Thursday, June 28, 2007

Image Hosted by ImageShack.us
(legenda:vamos processar mais um!)
-
Liberdade de expressão? O que é isso? Alguém me explica?
-
Autor do Blog Portugal Profundo vai a Tribunal
-
António Balbino Caldeira do Blog Portugal Profundo está metido numa "enrascada" porque na sua ingenuidade pensou que na Blogosfera a liberdade de expressão e de divulgação de dados é permitida. Pensou que vivemos numa democracia. Acho que tenho de retirar esta ultima frase.
Eu, arrisco-me a seguir as sua pegadas se não tiver muito cuidado ao escrever este texto. Assim, não estranhem se eu escrever algo e de imediato o negar, é que assim se for chamada a depor e apresentarem o meu texto como prova este será incoerente. Eu afirmo, mas nego de imediato. Entenderam o esquema? Sou bipolar, pronto. Este texto não pode ser levado a sério. Esta é para os Bufos, sim porque os há.
-
É muito triste quando seres humanos são despedidos porque dizem mal do senhor primeiro-ministro. Quando fazem piadas sobre se este é Pedreiro ou Engenheiro e acabam sem meio de sustento. Serei só eu que penso de imediato naquele outro senhor que caiu da cadeira e bateu as botas? Esqueçam este parágrafo, foi escrito antes de eu ter tomado a minha medicação, este governo está a fazer um excelente trabalho, o país está a progredir;para os lados.
-
O António é inteligente e é por o ser que o querem tramar. E a nós só não nos lixam porque lá vamos escrevendo uns textos engraçados, outros mais sérios, mas andamos afastados desta "espécie" de politica.
Prestem lá atenção a isto, no Blog do António há muito mais:
-
A
entrevista da dra. Margarida Moreira da DREN ao DN de 14-6-2007 é uma evidência de desassombro do poder socrático.
"[Margarida Moreira] Nós temos tudo o que tem saído na comunicação social, nos blogues, ofícios, em tomadas de posição, em artigos de opinião..."
-
Não faço a mínima ideia de quem colocou aqui este link? Um link para uma entrevista desinteressante aonde não vão descobrir nada de nada meus caros. Eu não fui! Que fique claro.
-
Chateia-me ser Bipolar, gostava de ser como o António. Ele melhor do que ninguém sabe quem está ao leme deste país e nós cá andamos a debater as suas politicas, se o Cavaco fez melhor ou pior. Uma coisa eu sei, não me sinto segura e não gosto deste sentimento. Será que me podem processar por dizer que não me sinto segura? Não estou a manchar o nome do senhor Primeiro-ministro ao dizê-lo, ou estarei? Eu já não sei? Ele é tão sensível.
-
Apesar de Bipolar ainda tenho grelos - para não dizer tomates - assim sendo, senhores Bufos se quiserem o meu e-mail por me apetecer berrar; que isto não é uma democracia nem aqui nem na China, e que não gosto de um Primeiro-Ministro que ri por demais e que recusa o diálogo dando primazia a processos disparatados. É só deixarem uma mensagem na minha caixinha de comentários que prontamente terão o meu e-mail.
-
Claro está que vocês já o tem!
Mas ficou giro a forma como o escrevi, não ficou senhores?
-
Petição contra a abusiva e anti-constitucional postura do Primeiro-Ministro no processo por difamação ao António.
http://www.petitiononline.com/tasfasta/petition.html
É só ler para perceber porque é anti-constitucional.
Depois só assinam se quiserem.
-
Mas isto sou só eu
-
"The only way to make sure people you agree with can speak
is to support the rights of people you don't agree with."
Eleanor Holmes Norton

91 Comments:

At 11:52 PM, Blogger Seamoon said...

Bom em primeiro lugar obrigado :))))pelo teu post(para alem de me fartar de rir pela forma como o escreveste)por outro lado porque esta situação e tantas outras que acontecm em termos de governação(ou melhor desgovernação)do nosso pais são deveras preocupantes.
Como dizia a senhora Maraguerite

O nosso verdadeiro lugar de nascimento
é aquele em que lançamos pela primeira vez
um olhar de inteligência sobre nós próprios

Alguem por favor avise esse sen #%%%##piiiiii ministro que ainda não nasceu!!!
(era bom!)

bjs

 
At 12:48 AM, Blogger CESAR said...

Ah Alien com tomates!
E tomates do tamanho da China!!!
Sobre a censura. A censura existe desde sempre, mais velada ou menos velada e anda de mão dada com a propaganda, quando a propaganda falha e não consegue "aparar" as arestas dos erros de um governo, tem de intervir a censura, seja relegando notícias sobre os erros de governo para as páginas do meio de jornais e dando pouca importância aos mesmos, ou então entupir os telejornais com outras notícias e mais uma vez dando pouco tempo de antena aos erros governamentais...
E em casos mais extremos, de erros tão graves como a ilegalidade (ou o que quer que essa situação seja) do posto de sua excelência o primeiro ministro, é claro que os cidadãos portugueses não podem abdicar da sua capacidade crítica numa situação tão grave como esta. Os portugueses são conhecidos pela sua intrepidez e capacidade de criticar.
Esta medida só fará do António um "mártir" (não com a componente trágica do termo, sff)e irá aliciar os portugueses a pensarem na validade e integridade dos membros deste governo. Pelo menos eu penso assim e é nisso que me faz pensar este caso. Desde o início do magistrado deste governo que a imagem que eu tenho nutrido por ele é a de um bando de amiguinhos claramente fracos a nível político, que estão no poder para se promoverem e vangloriarem...
E quando perdem o controlo de uma situação onde o seu intelecto já não conseguia vencer refugiam-se na força bruta, característica daqueles que perderam todas os pontos de vista válidos e justos e se escondem na sua autoridade de modo a permiterem os abusos que lhes convêm àqueles que têm outros pontos de vista...
Tenho dito.

Deixo algo que pode interessar ao governo aprender:

Artigo XIX da Carta Universal dos Direitos Humanos:
"Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras."

Abraços minha alien crítica e sem medo!

 
At 12:52 AM, Anonymous Hidden_Romeo said...

Querida Alien muda te para o planeta Gamilon.
Aqui os prisioneiros como eu somos tratados de forma unica:
- O PM deste planeta serve me bebidas e está sempre pronto e atento para que nada me falte!
- O Presidente deste planeta vai fazendo rodar a pulso uma ventoinha, pois o luar está muito forte.
- Aqui nao me deixam descansar nem um pouco porque as mulheres alienigenas de cá sao insaciaveis em termos sexuais.

Voltar para os terraqueos? É que nem pensar sou um escravo sexual por cá mas nem tudo é mau! :)

 
At 1:11 AM, Blogger Diabba said...

Mas alguém me explica como é que se encontra um bloguer?? (ar preocupado mode)

Oh extraterrestra, tu achas k essa gente mal formada sabe o caminho do inferno??

Vou ter que trocar todas as fechaduras!! Aqui na secção de engenharia insistem em só querer Engenheiros a sério, daqueles que tiraram mesmo o curso a queimar pestanas E (fazem questão) inscritos na Ordem dos Engenheiros!!

Fazem isto só para me amofinar e certamente para que eu tb seja processada por discriminação de canudos... ai ai

beijos d'enxofre

 
At 2:32 AM, Blogger Hidden_Romeo said...

Aha!!!!!
Consegui :)
Isto de tao longe é dificil. Ufaaaaa

 
At 3:14 AM, Anonymous Rafaela said...

parabéns pelo post adorei =)) ñ és a unica a pensar assim!!

abaixo o senhor "socrates salazar" =P

bjs fika bem =P

 
At 3:49 AM, Blogger pedro oliveira said...

Não percebi o que defendes.
Julgo que num «blog» deve-se escrever / dizer coisas que teríamos coragem de dizer cara a cara.
Processar é diferente de condenar, os juízes decidirão.

 
At 6:14 AM, Blogger Raposa Velha said...

Eu cá acho que há para aí gente a falar de mais e a dizer disparates só porque pode deixar cair os dedos em cima das teclas, repercutindo-se este gesto mecânico num acto de publicar cenas. Realmente, depois do tele-lixo, dos tablóides, as PUB, só nos faltava mesmo é esta malta que tem a mania que escreve sobre tudo o que lhe apetece.


