Thursday, October 25, 2012

Alien_79c096_266753.gif


A Igreja católica
não sabe nada de nada.
 
Como começar a atirar para o ar uns pensamentos meus, que já devia ter abordado? Tenho plena consciência de que muitos dos leitores vão achar este texto um disparate e nem vão ponderar levar nada a sério. Não faz mal, se este apenas vos fizer rir, já é um prémio para mim.
 
Fora de brincadeiras:
Não acredito na igreja católica, nem em nenhuma outra que é apenas uma variação de muitas outras.
Não acredito nos padres porque usam palas. Foi-lhes feita uma lavagem cerebral.
Não acredito no Vaticano porque com milhões a morrer à fome a cada minuto que passa, estes apenas sabem ostentar riqueza.
Não acredito nas palavras de um senhor que supostamente deve representar Deus na terra e manda milhões para a morte quando proíbe o uso do preservativo, por exemplo.
 
Se acredito em Deus? Acredito num ser superior, não acredito que tudo foi obra do acaso. Existem provas à nossa volta, que para mim, são mais do que óbvias de que foram obra de um ser superior. O próprio ser humano é perfeito demais, na sua constituição fisica para ser prova do acaso.
 
Estas palavras todas para vos dizer algo tão simples, mas tinha de vos enquadrar para depois mergulhar no tema. Os humanos necessitam sempre de uma introdução para todos os assuntos que lhes são apresentados. Bicho estranho.
 
Aqui vai: agora que já sabem no que não acredito, vou vos contar no que acredito.
 
Acredito em Jesus. Acredito que este ser passeou pela terra, no entanto aquilo em que acredito de verdade é que este era um ser alienígena. Pronto, parem lá de rir e leiam o resto.
 
Os milagres. Acredito. Não no sentido dado pela Igreja , mas no sentido de que Jesus detinha "poderes" fora do alcance de qualquer ser humano. Acredito na multiplicação dos pães, no andar sobre a água, no curar terrestres, no voar. Esta última não acredito ter lido em lado algum, mas porque não?
 
A pergunta : como podes acreditar em Jesus, se este é o " trunfo" de várias religiões?
Acredito porque para mim é uma explicação muito mais plausível do que aquela de que este veio à terra para morrer por nós.Ele foi morto pelos romanos, ponto final.
 
Se Jesus regressasse hoje à terra, teria vergonha das religiões que nos rodeiam. Ele, segundo dizem: expulsou uns terrestres que vendiam tralha à porta de um templo. Nos dias de hoje a Igreja católica faz  o mesmo que esses "vendilhões" . Quanto mais dinheiro entrar nos cofres do Vaticano melhor. Quantos mais terços forem vendidos, melhor. Medalhas em prata ou ouro, excelente. Mas afinal, eles não entenderam a mensagem do ser alienígena?!
 
Sei que somos observados - são convicções minhas - , mas não por um Deus castrador, mas pelos seres que nos colocaram aqui.
 
Expliquem-me como é possível a terra ser mais nova do que as supostas células de onde nós viemos? Isto foi dito por cientistas, não por mim.
Voltando a Jesus. As luzes que por várias vezes deixaram inconscientes os apóstolos eram raios enviados por Deus? Nope. Para mim essas luzes não passavam de meios de comunicação entre Jesus e os seres alienígenas que o colocaram aqui.
 
Esta conversa toda, pode não fazer sentido para a maioria dos terrestres, mas é uma teoria que partilho há muito tempo.
 
A pergunta mais frequente: mas se ele era um alien e se andamos a ser observados à séculos, porque motivo eles não se dão a conhecer? Vão ao Google e escrevam; luzes de Phoenix. Uma cidade inteira filmou, fotografou a maior e mais intensa aparição de objectos voadores não identificados na terra, que permaneceram nos céus por mais de 40 minutos.
 
Para finalizar, gostava que em vez  de acreditarem em tudo o que vos dizem, ou terem o comportamento que é esperado de um ser humano,o de nunca contestar nada que possa ser tido em conta como um disparate perante a sociedade. Gostava que tentassem juntar os pontos. Parar para pensar.
 
A informação é poder. Não somente para contribuir para um emprego melhor, ou uma cultura geral mais profunda, é poder para crescermos interiormente. Para olharmos para algo e analisarmos o que não está à vista. De não nos contentarmos com o que está pré-estabelecido.
 
Não acredito em coincidências, não acredito no poder de apenas um olhar, não acredito em mitos criados com o intuito de nos atirarem areia para os olhos.
 
Acredito sim, em algo que não me farto de mencionar:
É mais o que nos escondem do que aquilo que nos contam.
 
Não custa nada duvidar.
 
Mas isto sou só eu

44 Comments:

At 4:02 AM, Blogger RuiPFG said...

as luzes, ainda acredito, eu tambem vejo o "antigos extraterrestres", mas milagres? Porra, quantos amputados e que tu conheces, e que foram agraciados com o milagre de lhes crescer uma perna nova? A fé deles e menor que a dos que teem treçolhos e unhas encravadas?

 
At 8:25 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Rui, Ruca

Não confundas o passado com o presente. Quando me referi a milagres foram aqueles supostamente praticados pelo ser Jesus. Por isso a ironia não se aplica aqui, a não ser que eu estivesse a mencionar milagres actuais...ou que dizem poder ser milagres. Não o fiz!
Um grande beijinho, já tenho saudades tuas. Aonde nos encontramos agora??

 
At 4:33 PM, Blogger Felina said...

Olha essa do ser humano ser demasiado perfeito deixa me com muitas dúvidas, tendo em conta a quantidade de disparates que ele tem feito aqui terra.
Mas sim de olharmos bem como o corpo humano funciona é uma obra extraordinária, mas se é obra de Aliens quem criou os Aliens?

Foram me transmitido uma série de tretas que já não acredito em nada, agora é ver para crer como dizia o são Tomé amigo de Jesus

Beijoca

 
At 5:53 PM, Blogger Vício said...

e com tudo isto, pergunto... as bactérias mostraram o BI para comprovar a idade?

PS - espero que estejas melhor!

 
At 7:02 PM, Anonymous Anonymous said...

Ui ui.
As possiveis respostas a este post correm o risco de serem maiores do que a Biblia!
Se tiver tempo volto com algumas. Por agora, o ponto foi picado ;-)
Quando tiver datas definitivas de presença na Tugalandia pelo Noel digo-te...
Bjos

Gemini

 
At 11:14 PM, Blogger Diana Filipa Fonseca said...

Concordo com parte do post.

 
At 11:15 PM, Blogger Diana Filipa Fonseca said...

P.S.: Gostei do "saltitona" =p

 
At 11:28 PM, Blogger Alien David Sousa said...

FELINA

Gata, claro que eu me referia ao ser humano como uma máquina. É perfeito, demasiado para vir do acaso, ou de uma suposta evolução ao longo de séculos.

Quanto à tua segunda questão e falando por mim, o mesmo ser que criou tudo o que nos rodeia, as infindáveis galáxias que existem semelhantes às nossas, onde acredito existirem seres como nós. Ainda há 2 meses foi descoberta uma galáxia igual à nossa, não sei se leste sobre isso.
O processo que se deu na terra acredito que se tenha dado noutros planetas, por isso eu dizer que acredito numa entidade superior. Não num Deus castrador, ou noutras tetras.

