoje, a base são apenas os meus pais( dos originais). Os outros sou eu, o meu mano e o meu primo. Que como te disse tem duas meninas pequenas e mulher.

Já não somos aquela GRANDE FAMILIA que eramos. Mas, mesmo antes das meninas, que são pequeninas terem nascido. Quando eramos apenas nós os três e os meus e os meus pais....ups mais a mulher do meus primo. Havia sempre aquele sentimento de natais passados e que nós estavamos ali e que aqueles que não estavam era como se estivessem e nós iamos fazer do nosso pequeno natal um grande natal. Foi algo maravilhoso que a minha tia e avós conseguiram deixar para a nossa geração assim como os meus pais e que hoje em dia nós vivemos e estamos a passar para as meninas.

Eu sei que há familias em que isto não se dá. Mas como eu fui tão feliz na minha infância, fomos os 3 até determinado acontecimento muito doloroso...é assim que encaramos o Natal. Somos adultos/crianças nesta altura. Adultos porque adoramos ver as miudas e crianças porque vivemos o presente recordando o passado.

beijinho linda

 
At 4:09 AM, Blogger Kableira said...

This comment has been removed by the author.

 
At 4:25 AM, Blogger Kableira said...

O Pai-Natal é daquelas coisas que existe, assim nós queiramos. É como um deus. Ou se acredita ou não.
E é-se mais feliz se se acreditar em alguma coisa. Seja ela o que for.

Um optimo natal! E ano novo tambem se na nos virmos até lá!

 
At 6:36 AM, Blogger Sentir said...

Querida, lindo teu conto.
Sensível como te vejo.
Um conto, depois te conto, vou te falar do meu primeiro presente deste Natal, que veio doutro lado do mundo, acho que d'outro mundo. Confesso que gostei muitíssimo dele, até por ainda não ter recebido outro, lol, brincadeira. Adorei de verdade. Muito mais que uma prenda, foi um ato de carinho e de afeto. Nunca será esquecido.
Face a ele, apesar do mundo andar tão complicado, as pessoas se tornarem tão difíceis de convivência e a esperança ficar sempre trancada. Posso dizer que ainda tenho algum sentimento de fé - em poucos seres é verdade. Mas, sou capaz de acreditar na beleza dos gestos. Na amizade. No querer bem. E no pai natal que vive dentro de cada um de nós.
Obrigada pelo divertido ano.

2008 será um ano muito bom, fiz meus cálculos, será dez!
2+0+0+8=10!

Um beijo no teu coração.
E no de todos que passam por aqui, por ali, por acolá, pelo mundo.

 
At 12:07 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Kableira

"E é-se mais feliz se se acreditar em alguma coisa. Seja ela o que for."

Não podia de estar mais de acordo contigo. Nem que seja em acreditar que no meio de tanta gente que não presta existem alguns que valem a pena ;)

Beijinhos e um Feliz Natal





SENTIR

Obrigada :) Fico feliz por teres gostado, de verdade que fico.


"Confesso que gostei muitíssimo dele, até por ainda não ter recebido outro, lol, brincadeira"

Sabes que és das pessoas que mais me faz rir? lol Doida.

"Posso dizer que ainda tenho algum sentimento de fé - em poucos seres é verdade. Mas, sou capaz de acreditar na beleza dos gestos. Na amizade. No querer bem. E no pai natal que vive dentro de cada um de nós."

Querida Sentir, era mesmo essa mesma a mensagem do texto.

2+0+0+8=10! SÓ TU MESMO!

Um grande beijinho para ti minha querida Sentir e tudo de bom neste NATAl...aproveita ao máximo aí nesse brasil ;)

 

Post a Comment

<< Home