(Guiducha, leste? Espero que a tua rede que apanha tudo esteja atenta. Adiciona lá um ponto positivo à minha ficha na DREN.)

 
At 7:06 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Seamoon,eu não ia responder a comentários neste "post". Ia deixar que vocês se manifestassem à vontade, mas já vi que não vai dar lol Já me estão a fazer perguntas ali mais abaixo. Assim sendo, DESGOVERNAÇÃO é o termo, sim! Com contornos que me estão a assustar.
Beijinhos
p.s escrevi isto sob o efeito da minha medicação.
p.s2 -just in case ;)






Avé Cesar, que posso dizer? Que estamos na mesma página. E que me faz confusão como ainda há quem se questione sobre o que eu defendo?
Não tenho nada mais a acrescentar ao que tu disseste César, nada mesmo.
beijinhos





Romeo, LOL Sim, fica por aí! Eu vou-te buscar só para matar saudades e depois prometo que te levo de volta a Gamilon.
SEX SLAVE?!? UAU! ;)
Beijinhos






Diabba,eles sabem fazer a vida de um bloger num inferno, isso sabem! lol

Troca as fechaduras "ONTEM"!

"Fazem isto só para me amofinar e certamente para que eu tb seja processada por discriminação de canudos... ai ai" lol

Olha que não me apetece ir depor a teu favor, sua venenosa.
Beijinhos alienígenas





Romeo, já tens a password!! BOA!
kisses



Rafaela, ainda bem que não sou a única a pensar assim, como sou Bipolar, nunca sei ;)
kisses





Pedro, não entendes o que defendo?
Queres uma resposta à Miss Portugal ou isso é para insultar a minha inteligência alienígena? lol

Como Miss, sou a favor da Paz no mundo, o fim da guerra e que a fome em Africa acabe.

Como Alien não defendo porra nenhuma. Apenas manifestei o meu descontentamento com um governo que DESPEDE pessoas que fazem piadas sobre o "suposto" canudo do Primeiro-Ministro. UM GOVERNO QUE INTIMIDA.
O meu descontentamento por sentir que a liberdade de expressão está a ser ameaçada.
Que temos de pensar 10 vezes antes de escrevermos algo sobre o senhor primeiro-ministro senão corremos o risco de ver a nossa vidinha virada de pernas para o ar. De levar com um processo em cima e ter de ir a Tribunal.

Dizes bem: o António não foi condenado. Não, não foi! Ele simplesmente FOI INGÉNUO! Escreveu, DEU A SUA OPINIÃO sobre o que não devia, mexeu com os todos poderosos. Exerceu a sua liberdade de expressão...que TONTO! E agora anda com a vida em pantanas.

O que eu defendo? PLZ
Quero viver num país sem medo.Entendes isso? Quero escrever, dar a minha opinião sem recear que esta possa ofender o senhor primeiro-ministro.

Como mencionou o César, será que governar o país não dá trabalho? Andar atrás de quem escreve é agora um objectivo primordial do nosso Primeiro-Ministro?


Eu já estou avisada. Já sei com quem estou a lidar. Não me apetece andar a correr para tribunais, mesmo que seja absolvida. A intimidação é uma ARMA poderosa tenho de admitir.
Beijinhos





Raposa,
Espero sinceramente que a Guiducha te coloque na lista dos amiguinhos dela. Eu se fosse a ti pelo sim, pelo não, pedia mais do que um pontinho.
Kisses

 
At 1:00 PM, Blogger Casemiro dos Plásticos said...

eu sou o proximo e se visitares agora vais saber o porque LOL

 
At 1:03 PM, Blogger aquelabruxa said...

REVOLUCÃO, JÁ!
o primeiro-ministro cheira a xixi, o primeiro-ministro dá puns nos elevadores!

 
At 1:14 PM, Blogger Lívio said...

Alien, dizes que o país está a crescer para os lados. Nã tou bem a ver, p'ra leste e norte temos a vizinha que nos aperta e apertados encolhemos, p'ra oeste e sul há tanta água e a água encolhe: será que queres dizer que estamos em vias de extinção? e nós? fugimos p'ra onde? vamos afundar como a Atlantida? e altura da serra da Estrela será suficiente?
Nã tou bem a ver!!!
Censura é uma senhora velhinha que pensávamos que tinha morrido mas afinal 'tava ligada à máquina e agora já come tudo?

 
At 7:30 PM, Blogger aquelabruxa said...

ó minha sétima maravilha! ih, ih, ih...

já tá, já foste nomeada por mim :)

 
At 7:40 PM, Blogger Zé Tomes said...

Bom dia

Resolvi criar uma petição que insurge contra a abusiva e anti-constitucional postura do nosso órgão soberano 1º Ministro José Sócrates, sobre António Balbino Caldeira quando lhe move um processo por difamação.

Ao estar a processar por difamação um cidadão, o órgão soberano está a infringir o artigo 3º dos direitos constitucionais, em que o Estado está subordinado a estruturar-se pelos artigos da Constituição da República Portuguesa.

Mover-se um processo que riposta a uma difamação, antes, dever-se-ia tê-la fundamentado como difamação - ou seja, não verdadeira perante um facto polémico.Portanto, mover-se um processo apregoado difamatória certa expressão, já de si é um abuso de poder porque em si o que é liberdade de expreesão nem sequer foi provado como difamação (ainda que a própria difamação seja já em si uma forma de expressão, o caso difere de órgão soberano para cidadão)

Mesmo sendo verdadeira, pelo 37º artigo da Constituição, a Liberdade de expressão e informação é um direito que não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura. Portanto se cabe ao Estado (estruturação do Governo) subordinar-se às directivas da Constituição, um órgão soberano não pode mover um processo judicial sobre o direito do cidadão de se expressar ainda que esteja a ser polémico. Fazê-lo é não estar em consonância com a estrutura da nossa Constituição da República.


Deixo-lhe o endereço caso queira divulgá-la

http://www.petitiononline.com/tasfasta/petition.html

abraço

--
José Pedro Gomes

 
At 8:16 PM, Blogger Alien David Sousa said...

CASE, claro que vou espreitar. Fiquei curiosa. Já somos dois na mira da Socretina estou a ver.
kisses




Aquelabruxa, shhhhhhh fala baixo!!! Estás maluca!!! Queres levar com um processo em cima?!?! Ai ai não percebeste o texto?! Shhhhhhhhhhhh
Beijinhos






Livio, tens toda a razão. Não sei aonde tinha a cabeça quando referi "para os lados", mas como sabes sou Bipolar...tens de me dar um desconto. Sabes que mais, não sou nada! E SIM!, vamos afundar como a Atlantida. Só pode.

"Censura é uma senhora velhinha que pensávamos que tinha morrido mas afinal 'tava ligada à máquina e agora já come tudo?"

Não teria dito melhor. Foi um milagre mesmo, e ela até já come sólidos, já deixou de lado as sopas e os suminhos.
kisses






Aquelabruxa,opá dito assim até me fizeste corar lol ;)
Só não agradeço aos meus gatos e aos amores da minha vida porque este "post" é mais para insultos do que para agradecimentos ;) KIDDING
Beijinhos ( I take a bow)







Zé Tomes,
Antes de mais, OBRIGADA pelo esclarecimento. Apesar da minha área ser a Publicidade frequentei o primeiro ano de Direito e o que tu aqui mencionaste só fez luz na minha cabeça depois de o ter lido.


Assim como eu, que ando baralhada com esta história dos processos, também acredito que muitos dos meus visitantes ficarão mais elucidados após lerem o teu comentário.

Vou colocar o link no texto para a divulgar, claro que sim!

São necessárias mais pessoas como tu Zé, pessoas que ainda acreditam na LEI, na DEMOCRACIA.
Um abraço& Saudações alienígenas

 
At 8:22 PM, Anonymous julie said...

A censura continua a existir mas já não é com tinta, é com actos e cada vez mais sem respeito pelos direitos mais fundamentais como o da liberdade de expressão.
bjs
julie

 
At 9:13 PM, Blogger Belzebu said...