"Foram me transmitido uma série de tretas que já não acredito em nada, agora é ver para crer como dizia o são Tomé amigo de Jesus"

A minha mãe é católica, o meu pai agnóstico, cresci num ambiente normal, a minha mãe nunca me impôs nada...a dado momento comecei a questionar tudo e ela a ouvir. Até esta minha teoria de Jesus ela já ouviu.
Eu não acredito que necessite de ver para crer. Gosto de pensar sobre tudo o que me dizem e depois começar a duvidar de tudo até chegar a uma conclusão só minha.
Vou descartando ideias até chegar a uma que faça sentido na minha cabeça. Mas olha Gata, também não o faço à toa, já li muita coisa e continuo a ler. Já li coisas sobre seres alienígenas que acho ser um perfeito disparate, vindo de pessoas obcecadas por tudo o que tenha a ver com outros seres, a questão aqui - quando leio - é a de descartar o que acho ser treta!
Agora, como o disse: não custa nada duvidar de tudo.Ler e tirar conclusões, observar e duvidar e por aí a fora.

Festinhas :)

VICIO

LoooooooooooooooooooL

Não te posso dizer. Vi num programa tipo o 60 minutos e dito por supostos cientistas. Como chegaram eles a esta conclusão é coisa que está fora do meu alcance, no entanto na minha cabeça faz sentido por o relacionar com outras teorias em que acredito. Mas teria tido a sua piada ver as células todas em fila a mostrar o B.I lol
Kisses V.V


GEMINI

De ti, até tenho medo do que possa vir por aí. Tu sabes muito bem ler-me. Conheces-me de uma forma irritante e assustadora, tendo em conta o nosso historial.
Lindo menino, veio picar o ponto ;)
Beijinhos my secret affair,vou ficar à espera dessas datas :)))) Um dia destes o Alien macho vai começar a duvidar da nossa amizade.Vais ter de começar a andar armado, tipo com uma faca do Rambo lol

 
At 11:30 PM, Blogger Alien David Sousa said...

DIANA

Fiquei com curiosidade. Vais ter de me dizer com que parte concordas-te! Please.
Beijnhos saltitona lol Tenho ou não razão para te ter dado esta alcunha ? ;)

 
At 1:03 AM, Anonymous Anonymous said...

Andas a ler o MEIN KAMPF ou o Evangelho segundo jesus cristo????

OPIUM99

 
At 1:17 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Anónimo

Por acaso há uns anos atrás tentei ler Mein Kampf mas foi coisa de pouca dura, cheguei a meio e resolvi ir ler algo que não me fizesse perder tempo.
Quanto ao evangelho...PLZ! Lê o texto outra vez. Estou tão cansada de andar constantemente a pedir-te para leres os textos 2 vezes. Nunca chegas lá à primeira.

 
At 6:53 PM, Blogger Felina said...

Fui criada numa família católica praticante , ainda me lembro de todos os dias rezar o terço ao som da Radio Renascença as 6,30, mas com nove anos de idade comecei a implicar com os padres, não percebia o que eles tinham a mais que as outras pessoas e fiz a comunhão solene sem me confessar, a partir daí não parei de questionar tudo, neste momento ninguém é capaz de satisfazer a minha curiosidade, tudo o que ouço e leio são meras suposições, eu acredito que haja outros seres vivos noutras galáxias, é perfeitamente normal, idênticos aos humanos ou diferentes , agora diz me se foi essa entidade superior que criou o universo quem criou essa identidade? Outro ser ainda mais superior? Seremos nós um universo dentro de outro universo que por sua vez está dentro de outro universo, leva nos à velha pergunta quem nasceu primeiro o ovo ou a galinha?
Agora imagina um pedaço de carne crua, se a deixares num prato durante meses, ela devia simplesmente secar até ficar em pó, mas não, o que acontece? é que do nada aparecem ali umas larvas comilonas, de certeza que não vieram em nenhuma nave espacial, outra coisa intrigante, de certeza que já reparaste, há pessoas que se olhares com atenção têm fisionomias parecidas com certos animais… a vida é um mistério, mas para haver vida basta agua e sol…

Beijoca

 
At 7:08 PM, Blogger Sophia said...

Gostei do texto, não me deu para rir.
Não acredito que Jesus tenha sido alienígena, mas apenas um Homem. Um homem excepcional que inspirou homens e mulheres do seu tempo.

A Fé presume-se cega, acho eu que faz sentido que assim seja em todas as religiões que impõe regras que não querem ver desobedecidas.
Se nunca duvidarmos, não aprendemos, não somos mais do que mais um no conjunto, nunca assumindo a individualidade!

Baci ;)

 
At 9:13 PM, Blogger JCA said...

a fé e de cada um de nós e cada um têm essa fé à sua maneira.

seja ao Sol seja à Lua, seja à pornografia, seja ao Deus habitual.


os senhores das Igrejas, são maiorais que querem manter o seu pasto e as suas quintas.

insistem em viver presos noutro universo para serem o que são.

se gostares dos livros do "orelhas" lê-os, recomendo-te o penúltimo dele que toca de uma maneira curiosa nestas coisas da fé (um outro anterior para aí o 4º também)

 
At 10:06 PM, Blogger Diana Filipa Fonseca said...

Concordo sobretudo com o facto de que existem demasiadas pessoas a passar fome no nosso país e nas raríssimas vezes que vou à igreja da minha terrinha aquilo reluz para caraças! Enfim --.

É verdade, tens toda a razão, sou uma saltitona no que toca ao blog, infelizmente. Mas a culpa já não é do facebook porque esse praticamente só uso para passar tempo a jogar. Tenho de passar mais tempo a escrever.

Agradeço imenso o facto de achares que escrevo bem e relativamente à relação, não acho que seja demasiado intensa, eu é que secalhar dou muita intensidade às palavras que uso, hehe

 
At 10:11 PM, Blogger Diana Filipa Fonseca said...

Ou escolho.*

 
At 3:07 AM, Anonymous Anonymous said...

Olá de novo.

Obrigado pelo que pensas de mim... Vou tentar não desiludir muito então...

Como sabes, detesto assuntos “pescadinha de rabo na boca”:
Alguém se lembra de defender a sua posição num tema controverso,
Fase de discussão incendiária
Fase de “let's agree to disagree”
Assunto controverso seguinte.
Não vou ter a arrogância de dizer que “estou acima disso”, mas vou tentar chegar ao fim sem passar pelo meio. A propósito: curti a tua introdução (embora não seja muito fan de longos textos) e o tom. Parecia quase um “disclamer” para evitar a parte da “discussão incendiária” da pescadinha.
Mas depois, horrorizado, deparei-me com um cardume de pescadinhas: Jesus, Milagres, Deus e, claro, Aliens!
LOL
Eu tenho um protocolo para isto: quando um tema é complicado, mais vale simplificar para responder a uma pergunta geral grande do que se afogar nos detalhes.
Aqui vai então a minha humilde opinião (que vale o que vale e será certamente simplista):
RELIGIÃO
(o título alternativo seria: “o Homem é inteligente, mas as pessoas são preguiçosas e estúpidas como a merda”)
As religiões pretendem enaltecer as nossas qualidades de caracter e estabelecer regras para um mundo melhor, mais justo. Mas, como a sua existência, manutenção e interpretação dependem do Homem, acabam por refletir também os nossos defeitos.
Seguir cegamente regras é para quem não está para pensar. É tão mais fácil seguir os outros… A única forma de as religiões “servirem a sua função” (pelo menos a função que acima digo terem) será de não serem vistas como regras de uma ditadura, mas como a história da consciência humana. Usem-nas antes para suscitar uma reflexão interior que o Homem nunca deve parar de ter. Querem um mundo justo? Percam um pouco de tempo a pensar no que é verdadeiramente justo e, para isso, ajuda ver como o Homem tem visto o assunto ao longo da história. Cada um de nós poderá, então, aprender mais sobre si e evoluir, em vez de passar a responsabilidade a uma instituição.
Uma coisa que me faz revirar os olhos (e que não disseste aqui, eu sei) é: Deus não existe porque existem guerras, doenças, morte, fome, sofrimento… blá, blá, blá. LOL NADA A AVER! Não vou voltar à carga, mas “shit happens” e, se querem justiça, lutem para transformar o mundo no que querem que ele seja.