Como diria uma velha ratazana asquerosa que nem digo o nome..."não sei se diga, não sei se pense".

Mas como sou casmurro, pensei e vou dizer! Acabo de despedir a senhora da limpeza, que teve a ousadia de deitar ao lixo, uma revista com a foto na capa, do Engenheiro Béchamel! O estupor da mulher estragou-me a sessão de vodoo!

Não deu para aproveitar nadinha, ficou com borra de café num olho, muita cinza na cabeça e uma maça na boca!

Pronto, agora vou fazer a mochila para umas merecidas férias no Tarrafal!

Um abraço infernal!

 
At 9:42 PM, Blogger peace_love said...

Isto é que vai aqui uma açorda hem?
Realmente não sei que raio de governo é este...O Sócrates manda e desmanda...Quando é que são as próximas eleições mesmo?..

 
At 10:18 PM, Blogger hole in my vein said...

acho que está qualquer coisa de errado! o facto de haver liberdade não significa que devemos ou podemos andar para aí a lançar dados teoricamente verdadeiros e comprovados a dizer mal da vida privada dos outros. Mesmo quando os outros são figuras publicas, como é o Socrates, isso não se faz! Da mesma forma que posso processar alguém por difamação o cidadão Socrates também o pode, e deve. Está nos seus direitos! Por isso, se o António estiver seguro de si, que é o que me parece, não deverá ter problemas. O único problema é que esse tipo de assunto não se discutem nas mesas de café, muito menos em blogs! São para ser levados a sério e pôr as autoridades a trabalhar! e não me venham com a história que isso não é assim pois o que não é assim é essa maneira de pensar! Se eu souber que ocorrem crimes na casa ao lado da minha não vou escrever no blog à espera que aconteça alguma coisa... e se o vizinho visse o meu blog e me processasse por difamação como é que eu provaria o contrário??? Ora isto serve para ver que a democracia não é simplesmente andar a disparar que eu sou livre... porque se eu o sou tu também o és e todos os outors o são, mas onde acaba essa liberdade??? Para isso temos as leis que servem exactamente para regir a nossa liberdade! há coisas erradas com o nosso primeiro ministro, nem ele o negaria... mas não é assim que se resolvem! eu só conheço este caso superficialmente mas posso desde já dizer que quem anda à chuva molha-se... ser contra o sistema não é ser altamente cego e conseguir dar cabo da sua própria pessoa... isso tem outro nome! para lutar contra algo que está mal temos que utilizar algo que não se vire contra nós! temos de estar atentos... porque isto não é disparar e andar sempre contente!! os outros também disparam e os outros podem dispara melhor do que nós!!! Há que ter calma e estratégia! e então eu não tomo partidos! se é assim é porque alguém fez asneira! o tribunal decide!
já agora, de que me serve saber que o sócrates é ou não engenheiro, que ele fez batota ou não na faculdade se ele não é julgado por isso????? dexem-se de revistas cor de rosa e se realmente sabem alguma coisa sobre o assunto, denunciem nas entidades responsáveis!!! peguem nos tomates e façam isso...

 
At 11:51 PM, Blogger Belzebu said...

Já assinei a petição e o meu nº é o 55. E agora venham lá esses cães de fila do Engenheiro Béchamel, que eu já estou todo a tremer!

eheh!! Saudações infernais!

 
At 1:12 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Julie ,liberdade de expressão? O que é isso?
beijinhos





Belzebu,não acredito que estejas a tremer ;) Mas os cães esses...é bom ter cuidado com eles. Eu também assinei a petição, ainda acredito na LEI Portuguesa. E vamos lá a ver se os cães também não decidem vir bater à minha porta. Serão recebidos com latas de Friskies.
beijinhos




Hole, prestei atenção ao que disseste, mas acho que não estás a entender a gravidade da situação. Lê o comentário do Zé Tomes, ou melhor lê a petição. Talvez entendas que quando falamos de direitos dos cidadãos é uma coisa, e quando um órgão soberano decide processar um cidadão por algo que este escreveu a coisa muda de figura perante a LEI.

"Ao estar a processar por difamação um cidadão, o órgão soberano está a infringir o artigo 3º dos direitos constitucionais, em que o Estado está subordinado a estruturar-se pelos artigos da Constituição da República Portuguesa."

Na petição está muito bem explicado como a lei está a ser transgredida pelo Primeiro-Ministro, como este processo é ANTI-CONTITUCIONAL.

Desde quando numa democracia, um órgão soberano pode processar um cidadão por ter dado a sua opinião sobre um determinado assunto? Na nossa constituição não o PODE FAZER, está lá.

Só uma coisa, a questão não é se o Sócrates é ou não engenheiro Hole, a questão aqui é o direito à liberdade de expressão NUMA DEMOCRACIA.

Tens de ir ler a petição. Só assim vais entender com é anticonstitucional o que está a ser feito. E os precedentes que pode abrir.

Beijinhos covinhas

 
At 1:38 AM, Blogger hole in my vein said...

"Sr. Presidente da República, o estremecimento causado ao título do Sr. 1º Ministro português José Sócrates, primeiramente posto em causa pelo Sr. António Albino Caldeira em seu blogue, não passa de um conjunto de caracteres que em conjunto se transformam em palavras e em conjunto formam textos e mensagens. "

mas que raio é isto???? não é o governo que vai avançar, é o cidadão sócrates!!! senão nada tem sentido! sendo ele está completamnete correcto... eu faria o mesmo! têm provas? então muito bem, há que as mostrar... mas nos sitios certos! isso da democracia é muito belo!!! andamos todos a pregar direitos mas não se esqueçam que a democracia tem obrigações! eu simplesmente não posso dizer que X é pedófilo e andar a espalhar. se ele apresenta quexa contra mim e eu realmente não tiver provas estou tramado, ponto final! no entanto, segundo a vossa prespectiva de democracia, eu sou livre de o dizer!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! e o sr X não terá a liberdade de não passar por isso???? e se realmente for verdade que o sr X é pedofilo não era muito mais inteligente denunciar às autoridades????
outra coisa para terminar, os códigos civil, penal, etc não podem ser lidos como romances!!! se um artigo diz que eu sou livre de me expressar, certamente num outro lado dirá que eu NÃO posso difamar e então o primeiro artigo tem uma restricção!!!! por isso é insuficiente (e muito) evocar um artigo seja para o que for!!!

 
At 7:58 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Hole, le tudo!

Ao Sr. Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva:


Sr. Presidente da República, o Sr. 1º Ministro José Sócrates, está tomando posições não dignas de alguém que detenha um tal poder de responsabilidade e cargo.

A Constituição da República Portuguesa está sendo infringida pelo próprio órgão de soberania.


Artigo 37.º

1. Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações.

2. O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura.

3. As infracções cometidas no exercício destes direitos ficam submetidas aos princípios gerais de direito criminal ou do ilícito de mera ordenação social, sendo a sua apreciação respectivamente da competência dos tribunais judiciais ou de entidade administrativa independente, nos termos da lei.

4. A todas as pessoas, singulares ou colectivas, é assegurado, em condições de igualdade e eficácia, o direito de resposta e de rectificação, bem como o direito a indemnização pelos danos sofridos.


Sr. Presidente da República, o estremecimento causado ao título do Sr. 1º Ministro português José Sócrates, primeiramente posto em causa pelo Sr. António Balbino Caldeira em seu blogue, não passa de um conjunto de caracteres que em conjunto se transformam em palavras e em conjunto formam textos e mensagens.

Tal apenas poderá estremecer o conceito dum facto que se diz adquirido ou manifestamente expresso. Na realidade, uma mensagem não anulará uma habilitação literária se ela de facto existir. Desta forma, uma mensagem não possui um carácter que possa ser nocivo à integridade da existência dessa mesma habilitação literária.

Assim, qualquer texto ou mensagem que ponham em dúvida um conceito de facto adquirido e manifestamente expresso, apenas poderá ter a forma de uma especulação, seja ela polémica, ridícula, ou real. Nunca essa especulação poderá pôr em causa um facto em si que seja adquirido, apenas poderá ser nociva para o conceito que o define como facto adquirido se o mesmo conceito estiver alicerçado em bases erradas e incongruentes.

Especular-se portanto, é equivalente a uma das formas de liberdade de expressão individual.

Liberdade de expressão e informação é o cerne do 37.º artigo da Constituição da República Portuguesa.
Um processo jurídico contra uma especulação apregoada de difamatória é sinónimo de abuso de poder. Provindo esse abuso de poder e essa acção processual de alguém que detenha o cargo de 1º ministro é acto a ser repreendido pelo titular do cargo hierarquicamente superior – V. Exa.

Urge-se pelas circunstâncias que os factos sejam expostos e que seja tomada uma iniciativa pela parte do Sr. Presidente da República. (Artigo 3º - Soberania e Legalidade)

Artigo 3.o(Soberania e legalidade)

1. A soberania, una e indivisível, reside no povo, que a exerce segundo as formas previstas na Constituição.

2. O Estado subordina-se à Constituição e funda-se na legalidade democrática.

3. A validade das leis e dos demais actos do Estado, das regiões autónomas, do poder local e de quaisquer outras entidades públicas depende da sua conformidade com a Constituição.

O cidadão expressa de sua opinião, centralizando a problemática não exclusivamente ao caso do Sr. António Caldeira, mas em toda a presente e hipotética futura profanação aos mais elementares direitos de cidadania – Liberdade de Expressão.



Gratos por V. Atenção


SUBLINHO:
Liberdade de expressão e informação é o cerne do 37.º artigo da Constituição da República Portuguesa.
Um processo jurídico contra uma especulação apregoada de difamatória é sinónimo de abuso de poder. Provindo esse abuso de poder e essa acção processual de alguém QUE DETENHA O CARGO de 1º ministro é acto a ser repreendido pelo titular do cargo hierarquicamente superior – V. Exa.

Beijinhos covinhas, respeito a tua opinião e é só!

 
At 9:40 PM, Blogger White_Fox said...

realmente há situações k nos deixam :| como ainda são possíveis em pleno século XXI.

P.S. - Deixei-te um prémio no meu blog!

 
At 11:58 PM, Blogger Rui said...

Desta vez estouem total desacordo contigo no que diz respeito à entrevista da senhora! Eu achei a entrevista util, tanto que guardei a pagina do jornal e tenho-a agora a embrulhar um peixe que pesquei dias atrás. O cheiro é que francamente não sei se é do peixe se da dita entrevista.
Bj.

 
At 1:30 AM, Blogger Zé Tomes said...

Ora vivas. Fico contente pelo meu comentário ter sido tão bem recebido. Também já estive em publicidade mas acabei por despegar-me do meio.

Desabafando sobre bipolaridades, o que me apoquenta nisto tudo, é que existe uma tendência para se contestar, no entanto o medo está registado no subconsciente, o que na prática, transforma-se em cinismo ou no vulgo termo "fugir com o rabo à sardinha".

Vai indo a conta gotas o aumento do numero de assinaturas; temo que as pessoas ao depararem-se com um destinatário como o Presidente da República, fiquem inclinadas para o hirto. Vamos lá a ver.

Espero e almejo sinceramente que esta onda de pseudo-fascismo bimbalheiro (sim, porque este além de ser uma imitação barata do outro já estrôncio, é subreptício e tresanda a cobardia).

Pior, temo que as gentes baixem a grimpa como se este fosse realmente um pavor ou uma carantonha medonha, porque fazendo vénias a este, com certeza que mais cedo ou mais tarde ele se transforme no realmente assustador com um abraço duma europa que equilibra dois pratos.

Sem mais delongas

Beijo

Beijo

 
At 1:55 AM, Blogger Zé Tomes said...

Só mais um:

Sobre a manha de José Sócrates

Sócrates desdobrou-se em três:

- José Sócrates cidadão
- 1º Ministro
- algo num limbo entre os dois

Zé Tomes - O processo foi movido realmente em nome da personalidade cidadão. Porquê?

Zé Gomes - Porque como 1º Ministro não o poderia ter feito...

ZéT - Poderá o cidadão José Sócrates despegar-se de ser 1º Ministro?

ZéG - Pode sim. Pode quando ainda não marcou o ponto no parlamento.

ZéT - Mas e nas horas em que veja o futebol, em que não esteja em viagens, em telefonemas - o que é José Sócrates antes de ser 1º Ministro.

ZéG - Ora bem, eu penso que tecnicamente se estipule que José Sócrates é 1ºMinistro enquanto receba um salário por tal, e no diário tal se torne ambíguo porque não seja só uma questão de marcar ponto e chega às 17:00 e pataniscas de 1º Ministro.
- Julgo e acredito, que talvez em férias, José Sócrates se possa dizer mais cidadão do que ministro.

ZéT - Então, terá sido em tempo de férias que instaurou o processo a Caldeira?

ZéG - Ora não faço a minima ideia. Indo ao cerne da questão na minha opinião José S, 1º Ministro não poderia processar um cidadão por liberdade de expressão ainda que difamatória, estaria em desacordo com a Constituição. Poderia fazê-lo como cidadão, mas fazê-lo como cidadão implica que o 1º Ministro esteja a querer fazer uma coisa que enquanto 1º ministro não o possa fazer, o que implica que Sócrates além de estar a utilizar um provável lapso ou omissão constitucional, está reforçando essa mesma atitude quando recalca o adiamento da prova em prol da movimentação dum processo. Está por assim dizer, a adiar ou criar uma diversão sobre a factualidade das suas habilitações literárias. Ou seja:

Sócrates está a ser portuguesissimamente manhoso, o que para 1º ministro em avaliação, só pode resultar num valente chumbo.

Abraço

 
At 2:43 AM, Blogger Zé Tomes said...

o último, a sério:

Zé Tomes: Indo de encontro a polémica de Caldeira. Ela era frívola, ordinária, contra os maus costumes?

Zé Gomes: Ora isso terá vxa que averiguar por si mesma. Veja no site do Portugal Profundo relatado na 1ª pessoa, e veja aí nos tablóides que está por todo o lado.

Mas respondo-lhe pelo que se lê. As polémicas de Caldeira tinham forma de pistas despoletadoras de outras pistas, e assim por diante, até que houve um jornalista que resolve meter o caso na baila. As pistas de Caldeira estão a empurrar Sócrates para um impasse, para uma dúvida relevante, ou seja, uma dúvida com argumentação lógica, ou seja, uma argumentação com consistência que pode realmente pôr em causa a integridade do 1º ministro se este não provar o contrário.

ZéT - Chamar assim nomes, como panascão ou corno, ou chupa na palha, ou a tua mãe deve ir com burros, vê-se alguma dessas coisas no blogue de Caldeira? Poder-se-á dizer que: ó sócrates, bates píveas
com um pepino no rabo, seja equivalente à polémica criada por António Caldeira?

ZéG - A meu ver, qualquer uma dessa interjeições está para uma expressão chamada de brejeira, duma revista com humor pornográfico, suma sátira de baixa qualidade. A polémica de Caldeira baseia-se em argumentos que impelem a mais dúvidas e a mais argumentação. São duas coisas distintas.

ZéT - Então, eu estar a dizer que Sócrates gosta de enfiar rolhas no rego, é equivalente quase a um cartoon, ou uma sátira quase visual ou anedótica sobre neste caso uma figura pertencente a um órgão soberano do país, é isso?

ZéG - Sim.

ZéT - Caricaturizar-se portanto, ainda que mediocremente é uma forma de liberdade de expressão, é isso?

ZéG - Sim. Claro que como cidadão em termos democráticos eu poderia processá-lo por estar a difamar ou a conspurcar o meu nome. Mas geralmente tal género de processos existe quando partem duma ofensa directa ou duma exclamação, um imperativo de atribuição de significado. Ou seja, se eu disser explicitamente que você Zé Tomes "É" um grandesíssimo tarado, eu estou por assim dizer, a difamá-lo.

Porque você pode ser bipolar ou esquizofrénico, ou maníaco depressivo ou egocêntrico ou narcízista, mas "tarado" está a atribuir tais propriedades duma forma pejorativa, ainda que verdadeiro. Mas isto sou eu e você, dois cidadãos, aliás, um.

ZéT - Parece que já tinham sido movidos processos anteriores a António Caldeira que sabes disto?