JESUS
Jesus Cristo (super star) foi a Lady Gaga da antiguidade: existiu certamente, mas não podemos acreditar em tudo o que se diz e escreve. Sem acesso a dados concretos, não vejo (pessoalmente) necessidade de inventar teorias.
O que me leva aos assuntos seguintes onde as nossas opiniões começam a divergir bués: Aliens? Milagres? Pleeeeease! Juntar os pontos? Os nomes das constelações também são só o resultado de muita imaginação na junção de pontos ;-) Gosto de inventar histórias malucas, mas ainda não transformei nenhuma em complot. LOL Mas, prontos, jogarei a carta do “let's agree to disagree” porque, como dizes: Não custa nada duvidar!

DEUS
Só faltava eu abordar o tema de “Deus”… Resumidamente, temos uma visão MUITO diferente! Acredito à minha maneira, sem “rebaixar Deus a uma entidade inteligente”. Acredito de uma forma que me deixa acreditar nas coincidências.
Sorri quando li que o “ser humano é perfeito demais, na sua constituição física para ser prova do acaso”. O acaso é, até agora (e desde Darwin), a melhor explicação para essa “perfeição” que alguma vez conheci. Talvez não te tenham explicado bem a que nível o acaso funcionava. Um problema frequente é que as pessoas têm dificuldade em distinguir o “calhou as coisas darem nisto” da ideia romântica de que “era destino” ou “vontade de entidade superior consciente”. Não lemos um livro da mesma maneira quando já sabemos o fim.

Pronto… ainda bem que amanhã é Sábado, porque me vou deitar tarde.

A bola está do teu lado.
Bjos
Gemini

 
At 4:53 PM, Blogger Mal Educado said...

o JC era Judeu (hoje seria daqueles mais radicais) e foi despachado por Judeus.

a Igreja Cristã, agora Católica, apareceu pela porta aberta pelos Romanos.

Aproveitou o que havia e estabeleceu-se como poder... e assim ficou até aos dias de hoje.

São uma cambada de estupores, decrépitos, fora de prazo, falsos e amoralistas, entre outras merdas complicadas de escrever.

Cada um deve acreditar naquilo que lhe dá segurança para seguir ou arrastar com a vidinha para a frente.

Viva os aliens e se forem de me mostrar o dedo (ou outras partes menos públicas) ainda melhor

 
At 1:57 AM, Blogger João said...

Concordo com o que escreveste.

Aliás, já sabias que concordava, uma vez fiz um post sobre precisamente isto.

Bj

 
At 8:00 AM, Blogger Alien David Sousa said...

FELINA

Gata, desde já duas coisas; adorei o teu comentário e apenas não respondi antes porque fui para fora no fim-de-semana.
Não querendo ser injusta para ninguém, quando li o teu comentário pensei para mim: aqui está alguém que pensa, que colocou questões que são válidas e demonstram que existe muita coisa aí dentro dessa cabeça de gata.

"neste momento ninguém é capaz de satisfazer a minha curiosidade, tudo o que ouço e leio são meras suposições,"

Isso é bom, quer dizer que ainda andas à procura de algo que faça sentido para ti e só para ti, porque andar a emprenhar pelos ouvidos com coisas que outros possam dizer é para os tolos.

"agora diz me se foi essa entidade superior que criou o universo quem criou essa identidade? "

Excelente questão. Eu posso ter na minha cabeça uma quantidade infindável de teorias para a tua questão, mas não passam disso; coisas minhas em que acredito e que podem ser um disparate porque posso pensar estar perto da verdade estando a quilómetros de distância. Talvez um dia possamos conversar sobre isso. Acho que são teorias pessoais e longas para esta caixinha , mas adorei o facto de tu teres chegado lá. De teres questionado afinal quem foi o criador do criador.

"Seremos nós um universo dentro de outro universo que por sua vez está dentro de outro universo, leva nos à velha pergunta quem nasceu primeiro o ovo ou a galinha?"

Até podes estar a viver vidas paralelas, quem sabe? É juntar os pontos como disse e chegar à conclusão que mais sentido faz para nós. Duvidar , duvidar, duvidar e pensar...acho que é por aí que chegamos a qualquer lado.

"de certeza que já reparaste, há pessoas que se olhares com atenção têm fisionomias parecidas com certos animais…"

E alguma vez deste de caras com uma pessoa que se parece tanto contigo que é assustador?

Não acredito em coincidências, essas para mim são para aqueles que não querem ter trabalho a pensar.Volto a frisar, acredito em tudo o que escrevi, não foi um daqueles textos para ver a vossa reação e sei que ainda me falta muito para juntar as peças, mas já comecei a montar o puzzel.

Para finalizar, respondi ao teu comentário em separado porque sabia que iria escrever bastante e depois esta caixa não me deixa publicar. Apenas quero que saibas que o teu comentário fez com que agora olhe para ti de forma diferente ,o que é sempre bom descobrir facetas que mudam para melhor a opinião que temos de alguém.
Não que a anterior fosse má ;)

Festinhas

 
At 8:14 AM, Blogger Alien David Sousa said...

SOPHIA

"Não acredito que Jesus tenha sido alienígena, mas apenas um Homem. Um homem excepcional que inspirou homens e mulheres do seu tempo."

Se eu encarar esta tua frase como uma "confisão" ;) de que acreditas que Jesus era filho desse ser castrador, acreditas também nos vários milagres que lhe são apontados. Se acreditas, claro que ele era um ser excepcional...no entanto era um ser com poderes fora do alcance dos outros mortais. Poderes esses que devem ter vindo de algum lado, certo? Ele não inspirou apenas com palavras, mas também com esses supostos milagres que se espalharam por todo o lado. De onde vinha esse poder? A minha resposta tu já sabes! ;)
Baci



JCA

"os senhores das Igrejas, são maiorais que querem manter o seu pasto e as suas quintas.

insistem em viver presos noutro universo para serem o que são."

Sim, por vezes é muito mais simples viver numa mentira do que assumir que a realidade é outra. Acredito que muitos desses senhores já se questionaram sobre o mesmo que muitos de nós, mas falta coragem para assumir essas mesmas questões. Outros têm palas e como disse no texto sofreram uma lavagem ao cérebro profunda.
Obrigada pelas sugestões.

DIANA


"raríssimas vezes que vou à igreja da minha terrinha aquilo reluz para caraças! Enfim "

LOL

Teve piada a forma como o descreveste,não tem piada o saber que existe tanta gente a morrer de fome e a igreja católica apenas ostenta o luxo.

Não sou uma pessoa de fazer elogios à toa, nunca o fui, não necessito de dizer a alguém algo com o intuito de cair nas graças dessa pessoa. Acredita.
Quanto à intensidade de que falas, apenas te digo que viver numa montanha russa deve ser complicado, andar umas poucas vezes até que é divertidp, agora quanto se torna algo tão intenso ao ponto de ser todos os dias, o carrinho pode descarrilar. Pensa nisso. Disse-o porque já passei por isso.
Beijinhos saltitona

 
At 8:43 AM, Blogger Alien David Sousa said...

GEMINI

Tive de abrir uma caixinha só para ti lol tal como fiz à gata.

"Parecia quase um “disclamer” para evitar a parte da “discussão incendiária” da pescadinha."

Sacaninha, irritas-me...vês é nestas coisas que digo que é assustador o que tu consegues tirar dos meus textos e a forma como entendes as minhas intenções, porque neste caso foi mesmo essa a ideia!!! :P

"Mas, como a sua existência, manutenção e interpretação dependem do Homem, acabam por refletir também os nossos defeitos. "

Concordo plenamente, mas quando a realidade ou supostos defeitos dos homens alteram por completo uma realidade, luto contra isso. Nem que tenha de dizer cara-a-cara a um padre que Jesus era um ser alienígena. O que vale é que o padre é amigo de uma amiga da minha mãe e deu-me desconto, mas quando nos esbarramos em festas sinto o desconforto por parte dele quanto à minha pessoa.

"em vez de passar a responsabilidade a uma instituição"

Sabes, no caso da Igreja, a única responsabilidade que lhes passo é a de serem uma instituição que como muito bem o descreveste é comandada por homens com defeitos...agora, não atirem areia para os olhos daqueles que gostam de ler, pensar e observar que é uma instituição podre. Não cumpre o que prega ,mas isto dava pano para mangas e não é só por aqui...

"Deus não existe porque existem guerras, doenças, morte, fome, sofrimento… blá, blá, blá. LOL NADA A AVER! "

LOL

Sabes que nunca iria escrever um disparate desses. Até porque nesse Deus eu não acredito, ficou claro no texto.

"Gosto de inventar histórias malucas, mas ainda não transformei nenhuma em complot"

Aqui discordamos mesmo. Para mim não existe complot nenhum. Eu poderia ter criado aqui um, voltando a falar sobre o assunto tabu da igreja. A possível relação do ser Jesus com Madalena e a possível linhagem criada por estes. Não vou por aí, o que para ti pode parecer absurdo, para mim pode ser ainda mais absurdo aquém não ver as coisas como as vejo. No entanto e ainda bem que somos todos diferentes porque apanhando uma coisa aqui, outra ali, quem sabe se não nos ajuda em algo que perseguimos.

Há quem acredite em Buda, há quem acredite na Cabala, há quem acredite na Igreja católica. Eu, acredito em algo, neste caso jesus por variadissimas razões. Minhas. Conclusões a que cheguei pensando pela minha cabeça. Não inventei nada,acredito piamente no que escrevi porque juntei os meus pontos como tu brincaste. Os meus pontos, as minhas leituras, os meus pensamentos , os meus programas de televisão. Tudo aquilo que vivi, levou-me numa determinada direcção. É apenas isso.

O acaso. Não, não acredito. Da mesma forma que não acredito que o nosso destino já esteja traçado. Não acredito em coicidências, não consigo , porque ao contrário do que escreveste; é muito mais fácil dizer que algo é obra do acaso do que parar para pensar o porquê de algo ter acontecido. Se é tudo obra do acaso então porque motivo devemos parar para pensar?? Não acredito que nunca te tenhas deparado com uma situação em que ficas com um bichinho aí dentro que te faz parar para pensar o porquê de algo estranho, singular te aconteceu...
A sério, acredito que devemos ouvir a vida, isto pode parecer foleiro dito assim, mas se a ouvirmos, se pararmos para pensar em determinadas situações, chegamos a conclusões que nos podem surpreender.

Nada neste universo é obra do acaso. Acredita que acredito nisto ;)

Como sempre, concordando ou discordando, gosto de ouvir os teus pensamentos. Fica sempre algo.
Beijinhos my secret affair. Se nos virmos no Noel, teremos todo o tempo do mundo para falar sobre isto :))

 
At 8:48 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Mal Educado

"Cada um deve acreditar naquilo que lhe dá segurança para seguir ou arrastar com a vidinha para a frente.

Viva os aliens e se forem de me mostrar o dedo (ou outras partes menos públicas) ainda melhor"

No teu jeitinho muito especial lol Fizeste-me rir. Mas também escreveste algo sensato, cada um acredita no que quer e deve deixar os outros sossegados no seu canto.

Aqui vai o dedo= oOo

lol

JOÃO

Para ti nada disto foi novidade! Não sabia que já tinhas escrito sobre isto. Já agora envia-me o Link para eu ler, ok?
Beijinhos

 
At 2:41 PM, Anonymous Anonymous said...

Olà

Antes de mais, as tuas respostas aos comments fazem-me recordar porque deixei de blogar. Too much work! Mas ainda bem que hà quem tenha coragem para o fazer!
Muito do que disseste cai na classe do “let's agree to disagree”, pelo que não necessita de mais desenvolvimento (por agora... LOL). Com uma excepção: o acaso.
Pensas mesmo que “é muito mais fácil dizer que algo é obra do acaso do que parar para pensar o porquê de algo ter acontecido”?
Como biologo, fiquei revoltadissimo com esta resposta porque ela sugere que usamos “o acaso” como resposta a uma pergunta e ficamos por ai. Tipo: “porque é que o Homem tem cinco dedos? Ah, foi o acaso! Lai, lai, lai... ok, esta foi fàcil! Next! Ai, ai, esse tal de “acaso” é o novo Deus: responde a tudo! Science is easy! LOL”
Na verdade, ter a coragem de admitir que muitas coisas foram o resultado do acaso, implica que TUDO é POSSIVEL, o que nos abre a uma panoplia de respostas e hipoteses brutal!
Seria muito mais fàcil (e, ao mesmo tempo inùtil, diga-se...) dizer que aliens queriam influenciar o desenvolvimento das espécies no planeta Terra, com um intuito que eu teria de inventar ao mesmo tempo. A tua visão é a mais fàcil, porque se a seguisse eu estaria a fazer um carrapito imaginàrio a partir de um cabelo, sem perder tempo a explicar CADA PONTO QUE DECIDI JUNTAR (algo que se tem de fazer em ciência by the way) e fundamentar com dados concretos, mesuràveis, o que estava para ali a desbobinar.
Mas agora tu poderias defender que, se tudo é possivel, então a tua teoria também o serà! Ao que eu responderia: claro que sim! Mas tens de saber explicar e testar o que dizes.
Volto a dizer que acho que não te ensinaram bem a que nivel o “acaso” tinha um papel.
As minhas desculpas, mas vou transformar este comment numa lição de biologia.
Por exemplo: sabias que alguns parasitas actuais practicamente não têm cérebro, quando descendem de animais com um sistema nervoso central mais desenvolvido?
Qual consideras mais evoluido? Os actuais ou os que têm um cerebro? O “ser mais evoluido” implica ter um conjunto de caracteristicas que resulta numa melhor sobrevivencia e reprodução num dado habitat.
Com as diferentes gerações, mutações ALEATORIAS (é aqui que o acaso pode entrar) geram pequenas diferenças (a propria reprodução sexual é geradora de variedade... mas estou a divagar). Contudo, os variados seres que são resultantes vão ser seleccionados de uma forma que NÃO TEM NADA DE ALEATORIA. No exemplo que dei dos parasitas: um cerebro não constitui uma vantagem para um parasita que so precisa de estar agarrado ao hospede a alimentar-se e reproduzir. Na verdade, como um cérebro gasta imensa energia, os parasitas com menos cerebro são mais energeticamente eficientes (e, portanto, mais adaptados ao seu modo de vida/mais evoluidos).
Mas o acaso teve mais papeis aqui:
- existem outras formas de adquirir uma maior eficiencia energetica (para alguns, calhou ser esta, mas repara que dà trabalho perceber a historia e compreender a selecção não aleatoria que ocorreu)
- podem ter havido outras soluções bem melhores que ocorreram, mas que tiveram o azar de desaparecer por razões diversas como desastres naturais.
- pode ser que o acaso dê oportunidades a um parasita com cerebro de mudar para um habitat onde seja mais vantajoso ter cerebro do que não ter
... etc.