ZéG - Que António Caldeira é um remexedor, um caça-provas e pistas, um esmiuçador da verdade, coisa que eu igualmente admiro. António Caldeira, andou a remexer no caso Casa Pia, e muita polémica e muitas pistas partiram do seu estudo. Este caso de Sócrates já existe há dois anos.

ZéT - E que diz isto tudo ao português?

ZéG - Antes, surge um lado que apregoa que tudo não passam de boatos de tablóide e medidas de chamar a atenção, de ser importante. 4 processos pelo menos, já foram movidos a António Caldeira assim como a sua vida pessoal está avassalada por defensores e atacantes.

Existe outro lado, o meu e o teu, que diz que viver-se numa sociedade onde se não possa questionar ou apurar a verdade, especialmente e friso,e vinco, numa sociedade onde o cidadão é encarado sob suspeito, transportando-nos para um paradoxo dum antagonismo de posição - O Governo não admite questionar, mas questiona, é indubitavelmente, uma sociedade opressiva nitidamente ou subrepticiamente, antagónica e não congruente - uma sociedade destas, ou num estado destes, deve ser combatida, primordialmente porque está em desacordo com a sua filosofia política, e porque os direitos humanos foram causas adquiridas com inúmeras vidas que se entregaram a causas e a um maior futuro da Humanidade... Está lá?!

Zé Tomes - (ronc)

 
At 2:10 PM, Blogger A.J.Faria said...

Alien
Há uma distância enorme entre efectuar determinadas afirmações que podem colocar em causa a dignidade de uma pessoa, e ter a capacidade de provar estas mesmas afirmações.
No caso em concreto do blog "Portugal Profundo" só lhe resta assumir as consequências do acto, sem tentar conotar-se como vítima de delíto de opinião.
Foi levantada uma suspeição, o que implica naturalmente a opção de defesa por parte do visado.
Chamar a isto perseguição por delito de opinião, é uma hipérbole.
Tudo tem limites, até mesmo a liberdade de expressão, quando esta atinge a liberdade do outro.

Cump,

 
At 3:35 PM, Anonymous Marta said...

Bem, que mais hei de dizer? Depois de ler o texto ainda achei que exageraste um bocadinho, mas depois de ler os comentarios de certas pessoas assim como as respostas que lhe dás vejo que andam a descer ao nível dos que tanto andam a criticar. Há muito tempo que sou leitora do blog " Do portugal profundo", sempre achei que o autor era uma pessoa inteligente, que sabe as coisas e que as expôe abertamente ao publico, de modo educado, sem ironias, ao contrário do que aqui vejo, infelizmente. A sensãção que tenho é que realmente andam a misturar as coisas, apercebo-me que nem uma única pessoa se refere ao verdadeiro conteúdo da história, do que realmente se passou, de um apuramento dos factos, como eles são. Fala-se do processo ao dono do blog, fala-se das palavras de uma professora que ao fim e ao cabo apenas disse que não admitia faltas de respeito nem ao PM nem a nínguem, fala-se se o PM faz xixi ou não as cuecas.. Sim senhores. Estamos numa verdadeira democracia. Daquelas em que nínguem sabe exactamente o que está a defender. Daquelas em que tanto pedem ao PM que baixe o valor da despesa pública como criticam o modo como ele o faz, não tendo outra solução. Criticam aprovações de projectos por parte dele quando na verdade esses projectos foram votados por outro partido. Misturam a vida pessoal de José Socrates, a sua orientação sexual, o facto de ir de férias para a neve deixando o país em crise, com as suas apetências para governar. E comparar com o que caiu da cadeira e bateu as botas? Bem.. é perseguição a mais, e sem sentido.
Concordo com a liberdade de expresão. Concordo com os debates. Concordo que as pessoas discordem ou manifestem o descontentamento. Mas não concordo com ironia, cinismo, falta de respeito, falta de BOM SENSO nas acusasões que são feitas ou nas opiniões que são dadas. E desculpem lá, foi isso que observei aqui. Estive para não comentar porque não quero chatear nínguém. Mas falam tanto da liberdade de expressão por aí.
Então sejamos livres. Mas sejamos sobretudo justos. Mesmo que pensemos que também não é justo o que está a acontecer.
Mas isto também sou só eu?

Beijinho Alien

 
At 9:56 PM, Blogger aquelabruxa said...

"Especular-se portanto, é equivalente a uma das formas de liberdade de expressão individual. "

por isso eu especulo: o primeiro ministro cheira a xixi e dá puns nos elevadores.

justiça? quando houverem eleições justas (em vez de sermos dados a escolher entre votar no fantoche da direita ou votar no fantoche da esquerda) e os governos por conseguinte forem justos então falamos mais sobre o assunto de justiça para com o primeiro ministro.

 
At 10:15 PM, Anonymous Marta said...

Aquelabruxa, lamento que te tenhas sentido atingida pelo meu coment, mas ainda lamento mais a resposta que deste ao mesmo: precisamente aquilo de que eu falava há pouco que é usar a ironia ou o cinismo ou até afirmações infantis para manifestar a opinião sobre um assunto deste cariz, era precisamente disso que eu falava. O homem pode cheirar como quiser, o outro que se peide como bem entender, aliás, até tu, eu, o papa, e o bispo o fazemos, mas até onde é que isso afecta os acontecimentos em causa ou o governo do país é que ainda não percebi. Serei burra de todo? Por achar que há coisas que devem ser discutidas com respeito? Eu retiro-me desta discussão de vez, já que se a minha opinião contraria a maior parte dos coments que aqui estão, não vou arriscar a ser linchada apenas porque também fui, digamos.. democrata.

 
At 10:42 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Fox,que posso dizer? Acontecem, estão a acontecer coisas muitos estranhas.
Beijinhos
p.s vou passar pelo teu cantinho ;)






Rui, eu estou inclinada para que o cheiro venha da entrevista, mas isto sou só eu ;)






Ze Tomes,
"o medo está registado no subconsciente, o que na prática, transforma-se em cinismo ou no vulgo termo "fugir com o rabo à sardinha".

Não te esqueças de que a intimidação é uma ARMA muito forte. Há quem não se deixe levar por essa intimidação mas há outros que...tu sabes zé.

Obrigada pelos teus comentários (uma aula quase) quanto à duvida que existe por aí sobre se é correcto o primeiro-ministro processar um cidadão...
Quando muitos dizem que Sócrates o está a fazer como cidadão não faz sentido para mim e a forma como o explicaste foi uma AJUDA para os comentadores " que se seguem" e que venham a bater na mesma tecla. Vou remete-los para o teu comentário. Foi trabalho que me poupaste. Obrigada :)

Quanto a esta história toda, vamos ver no que dá.
Beijinhos








A.J, como sempre já sabes que respeito a tua opinião. Mesmo quando me arrasas;)

"Há uma distância enorme entre efectuar determinadas afirmações que podem colocar em causa a dignidade de uma pessoa, e ter a capacidade de provar estas mesmas afirmações."

Nada neste caso coloca em causa a dignidade do primeiro-ministro. Logo aqui temos de discordar.
Quanto ao facto do primeiro-ministro ter direito de se defender, aí entramos naquele campo que é: como se separa o primeiro-ministro do cidadão Sócrates.

Vou-te remeter para os comentários do Zé Tomes.
beijinhos







Marta, antes de mais não entendo aonde está o exagero no meu texto? Não sei se te referes à forma como está escrito, o abordar um assunto sério com uma linguagem que vive do humor. Será isso? Se é isso é porque não estás habituada à minha forma de escrever.
Poderia ter abordado o assunto com uma linguagem mais "séria" mas não o quis fazer. E neste caso, o ridículo, o brincar com o ser bipolar, para mim adequa-se a esta situação que para mim não faz sentido.

Quanto ao facto de eu não ter entrado em detalhes sobre a situação em si, a resposta é simples:
Todos têm acesso ao blog do António, e podem a qualquer momento ler o que eu li e tu leste sobre este caso. E mais, esta história é do domínio publico, assim, não achei que seria necessário escrever um texto que seria longo com toda a certeza explicando - dando pormenores - que os meus visitantes podem obter através de um "click"

Os que estão a par do assunto sabem do que falo. Conhecem a "história" muito bem, assim sendo eu limito-me a dar a minha opinião sobre algo com o qual eles já estão familiarizados.
Aqueles que não estão, como te disse. Se estiverem interessados vão tentar saber mais.