TO BE CONTINUED (Gemini)

 
At 2:43 PM, Anonymous Anonymous said...

Continuação:

Para continuar na tua “visão alienigena”, mas aceitando o papel do acaso: pode influenciar-se a evolução. Como disse, a selecção em si não é aleatoria (embora, muitas seleccões ocorram simultaneamente e aquela que acaba por influenciar mais, pode depender de condições ponctuais que podem ser aleatorias... ok, estou a divagar outra vez). Existe a possibilidade de condicionar a reprodução para favorecer certas caracteristicas. Foi o que o Homem fez (e faz) com imensas especies animais e vegetais na agricultura, por exemplo. Foi também, como sabes, o que Hitler queria fazer com os arianos.
Agora, se pensas ainda, que “é muito mais fácil dizer que algo é obra do acaso do que parar para pensar o porquê de algo ter acontecido”, és tu que precisas de parar para pensar!

Se tivermos tempo no Natal, terei muito gosto em discutir isto contigo.

Bjos
Gemini

 
At 5:58 PM, Blogger Sophia said...

Eu acredito que Jesus teve pai e mãe no sentido literal. Quanto aos milagres... digamos que a história é contada pelo lado conveniente e cientificamente explicam-se todos ou quase todos.
Como disse acredito apenas na Humanidade de Jesus. O resto é história bem gerida.

;) Baci

Não quero com isto dizer que não acredito em alienígenas. O Universo é vasto demais para ser só dos humanos, seria desperdício!

 
At 11:16 PM, Blogger Alien David Sousa said...

GEMINI

"Na verdade, ter a coragem de admitir que muitas coisas foram o resultado do acaso, implica que TUDO é POSSIVEL, o que nos abre a uma panoplia de respostas e hipoteses brutal"

E eu posso dizer-te que existem milhões de possibilidades para uma dada situação porque não existem coincidências. Como irei explicar isto? Conheces a teoria da causa/efeito. Uma determinada atitude pode criar uma causa que obviamente não foi obra do acaso. Claro que existem muitas coisas que são obra do acaso, agora, se queres que acredite no acaso colocando de lado o meu crer em que não existem coincidências. Não sou capaz. Claro que o acaso abre a porta a muita coisa, mas, se andamos por cá ao acaso? Não vou nessa. É no que acredito. E quanto ao que disse no outro comentário, e que referes como : let´s agree to desagree! É mesmo isso. Cada um tem de percorrer o seu caminho, ter as suas vivências, pensamentos, whatever para chegar a uma resposta que faça sentido para si.

"Seria muito mais fàcil (e, ao mesmo tempo inùtil, diga-se...) dizer que aliens queriam influenciar o desenvolvimento das espécies no planeta Terra, com um intuito que eu teria de inventar ao mesmo tempo. A tua visão é a mais fàcil, porque se a seguisse eu estaria a fazer um carrapito imaginàrio a partir de um cabelo, sem perder tempo a explicar CADA PONTO QUE DECIDI JUNTAR (algo que se tem de fazer em ciência by the way) e fundamentar com dados concretos, mesuràveis, o que estava para ali a desbobinar."

Não concordo. Que seja mais fácil para cientistas tentar "juntas os pontos" nesse teu exemplo. Isto porque como muito bem disseste são necessárias provas concretas o que leva esses mesmo estudiosos a andarem constantemente a descartar hipóteses e a verificar as que fazem sentido porque não existem outras respostas que possam justificar determinado evento e acredita, existem MUITOS que até a NASA já admitiu não terem sido obra dos humanos. Mas, isto não tem a nada a ver com o texto, apenas o tem de uma forma enublada.

"Mas agora tu poderias defender que, se tudo é possivel, então a tua teoria também o serà! Ao que eu responderia: claro que sim! Mas tens de saber explicar e testar o que dizes"

LOL

Já o tinha escrito mais acima. E acho mais complicado, muito mais tentar encontrar uma resposta para algo que considero não ser obra do acaso, do que nem pensar nisso e limitar-me a dizer que tudo é obra do acaso, assim, para quê chatear a minha cabeça.

Se isto não fosse uma caixinha pública eu dava-te um exemplo de uma das muitas situações em que o acaso nada teve a ver. E vou mais longe, provar...para ti iria levantar-te duvidas, para mim não. Eu sei o que me aconteceu, e tenho consciência que o seu desenvolvimento não foi uma coincidência. Em privado conto-te.

"Qual consideras mais evoluido? Os actuais ou os que têm um cerebro? O “ser mais evoluido” implica ter um conjunto de caracteristicas que resulta numa melhor sobrevivencia e reprodução num dado habitat"

Sei pouco de biologia comparado com os teus conhecimentos, mesmo pouco...mas o que te posso dizer é que não entendi esta parte. Qual o mais inteligente? A pergunta não será APENAS qual é mais eficaz. Eu tenho um cérebro e não valer nada...como o mencionas quando falas dos parasitas e dos seus paizinhos ou amigos chegados, mas acredito que o meu cérebro permite que no mínimo eu tenha uma vantagem para alcançar algo com eficiência. Inteligência e eficácia para mim são coisas diferentes. Isto no ser humano ou nos animais, mas isto sou só eu, que penso com este cérebro - único - que me calhou...ao acaso? ;)


CONTINUA

 
At 11:17 PM, Blogger Alien David Sousa said...

CONTINUAÇÃO



"Para continuar na tua “visão alienigena"


Aqui falhaste no alvo. A minha visão alienígena não se aplica a tudo na minha vida. Mas acredito que Jesus foi um ser alienígena, mas quando falamos no acaso e nas coincidências eu não ando por aí a dizer que isto é tudo obra de seres alienígenas.

"Agora, se pensas ainda, que “é muito mais fácil dizer que algo é obra do acaso do que parar para pensar o porquê de algo ter acontecido”, és tu que precisas de parar para pensar!"

Aqui foste arrogante! Claro que conheces homens como Carl sagan,verdadeiros cientistas. Isto apenas para te dizer que o estar virado para o espaço, não é sinal de estupidez ou burrice. Pelo contrário, é procurar respostas num segmento muito difícil de analisar e de provar seja o que for. Ele trabalhou para a NASA e temos muito para lhe agradecer, mas fica para a próxima.

Finalizando eu posso responder-te o mesmo. Se acreditas que tudo é obra do acaso, até mesmo experiências pelas quais passaste e que decidiste encarar como obra do acaso. Então meu lindo, tens mesmo de deixar por um tempo a biologia e parar para pensar.

Nem tudo o que parece é!É uma realidade que podes aplicar a tudo, à tua vida com os teus amigos, familiares,a situações estranhas que te caem no colo, a pensamentos que nem sequer te dás ao trabalho de os colocar em causa...enfim a muita coisa.

É o contrário M.
Eu penso demais, mas só sei viver assim. Estou a encontrar o meu caminho a consolidar as minhas crenças e a deixar as portas todas abertas para as possibilidades mais estupidas ( aparentemente por vezes). Nunca fecho uma porta, fica sempre entre aberta e isto aplica-se a tudo na minha vida. Nunca sei de onde pode surgir uma resposta para algo que procuro desvendar. Até posso morrer sem conhecer muito do que gostaria, mas nunca coloco de lado nada.Penso. Mesmo. E não penso ao acaso. ;) ( tinha de meter aqui um trocadilho, é mais forte do que eu) lol
Beijinhos my secret affair, vamos ter mesmo muito que conversar :))



 
At 11:24 PM, Blogger Alien David Sousa said...