"sempre achei que o autor era uma pessoa inteligente, que sabe as coisas e que as expôe abertamente ao publico, de modo educado, sem ironias, ao contrário do que aqui vejo, infelizmente"

Tens de entender que existem pessoas com formas diferentes de abordar os assuntos. O António é inteligente...concordo com tudo o que dizes sobre ele. Quanto à " ironia" é uma ferramenta que está à disposição de quem escreve, não fazendo dessas pessoas mais ou menos educadas do que o António.

Da mesma forma que me revolta o facto de ter havido mais uma demissão ridicula por causa de um cartaz ( cuja a directora não teve culpa no cartório), também os meus comentadores têm o direito de se expressar da forma como o entendem. O respeito pelas pessoas está a ser perdido por este governo. E se eu tiver de usar a ironia ou o humor para dizer o quanto certas situações me
revoltam, vou SEMPRE fazê-lo.

"E comparar com o que caiu da cadeira e bateu as botas? "

Sim! Comparei este Primeiro-ministro ao Salazar, porque quando eu vejo pessoas a serem demitidas de cargos com motivos "inventados" para lá serem colocados mais "homens do partido" fico assustada.
Quando vejo pessoas a serem despedidas porque fizeram uma "PIADA" sobre o Primeiro-Ministro, começo a achar que isto está a ter contornos estranhos.
E não estou sequer a tocar no assunto "António".


Ainda bem que comentaste. Se leste todos os comentários verás que não estás sozinha, que há comentadores que expressam uma opinião contrária à minha.
Não me chateaste, nem ninguém aqui me chateia por dar a sua opinião.
Tu ainda não me conheces mas eu respondo SEMPRE a todos os comentários, até aos dos anónimos quando escrevem: vai-te foder!
Até a esses eu respondo lol E não! não da mesma forma, claro.

Neste canto podes sempre escrever o que te apetecer.
Os comentários que apago, são quando um comentador manda para o CARALH& outro. Ou quando me escrevem 700 palavras a mandar à merda, aí perco a paciência para responder. De resto, se todos se respeitarem, não se insultarem uns aos outros ( já aconteceu) todos podem expressar a sua opinião.


Beijinhos e volta sempre
E isto, como sempre, sou só eu ;)

 
At 10:49 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Aquelabruxa, especula! Não tarda nada estás com um processo em cima! Eu já te avisei ;)

Entendo a tua indignação. Se entendo.
Beijinhos




Marta,"Serei burra de todo? Por achar que há coisas que devem ser discutidas com respeito? "

Não, não és burra. E há coisas que merecem respeito. O povo português, por exemplo. Que se sente cada vez mais revoltado Marta.

TU NÃO VAIS ser linchada! Lê todos os comentários como já te disse. Não estás sozinha.

Agora, tens de entender que como te disse a "ironia" o "humor" são ferramentas que podem muito bem ser utilizadas como forma de resposta ou expressão de opinião.

Beijinhos...cá te espero sempre que queiras aparecer

 
At 1:46 AM, Anonymous Anonymous said...

Eu concordo contigo Alien - o Senhor é mesmo muito, muito mesmo, sensível.
E, por isso, nós, que somos seres atentos, devemos procurar não ferir essa sensibilidade.

Mas fica descansada que não manchaste nada.
Se fosse com tomates, ai! aí não te safavas.
Assim, como são grelos, não há hipótese de manchar.

crt

 
At 2:46 AM, Anonymous Marta said...

Claro que apareço ó pava...
Agora vou p'ros fados e depois já venhO ACRUZINAR-TE os obidos outra vez.
Bjs

 
At 3:50 AM, Blogger Alien David Sousa said...

CRT, temos de permanecer atentos. Eu temo as pessoas sensíveis DEMAIS!
Isto aqui entre nós, se tivesse manchado tenho sempre a desculpa que sou Bipolar. Temos de arranjar truques para viver nesta democracia.
Beijinhos





Marta, ouve aqui um mal entendido qualquer entre nós.
És a NITA e eu pensei que a Marta que comentou fosse uma Marta que não me conhecia. Se reparares eu comento este facto numa das minhas respostas. Pensei que era outra Marta que não estava habituada à minha forma de escrever, nem aos meus visitantes. Afinal és tu!?!?
What the fuck? lol

Como és a NITA acho que não tenho mais nada a dizer sobre o texto, o estilo do mesmo, nem sobre os comentários aqui na BOX e as minhas respostas.
You know me! A outra pensei que fosse uma freguesa nova. Que me estava a estranhar.

Enfim, diverte-te nos fados.
Beijinhos

 
At 5:15 AM, Blogger Å®t_Øf_£övë said...

Alien,
Eu vou começar a utilizar o meu blogue no fim de cada post a celebre frase:
"O que hoje é verdade amanhã é mentira".
Achas que desta forma me posso salvaguardar de futuros problemas???
Bjo.

 
At 2:59 PM, Blogger Karl Macx said...

Acho engraçado como, no espaço de dois, três anos, as mentalidades mudam. Em Abril de 2004, três jornalistas d'"O Primeiro de Janeiro" foram despedidos sumariamente por terem um blog onde relatavam as vicissitudes da profissão onde estavam inseridos.
O caso foi discutido na comunidade jornaleira, perdão, jornalística, e bloguística.
Onde esteve o apoio?

Será mais importante a censura de um primeiro-ministro do que a de um jornal?
Sendo que a mediatização só acontece porque se trata de um ataque ao Governo, um crime só é um crime se muita gente estiver a ver?
E porque é que quando os jornalistas foram processados por conduta criminosa com atentado ao bom-nome do jornal, a comunidade bloguística e jornalística virou as costas, mas agora avança em toda a frente na defesa de um dos seus?

A questão que fica é: porque é que uns são filhos da mãe, os outros são filhos da puta, como se diz na minha terra?

 
At 4:39 PM, Anonymous Anonymous said...

...depois de ler com atenção, permita-me dizer o seguinte:


Todos falamos, estrabuchamos, revoltamos, indignamos, dizemos nomes, falamos blasfémias...o que quisermos.A VERDADE nua e crua é esta:

NADA PODEMOS FAZER CONTRA ELES.E já que é a NOSSA NAÇÃO, porque nao olhar para os apectos positivos que AINDA HÁ???È que, realmente, não há país perfeito!

 
At 9:15 PM, Blogger Zé Tomes said...

Lamento mas discordo.

Não sabendo se o havia dito anteriormente, sou uma pessoa com uma certa alergia à política, principalmente quando ela é praticada à moda do sofisma (argumento ou falso raciocínio formulado com o fim de induzir em erro) em que o cerne da mesma é exclujsivamente por assim dizer o seu "invólucro", ou seja, a parte exterior, "a película", a "estética" da retórica; ou seja, a retórica é venerada independente do conteúdo, bailando e cativando as emoções do ouvinte - ou seja, o ouvinte fica, por indução directa às suas emoções, maravilhado, ou anestesiado, ou "drogado" num ópio de contentamento ainda que absurdo.

Contra tudo isto sou contra, e por isso sou uma pessoa extremamente desligada da política tal é a minha revolta perante um "sofisma" (manha retórica).

Sobre outras injustiças paralelas, em 1º caso, são milhões as atrocidades cometidas diariamente, é crassa a desinformação sobre tal, a ambiguidade entranha-se, e o nºe esmagador de casos acaba por fazer esmorecer o mais defensor dos direitos humanos. Falo directamente sobre a minha pessoa. Tento retribuir essa impotência no acto mais diluído do mundo, a acção no quotidiano. Falo, falo e peco por tanto confrontar - no quotidiano, no trabalho - e já fui dispensado várias vezes por tal, por não me Conformar com uma injustiça que se depara perante as minhas singelas fuças - ali, escarrapachadas maquilhadas de ambiguidade.

Como sou desatento perante os média, porque fiquei demasiado intoxicado por tanta notícia tétrica, por tanto mau jornalismo, exluindo alguém amigo que me alerta sobre tal problema, lá estarei com as mimhas armas em apoio.

No caso específico, já tinha escrito um artigo sobre Fernando Charrua, um principiar de contestação, quando me deparo com o caso Caldeira - o que despoletou um real querer impor-me perante uma tão, e tão exacerbada injustiça como demonstração de carácter pela parte do 1º ministro - manobrador máximo do país - em prática.

Pensando que uma contestação sentida não vale enquanto não for posta em prática de alguma forma, diluida ou não, criar-se uma petição sobre o assunto seria a minha forma de tornar possível, fazer-se algo.

Algo, não significa tudo mas significa alguma coisa, alguma coisa significa demonstração de não compactuação. Esse algo, ainda que sem força para mover algo, era condição que achei necessária para tornar congruente a minha real indignação pelas manobras governamentais.

Gostaria de ter sabido, porque nunca tinha feito uma petição, nem sequer sabia como se criava uma tirando o exemplo de outras petições que tinha ficado a par, de uma petição sobre o despedimento dos jornalistas - fica com o meu e-mail que penso ficar aqui registado, e assim que existirem petições contra injustiças que decorram paralelamente e que as constate, avise-me p.f.f.

Sobre porque não essas e porque sim esta, não encaro uma em prol da outra, nem a subtracção de uma pela outra, nem a diminuição de significado de uma pela outra - O que pode acontecer é uma mistura de um fenómeno mediático que trás à baila determinado assunto.

Mas vejamos, se não existir publicidade (e o dito de uma pessoa a outra, é publicidade indirecta - talvez a mais eficaz - e que em escala maior se aplica à multinformação dos blogues) não existe informação! O que pode acontecer de errado em tal fenómeno é as pessoas só relevarem determinado assunto porque "Ele" está na ribalta, associando importância a ribalta.

Mas isso difere do caso aqui exposto. Friso mais uma vez, sou um alienado despegado das notícias e da informação. Sempre que existir uma petição contra injustiças avise-me p.f.f.

Argumentando sobre o comentário seguinte:

Acaso se não possa fazer nada perante as posturas do Governo, estar-se-à perante um despotismo, não uma República Democrática. O sistema Europeu ao qual pertencemos tem por base filosoófica e política a Democracia, a comunicação entre emissor e receptor, vice-versa, cidadão - governo. Chama-se a isto evoluir, saber comunicar e aprender com o processo. Crescer.

Estar dizendo-se que nada se possa fazer e que se deva embelezar o que existe, porque ainda existe, é estar-se dizendo precisamente que a Nação não é nossa, que não é de todos, é deles... Mas deles quem? Do governo, dos políticos? Então e para que servem os direitos? Para que servem os decreto-lei? Para que serve o trabalho dos que lutaram anteriormente? Para que serve a nossa indignação perante o estado dum país de 3º mundo? Porque, nenhum aqui de nós, SABE, o que é realmente viver-se em miséria.

Porque não lutar e assegurar que ela não se instaure na "Nossa" Nação? Porque consentir se tudo temos para crescer? Se ainda existem coisas boas e belas? Porque não lutar por essas que ainda existem e mais, pelas que pereceram no percurso da História? E pelo futuro, porque não lutar pelo futuro das gerações que hão de vir? Porque não lutar-se por nós "egoisticamente" contrariando em vez de compactuando e lamuriando de seguida?

Abraço a todos e penso que o teu responder a todos os comentários seja uma virtude que torne este blogue especial

Beijos de um outro alienígena!

PS: Já sabes da história da chuva vermelha de Kerala, na Índia?

 
At 10:18 PM, Blogger aquelabruxa said...

MARTA, desculpa, acho que exagerei, eu apenas queria ridicularizar a situação, é essa a minha ínica intenção, pois não gosto de políticos, nem de nações, nem de eleições, nem nada dessas coisas, por isso ponho-me apenas a brincar com a minha liberdade de expressão. e acho bem que venhas aqui dar a tua opinião!

 
At 10:24 PM, Blogger ANNA-LYS said...

I was browsing on trying to find a "sex slave" ... and your blog came up!!!!!

hmmmm ... ;-))

 
At 10:25 PM, Blogger Zé Tomes said...

Só para rematar:

Só há coisa de um ano aderi à comunidade blog.

Só muito recentemente, 3,4 meses atrás tive acesso constante à net.

S´há coisa de 1 mês, 2 meses, descobri que existia o portal de notícias do Google, coisa maravilhosa.

Portanto:

Não transportando o meu caso pessoal para a generalidade, apenas porsso formular o seguinte:

- O mundo da informação tem vindo a expandir-se exponencialmente;

- nem toda a gente tem acesso à internet como fonte passiva de serem indagados ao pormenor todos os parametros de determinado assunto.

- nem toda a gente tem cabeça para ouvir a informação e contra-informação que é gerada - mas pior do que isso - volto atrás - nem toda a gente tem acesso à internet como fonte passiva de serem indagados ao pormenor todos os parâmetros de determinado assunto.

A Net é "o" meio de informação, pelos blogues, pelas notícias, pelas fontes de estudo, pelo acesso directo.

O que talvez tenha acontecido na altura em que decorreu a tal injustiça sobre os jornalistas, tenha sido que ninguém tenha relevado porque precisamente não foi uma noticia de tabloide, não "existia" por assim dizer,

ou, porque ninguém se lembrou de fazer uma petição contra

A questão é, qual o nível de mediático que teve a not+cia dos jornalistas comparada com a noticia de Antº Caldeira?

Porque n~ºao foi irrompida uma vaga de contestação perante a injustiça dos jornalistas? Ou mais -

Porque a comunidade Jornalísitcqa, ou a associação de imprensa, ou o que seja que defina uma coligação de toda a imprensa, não se tenha manifestado. Vou indagar. Mande-me s.f.f links ou artigos sobre o assunto. Gostaria de saber quais foram as reacções.

Abraço

 
At 10:27 PM, Blogger ANNA-LYS said...

ahhh ....

Now I got it!!!!

"Romeo, LOL Sim, fica por aí! Eu vou-te buscar só para matar saudades e depois prometo que te levo de volta a Gamilon.
SEX SLAVE?!? UAU! ;)
Beijinhos"


It was the comment I copied that made this happen ;-)

LOL

(just kidding ;-)

 
At 11:00 PM, Anonymous Marta /nita said...

Ai ó balhamassanta nunca mais descobrias que era eu... e foste obrigar aquelabruxa a pedir me desculpa?? xii onde é que isto vai parar. Aquelabruxa, não me peças desculpa fogo.. não era preciso. Apenas não consegui achar piada, acho que devemos criticar os nossos governantes sim, mas com senso e não com base em anedotas. Parti do principio que isto era um post sério e custou-me ver que as pessoas aproveitam para dizer coisas que nada mas nada têm a ver, entendes? No entanto, isto é um blog e cada um diz o que tem a dizer. Depois pedir desculpas?? isso não. A única que tem de me pedir desculpa é esta xouriça estouvada por não me ter reconhecido. Uma pessoa não pode descansar uns dias e depois já nem se lembram dela? catanuuu
O que vale é que nunca fico chateada a sério...

Alien ó pava, assino Marta Nita? :PPPPPPPP

 
At 11:37 PM, Blogger aquelabruxa said...

mas ningué me obrigou, eu é que acho que não fui muito simpática :)

 
At 11:38 PM, Blogger aquelabruxa said...

para ti, marta, não para o primeiro-ministro... esse, enfim, já sabes...

 
At 12:08 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Que raio se passa aqui? Com a ANNA-LYS e com a MARTA?...mas...mas acho que anda tudo a fumar coisas esquisitas ...só pode?! Desculpas? Obrigar? aquelabruxa?!?! ...mas ...mas tá tudo doido! lol

Bem já respondo a todos!

 
At 12:31 AM, Blogger Zé Tomes said...

Noticia sobre petição no JN

http://jn.sapo.pt/2007/07/01/nacional/peticao_pelo_autor_do_portugal_profu.html

 
At 1:22 AM, Anonymous Marta/nita said...

juro pela minha rica saúde (coff) que não fumei nada..