SOPHIA

Ok, deste a resposta que pedi. Queria saber até onde ia a tua fé em Jesus e naquilo que ele "supostamente" realizou. Mas ao acreditares que ele foi um ser " do outro mundo" ;) devido à sua mensagem, aí também tens de pensar, questionar tudo. Como foi ele capaz de criar tamanha "revolução" sendo um ser "normal". Teria ele apenas o dom da palavra ou seria mais qualquer coisa?
Quanto aos milagres, actuais, não te vou dizer que acredito piamente que aconteçam. Não acredito, a não ser que tenha muita informação sobre determinado caso que me possa colocar duvidas. Quanto ao ser Jesus, se vamos assumir que andou por cá e foi um ser excepcional acho que também temos de ter em conta que este ser era único devido à sua origem.Mas esta é a minha opinião. Não ando por aí a converter ninguém lol
BACI ;)

 
At 1:16 AM, Anonymous Anonymous said...

Peço desculpa se tive um tom arrogante. Mas a tua visão enervou-me por me parecer redutora e terrivelmente mal explicada. Não ponho de lado a possibilidade de me ter exprimido igualmente mal, ou pior (também tenho os meus disclaimers). Já estou a ver que isto não vai dar em nada: não devo estar a perceber o que dizes nem a conseguir fazer entender o que quero dizer.
Lamento mas não percebo a lógica de “eu posso dizer-te que existem milhões de possibilidades para uma dada situação porque não existem coincidências. Como irei explicar isto? Conheces a teoria da causa/efeito. Uma determinada atitude pode criar uma causa que obviamente não foi obra do acaso.” Fiquei com a ideia que me querias levar a qualquer lado com no princípio… Para ficar com aquela sensação de “estar perdido” de uma criança que descobriu que anda a seguir feita parva pelo supermercado uma senhora que afinal não era a sua mãe.
Anyway…
Quando dizes “Claro que existem muitas coisas que são obra do acaso, agora, se queres que acredite no acaso colocando de lado o meu crer em que não existem coincidências. Não sou capaz.” Voltas a perder-me. Afinal em que ficamos? Podem existir coincidências ou não? É que eu também nunca disse que tudo era obra do acaso! Acho que tinha deixado isso claro, mas volto a dizê-lo just in case… Terei defendido o acaso de forma assim tão agressiva?
E quando dizes: “ Já o tinha escrito mais acima. E acho mais complicado, muito mais tentar encontrar uma resposta para algo que considero não ser obra do acaso, do que nem pensar nisso e limitar-me a dizer que tudo é obra do acaso, assim, para quê chatear a minha cabeça.” Se percebo bem, estás disposta a aceitar que explicar as coisas cientificamente, tendo em consideração o acaso, é bem mais complicado porque não ficamos pelo “ah, é o acaso, next”. Contudo, porque não és cientista, se admitires o acaso, terias de parar por aí (e para ti, unicamente para ti, essa via seria por isso mais fácil). É isso? Estou secretamente a rezar a todos os santinhos para que digas “sim”, porque se voltas a dizer algo que me faça pensar que pensas que os cientistas “optam pela via mais fácil de explicar com acaso”… there will be blood. Yellow blood! LOL
O teu parágrafo do Carl Sagan e “estar virado para o espaço, não é sinal de estupidez ou burrice” caiu de para-quedas. Eu não disse nada nesse sentido! Quando disse que, se ainda pensavas o mesmo depois de teres lido o meu comment (de uma inteligência de mover montanhas e mentalidades, LOL), eras tu que precisas de parar para pensar, foi uma retaliação à arrogância da tua frase “é muito mais fácil dizer que algo é obra do acaso do que parar para pensar o porquê de algo ter acontecido”. Acho que já disse mais do que o suficiente para perceberes porque acho essa frase ofensiva, por reduzir incorretamente o trabalho e reflexão de um cientista. E acabares a frase com o conselho “de parar para pensar”… Para teres uma ideia do que senti: é como se eu me limitasse a dizer que “és maluquinha porque acreditas em Aliens” e ainda arrematasse com um “ganha juízo”, sem ter posição/conhecimento/experiência para abordar este assunto. Tipo, só mesmo numa de “comment Troll”…
Mais uma vez: please OH PLEASE, lê outra vez o que eu escrevi! EU NUNCA DISSE “que tudo é obra do acaso”. (Caps lock rage!) Não sabes a que ponto estás errada nessa interpretação.
Eu acredito piamente que pensas muito. O problema é que pensas mal. LOL Esta foi para te picar. Resultou?
Eu também penso demais. Mas considero isso um defeito meu. Já pensei o suficiente para saber o quanto isso me serve de pouco (mas tb só sei viver assim). Agora percebes porque fui buscar o exemplo do parasita sem cérebro que é mais evoluído.
Espero ter conseguido ser mais claro desta vez.
Mal posso esperar pela resposta/exemplo em pessoa!
Bjos
Gemini

 
At 3:49 AM, Blogger Alien David Sousa said...

GEMINI

"Fiquei com a ideia que me querias levar a qualquer lado com no princípio… "

Não te queria levar a lado algum. Não ando aqui para guiar outros, apenas tento explicar o melhor que posso o meu ponto de vista. Se te parece confuso, é possível. Mas, para mim faz sentido, entendes? E é complicado tentar explicar algo quando tu vais buscar a biologia e eu a astronomia lol Parece uma conversa de surdos-mudos!

"“optam pela via mais fácil de explicar com acaso”…

Já não sei em que caixa falei nisto, em resposta à tua aversão pelas coincidências, para o facto de que para mim, elas existem. Respiram, estão vivinhas. Desculpa, mas não é uma questão de explicar ou não conseguir explicar, ou mesmo demonstrar. O facto aqui é um e só um: eu acredito que não existem coincidências e quem as ignora, ignora. Eu penso de outra forma. Se é difícil, complicado explicar de forma cientifica "uma coincidência" , isso é outra história para outro livro. Como te disse o que está em causa aqui é o facto de que temos pontos de vista diferentes. Apenas tenho de respeitar a tua linha de pensamento, assim como tu também deves parar para pensar na minha. Por que motivo acredito em algo. No entanto, é um esforço que nem sempre nos leva a uma conclusão, e muitas vezes nem nos apetece fazer o esforço.

"O teu parágrafo do Carl Sagan e “estar virado para o espaço, não é sinal de estupidez ou burrice” caiu de para-quedas. "

Pareceu-te que caiu. Mas não foi à toa. Tu vestiste o papel do biólogo, do cientista que vê como vê o que está em causa e de certa forma nas tuas palavras, o termo alienígena foi usado, ou pareceu assim, de forma depreciativa, daí eu não ter vestido fato algum. Mas fui buscar um cientista que são homens que tu respeitas acima de tudo para te chamar a atenção...foi simplesmente algo como isto.Para tentar com que visses algo da forma como estás habituado.Cientificamente.

"“é muito mais fácil dizer que algo é obra do acaso do que parar para pensar o porquê de algo ter acontecido”. "

Tu ficaste ofendido. Desculpa mais uma vez, mas para um ser como eu, que lida/trabalha com outras ferramentas, mantenho que quando estou perante uma situação que não me parece ser uma coincidência e alguém olha para o lado e diz: foi um acaso. Admito que me faz confusões não pararem um segundo para pensar que aquilo pode muito bem não ser obra do acaso. Faz-me confusão M. Não sei que mais te possa dizer. Como explicar. Faz-me confusão!Muita.

"Já pensei o suficiente para saber o quanto isso me serve de pouco (mas tb só sei viver assim). "

Olha, nisto somos o oposto, eu penso demais e adoro de cada vez que leio mais um livro, vejo um filme, documentário, whatever...que me dê motivos para pensar. Não tenho 18 anos, se parar de pensar fico um vegetal. Dá-me gozo testar teorias, dá-me gozo ver como outras pessoas reagem quando as confronto com algo inesperado, até porque muitas vezes acabo por receber algo inesperado que ,mais uma vez, me deixa os neurónios a queimar.

"Agora percebes porque fui buscar o exemplo do parasita sem cérebro que é mais evoluído."

Respondi no outro comentário. Há uma diferença ( para mim) em ser mais inteligente ou mais eficaz. Não vou voltar a esse assunto, fica nas tuas mãos.

Para finalizar, tive a sensação de que estava a ter uma conversa com um professor universitário que me considerava uma parvinha/tolinha e me estava a tentar explicar algo com o qual eu não me identifico.

Pensamos de maneira diferente, podemos trocar ideias- adoro - sem passar a barreira do ------» vou impingir-te a minha e tu vais ter de a engolir. Compreendes? Eu não quero converter, como já o disse, ninguém. Apenas tento que percebam o que quero fazer passar. Se sou mal interpretada, é mau, se consigo fazer com que as minhas palavras façam sentido, boa!
Por agora, fico por aqui!
Beijinhos my secret affair ;)
No blood PLZ!!!!

 
At 11:22 AM, Anonymous Anonymous said...

Pois, estamos a passar pela aquela fase do ano em que cada um está a comunicar num comprimento de onda completamente diferente do outro. Deve ser da lua ou assim… É mesmo uma conversa de surdos-mudos!
Com a minha conversa de “levar a algum lado”, quis dizer que pensava que estava a perceber o sentido da frase no princípio, mas que me tinha perdido no fim.
Ninguém aqui tem aversão a coincidências. Imensas coisas (talvez tudo), pode ligado no Universo e uma ação pode ter imensas reações e consequências em cascada… mas se não houve uma intenção de criar o fenómeno em questão por essa via específica, eu chamo-lhe “acaso” ou “coincidência”. Mas não é por isso que ignoro toda a cascada de ações e reações – antes pelo contrário, quero compreender. E por isso é que a tua frase me irritou tanto: porque, como cientista, estudo precisamente o que dizes que ignoro. Se uma ação tua tivesse tido uma cascada de reações que tivesse resultado na morte de alguém, por exemplo. Eu seria o advogado que iria investigar bem a cascada para determinar se tinhas tido essa intenção (criminal master mind) ou se tinha sido um acidente inocente (“acaso”).
Ah eu sei que não foste buscar o Carl à toa. Só que estavas a contra-argumentar um argumento inexistente. Eu não estava a denegrir a ideia da existência de ETs nem as pessoas que nisso acreditam (nos quais me incluo), pelo que não precisavas de ter ido por aí.
Eu concordo contigo que testar teorias é divertido. Só acho, pessoalmente, que o ganho intelectual de “pensar demais” não tem suficiente rendimento na minha vida prática para valer a pena o tempo/energia gastos. E isto certamente por falta de inteligência minha para pensar nas coisas certas ou aplicar melhor o conhecimento (eu não dava para criminal mastermind).
Eu estou longe de ser um professor universitário. Além disso, se te considerasse “tolinha ou parvinha”, não perderia o meu tempo a responder aos teus comments.
Não vou voltar ao meu exemplo do parasita. As tuas respostas mostram-me que não escolhi ou expliquei bem o exemplo que estava a utilizar e estamos numa conversa de surdos-mudos.
Não senti que me estavas a impingir nada. Também não te quis impingir nada. Temos diferentes vidas, diferentes ideias e diferentes formas de as comunicar.
Tudo isto para dizer: “Eu tenho razão e acaba aqui a conversa!” (LOL)
Bjos Alf
Gemini

 
At 9:52 PM, Blogger Alien David Sousa said...

GEMINI

"porque, como cientista, estudo precisamente o que dizes que ignoro."

Onde disse eu que ignoras? Já estou baralhada com este nosso ping pong, mas o que disse e volto a afirmar aqui é que me faz extrema confusão aquelas pessoas que não param para pensar em algo atribuindo logo as culpas ao acaso. Porque pensar dá trabalho. Enquadro o "PENSAR", no ler, no andar informado, no ver filmes , documentários etc

O Carl, veio à baila devido a uma expressão do género: "tu e a tua visão alienígena"
Podes não ter tido a intenção mas foi intrepertada como sendo um "deitar abaixo". Como se eu regulasse a minha vida toda, os meus pensamentos todos em redor de teorias alienígenas. O que é mentira.

"Eu concordo contigo que testar teorias é divertido. Só acho, pessoalmente, que o ganho intelectual de “pensar demais” não tem suficiente rendimento na minha vida prática para valer a pena o tempo/energia gastos"

Acredito. Mas eu adoro, adoro mesmo testar teorias com os outros. Tenho um amigo que ( agora não tanto por causa do alien macho), mas chegavamos a ficar até às 6 da manhã a conversar sobre teorias maradas e, o mais giro é que saltavamos de assunto para assunto com uma rapidez incrível. Ele é bastante inteligente e por vezes mudavamos de assunto porque no decorrer do anterior , uma linha de pensamento levava-nos a outra coisa que nada ou muito, tinha a ver com o que estavamos a "debater".
Gosto bastante, quando encontro pessoas com as quais posso trocar ideias, por mais parvas que possam parecer para o mundo. Cresci muito com outro amigo meu, isto quando tinha os meus 18 anos, porque ele tal como eu adorava falar sobre assuntos que não são por regra abordados.
Não tenho tempo nem paciência , para aquelas pessoas para quem estar a conviver é o falar do marido e dos filhos e daí não saem. Plz, imagina-me numa festa de anos a dizer coisas do tipo: o meu alien macho é tão inteligente, tirou matemática aplicada e fez o mestrado em algo que eu nem me lembro...acontece de vez em quando estar no meio dessas pessoas, mas a minha vontade é a de fugir. Gosto de pessoas que me fazem comichão nos neurónios, como tu. Mesmo que possamos estar num diálogo de surdos-mudos, se fizermos as contas, algo acaba sempre por ficar cá dentro.

"Tudo isto para dizer: “Eu tenho razão e acaba aqui a conversa!” (LOL)"

loooooooooooooooooool

Que engraçado, era isso mesmo que eu ia escrever: Tenho razão e mais nada! ;)
Beijinhos my secret affair :P

 
At 11:26 PM, Anonymous Anonymous said...

Eu sei que não regulas a tua vida em redor dos Aliens... mas...
Acabei de ter uma ideia. Se quiseres, faz só um comment, mas já que aqui falas mais da igreja católica, Jesus, blá, blá ... estou curioso em saber a tua opinião relativamente à cientologia.
Bjos
Gemini

 
At 1:35 AM, Blogger Alien David Sousa said...

GEMINI

Sim, este texto era sobre quem penso ter sido jesus. E sabes que mais? Em vez de escrever aqui na caixinha os meus pensamentos sobre a cientologia, vou escrever um texto. Não que seja uma expert no assunto, mas a minha opinião não vai matar ninguém.
Um beijo enorme por me teres dado uma ideia para o próximo texto. Por vezes tenho low moments em que não sei sobre o que escrever.

 
At 2:35 PM, Blogger Sophia said...

Compreendo a tua ideia.
Só não compreendo uma coisa... Se acreditas que não seria possível a um humano criar tamanha revolução, então quer dizer que temos muitos alienígenas na história da Humanidade, é isso?

;) Baci

 
At 8:22 PM, Blogger Diana Filipa Fonseca said...

Querida Alien, ofereci-te um selinho, se ligares a estas coisas, encontra-o no meu blog :)

 
At 11:17 PM, Blogger Alien David Sousa said...

SOPHIA

Compreendo o que dizes. O Hitler pode muito bem ser o oposto porque moveu massas. No entanto, eu tenho de me reportar sempre ao momento no tempo,na história em que dado ser viveu e, no caso de Jesus tendo em conta que este andava constantemente em movimento para não ser apanhado. Não acredito que dando apenas umas palavrinhas aqui e movendo-se para outro local para dizer mais palavrinhas ali fosse o suficiente para ele ter ficado "famoso" como o Jesus de Nazaré. Consuante as circunstâncias, medidas mais ou menos arrojadas têm de ser tomadas. Daí eu acreditar que foram mais do que palavras, as demonstrações do seu "poder", os ditos milagres correram por todo o lado fazendo dele um ser ansiado qando se dirigia para um novo local. Digamos que a máquina de Marketing dele foram muitas das suas acções. O Hitler também teve a sua máquina de Marketing, mas, se analizarmos o contexto histórico, este chegava a todo o lado nem que contemos apenas com a rádio. É nisto que acredito, se me disseres que acredito que andando pelos vários territórios falando apenas transformou o ser Jesus num alvo a abater e num ser tão amado, não acredito.Compreendes?
Baci ;)


DIANA

Irei com toda a certeza ver o meu selinho :)Em tempos já os coloquei a todos aqui no blog, depois decidi colocar um alien com vários nas mãos. Lá vou ter de acrescentar mais um ao Alien ;)
Beijinhos

 
At 3:56 AM, Blogger Sophia said...

Compreendo o que dizes e percebo a tua ideia. Partindo do princípio da vida em outros planetas, aceito a lógica do que escreves.
No entanto dada a distância temporal e os relatos existentes, acho que Jesus teve no Imperador Constantino um bom marketeer e antes disso nos seus apóstolos excelentes difusores das suas ideias e milagres. Tanto quanto sei só os seguidores dele escreveram sobre as suas acções, discursos e milagres.
Confesso que prefiro acreditar que por vezes os homens são capazes de se transcender, para o bem ou para o mal, senão certas coisas deixam de me fazer sentido.
Mas encerro a minha argumentação.

;-) baci

 
At 3:56 AM, Blogger Sophia said...

Compreendo o que dizes e percebo a tua ideia. Partindo do princípio da vida em outros planetas, aceito a lógica do que escreves.
No entanto dada a distância temporal e os relatos existentes, acho que Jesus teve no Imperador Constantino um bom marketeer e antes disso nos seus apóstolos excelentes difusores das suas ideias e milagres. Tanto quanto sei só os seguidores dele escreveram sobre as suas acções, discursos e milagres.
Confesso que prefiro acreditar que por vezes os homens são capazes de se transcender, para o bem ou para o mal, senão certas coisas deixam de me fazer sentido.
Mas encerro a minha argumentação.

;-) baci

 
At 4:01 AM, Blogger ► JOTA ENE ◄ said...

Dassseeee... eu não acredito em Jesus Cristo, mas que aqui se escrevem grandes Biblias, lá isso se escreve (!!!)

Bom, para o post ficar completo, direi que sou Agnóstico ou Deísta... digamos que teologicamente creio na existência de um Deus, de uma força criadora, contudo, não sigo religiões, credos ou doutrinas.

 
At 6:06 AM, Blogger Alien David Sousa said...

SOPHIA

"nos seus apóstolos excelentes difusores das suas ideias e milagres"

Acredito que sim. ELes eram parte da máquina de Marketing de Jesus. Claro que também respeito a tua opinião, o querer ter existido um ser que era simplesmente bom e um excelente orador. Eu, não necessito acrescentar grande coisa, olhando para o espaço temporal.
Baci ;)


JOTA

"de uma força criadora, contudo, não sigo religiões, credos ou doutrinas."

Entendemo-nos na perfeição! ;)
kisses jotazito

 
At 5:43 PM, Blogger carpe vitam! said...

Ui, onde te foste meter! Isto dá bom pano para mangas! E calças, e folhos e fatiota completa para quem quiser dar-se ao trabalho. Basicamente, partilho o teu ponto de vista. Tive uma educação católica até começar a questionar-me e conversei bastante com protestantes e testemunhas de jeová. Chateia-me que todos achem que têm a resposta certa e que é a ÚNICA possível e verdadeira. Fora isso, respeito os pontos de vista. A religião é uma forma de manter as pessoas na ordem, uma resposta para quem não quer ou não pode questionar muito. O JCA já deixou aqui algumas sugestões de leituras interessante sobre a termática, queria reforçar que "A fórmula de deus" do orelhas (apesar do gajo não ter grande poder de síntese) faz uma abordagem interessante no que diz respeito aos conceitos de "vida" (nomeadamente alienígena) e "inteligência". Só não concordo com a visão egocêntrica de que somos a peça chave do universo e temos um papel muito importante a desempenhar. é tipicamente humano pensar assim, mas tanto espaço que há por aí fora, não haver inteligências superiores seria mesmo um desperdício de energia brutal. Na mesma ordem de ideias, experimenta "Conversas com Deus", uma trilogia de Neale Donald Walsch, que é dos pensamentos mais lúcidos e coerentes que eu já li, apesar de afirmar que Deus fala com ele. Mas provavelmente fala para todos nós, só que nem sempre temos a capacidade de ouvir.
Mas o Neale foi ao encontro da minha suspeita de que somos todos UM, dividido em muitas partes, para experimentar coisas diferentes, antes de nos unirmos novamente, para que o TODO seja muito mais do que uma soma, para ser TUDO e SABER sê-lo.

 
At 12:08 AM, Blogger Alien David Sousa said...

CARPE

"Chateia-me que todos achem que têm a resposta certa e que é a ÚNICA possível e verdadeira"

Acredito. Deve ser o que também me irrita solenemente. A arrogância. As palas nos olhos. A lavagem cerebral.

"Só não concordo com a visão egocêntrica de que somos a peça chave do universo e temos um papel muito importante a desempenhar"

Mais uma vez, estou de acordo contigo. Não acredito que sejamos a chave para o que quer que seja, podemos ser a causa de algo, agora a chave...não acredito. Talvez, se pensarmos um pouco na raça humano, algo nos possa fazer parar e deitar cá para fora um ; hmmmmmmm !!

Não li a formula de Deus do orelhas, mas irei ler. Se visses a minha banquinha de cabeceira apanhavas um susto , tenho no minimo 10 livro novinhos em folha para ler. Estava a ler um do meu escritor de eleição o Murakami e fiz uma pausa porque comprei a biografia do Steve Jobs e não resisti em ir conhecer este bicho melhor :)

"Mas provavelmente fala para todos nós, só que nem sempre temos a capacidade de ouvir."

Irra! Estou a concordar por demais contigo. ;)

Gostei da tua última definição. Eu já o disse aqui, não creio que saiba algo que os outros nunca vão atingir. Simplesmente, tal como tu a dada altura da minha vida comecei a questionar tudo e deixo sempre uma porta aberta para que alguém ou algo me prove que determinada visão faz sentido.

Kisses

 

Post a Comment

<< Home