 
At 1:24 AM, Blogger Fábula said...

eu acho que a blogoesfera em peso (ou lá como lhe chamam) devia unir-se e, no mesmo dia, todos postarem qualquer coisita sobre o Nosso Senhor PM, ainda gostava de saber se ele ia ter pachorra para processar toda a gente... ;)

 
At 1:31 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Karl, qualquer tipo de censura é revoltante.
A censura a que esses jornalistas foram submetidos é vergonhosa e muito triste. Não acho que o António seja mais ou menos do que eles. E quando falamos de injustiças não devemos separar águas. TODAS devem ser tratadas e igual modo.
Falando por mim, se estou a dar apoio ao António neste momento é porque o posso e quanto aos jornalistas na altura nem sequer tinha Blog. Não estou a dar apoio ao António por o caso poder ser mediático, estou porque acredito em cada palavra que escrevi. Acredito que este governo está a brincar com os Portugueses.
Eu não sou parva para engolir que a "senhora" directora foi demitida porque teve culpa no cartório quanto ao assunto " cartaz". Quando o próprio "culpado" a isenta de qualquer responsabilidade. E depois de ouvidas as partes, é por demais obvio que a senhora foi demitida para que fosse colocado lá um "senhor" do partido. Isto foi o último caso de como as coisas se estão a desenrolar neste momento no nosso país e eu NÃO GOSTO do que vejo e oiço!
O António é só mais um! Porque os casos não cessam.
Para mim a censura é algo repugnante a todos os níveis Karl. Já trabalhei com uma pessoa que (podes rir) adorava sabotar os nossos anúncios, censurar mesmo, eu tinha de substituir uma palavra por outra nos meus textos...foi das piores alturas da minha vida. Era uma pessoa doente que o fazia por divertimento. Não tinha um país para governar.
Enfim, compreendo a tua revolta e se a comunidade bloguística não reagiu é porque talvez não foi feita uma divulgação como deve ser. Não sei. Tens de ser tu a responder a esta questão. E quanto à classe "jornalista" , apoiaram esses jornalistas a sério? Manifestaram-se?
Lê com atenção os comentários do Zé tomes, ele pede por links para saber mais. Sei que és capaz de ter alguma coisa guardada e se puderes facultar essa informação nem que seja para ele estar a par do que se passou, seria muito bom.

Beijinhos, filho da puta para mim nunca serás ;)





Anonymous, há que saber olhar e apreciar os aspectos bons, MAS, há que não ter medo de falar no que está mal senão vamos ao fundo. Fechar os olhos a algo que está mal, apontando o dedo só para as coisas boas não é como eu quero e gosto de viver.
Só falando sobre o que está mal é que podemos chegar a algum lado. Fechar os olhos a um problema, fingir que não existe, fingir que o problema se vai resolver sozinho é um disparate porque nada se resolve se não nos envolvermos. Quando queremos algo que nos é IMPORTANTE, temos de ir à luta.
Saudações alienígenas







Ze tomes, gosto cada vez mais de ti e não me digas que vais discordar! ;)
De cada vez que comentas dás a conhecer mais um bocadinho de ti e identifico-me bastante contigo. Acredita.

"Sobre outras injustiças paralelas, em 1º caso, são milhões as atrocidades cometidas diariamente, é crassa a desinformação sobre tal, a ambiguidade entranha-se, e o nºe esmagador de casos acaba por fazer esmorecer o mais defensor dos direitos humanos."

Concordo contigo e provavelmente foi o que aconteceu com o caso dos "jornalistas" que o Karl mencionou. Esmoreceu. Porquê não sei? Tenho de pedir ao Karl para fazer outra intervenção.


"Estar dizendo-se que nada se possa fazer e que se deva embelezar o que existe, porque ainda existe, é estar-se dizendo precisamente que a Nação não é nossa, que não é de todos, é deles... Mas deles quem? Do governo, dos políticos? Então e para que servem os direitos?"

Acho que é a típica reacção de que não se quer chatear. Fechar os olhos é mais fácil, olhar para o lado é mais fácil. Claro que não deve ser assim, temos de tentar lutar pelo que está errado...e sim temos direitos é por os termos que não devemos de ter medo de falar, de nos mexermos por algo em que acreditamos.
Não quero que um dia os meus netos me perguntem: é este o Portugal que me deixas-te?


Quanto ao caso dos "Jornalistas" e quanto à informação que me pedes zé, vou pedir ao Karl para a facultar.
Eu não fico com o teu e-mail, mas tens no teu blog, não tens? De qualquer das formas, sempre que me quiseres deixar uma mensagem podes ir ao meu GUEST-BOOK. Se quiseres que seja uma mensagem PRIVADA, só tens de escolher essa opção e só eu a poderei ler.

Beijinhos meu alienígena friend ;)
p.s Li tudo com atenção... é difícil comentar detalhadamente, mas as tuas palavras não caem em saco roto.





Aquelabruxa, como é para a Marta...fico por; um beijnho para ti ;)





ANNA-LYS, what am i going to do with you my dear Anna?? lol
Looking for a sex slave? Don’t you have one already? I can introduce you to some friends :D i already told you this once.BUT, i know you don’t need one ;)you already have one!

I dont know what else to say? lol
Is everybody going nuts today...trying to make me go nuts? ALL IN THE SAME DAY?

If you want to know more about that comment, i will share with you my thoughts and fallings about Romeo ;) hehe NOT!

Kisses my crazy Swedish friend
(kram)






Marta, Nita obrigar? Eu obrigar aquelabruxa a fazer alguma coisa? Acho que se tentasse ela dava-me com alguma coisa na cabeça. Não a obriguei a pedir desculpas, nunca o faria!! Cada um é como é, cada um tem o direito de se expressar como quer, desde que não insulte ninguém aqui neste espaço.

O POST é sério, e a sério.

Quanto a não te ter reconhecido. Já te expliquei o porquê. Da forma como comentaste das primeiras vezes, nomeadamente quando te referiste à forma como o texto estava escrito, pensei que fosse alguém que me desconhecia. Que não estava habituado à minha forma de escrever. Foi por isso que te confundi e não peço desculpas xouriça MOR porque se reparares até na forma como terminaste AQUELES comentários não é a habitual. Geralmente mandas um beijinho para esta xouriça, ou fazes uma piada. Nesses comentários isso não se deu, por isso pensei que fosse alguém que não me conhecia.

Podes assinar Marta nita lol
Evitamos futuras confusões...ok?
Espero que esteja tudo esclarecido xouriça mor?
Beijinhos
p.s não te esqueci, tu é que estavas irreconhecível ;) Got it?






Aquelabruxa, eu não me importo que tu especules sobre o xixi do PM!! lol
Beijinhos






Zé,vou ver o LINK!Obrigada.
beijinhos





Marta, tens a certeza Nita?Coff...coff...que não andas a fumar coisas esquisitas?;)
Beijinhos








Fábula, será que não tinha? Eu já não sei. :O E como podes ler por estes comentários é complicado chegar a um consenso aqui, quanto mais unir a blogosfera inteira. É uma utopia. Mas às vezes é bom sonhar! ;)
beijinhos

 
At 1:44 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Zé, esqueci-me de perguntar:
"Já sabes da história da chuva vermelha de Kerala, na Índia? "

Não sei ao que te referes?
Diz qualquer coisa.
beijinhos

 
At 2:11 AM, Blogger Nomyia said...

Alerta Mito!

PS: Adoro o xor engenheiro. Dá vpntade de pegar agarrar e apertar aquelas bochechinhas e abraçar o xor engenheiro como se fosse um ursinho de peluxe... Ou então é o delírio e estou a ter uma má trip :p
*****

 
At 2:33 AM, Blogger VICIO said...

Muito sinceramente sou grande adepto da justiça, mas olhando para os ultimos casos mediaticos, quer pelo nivel social dos intevenientes, quer pelo absurdo da situação, acho que sou adepto de uma coisa que serve de divertimento para muito e tacho para outros! Por isso apenas tenho a dizer: Eles são brancos! Que se entendam!
Não acho que seja uma petição que alguns "herois" vão conspurcar, à sombra dum nome qualquer, com desabafos que engolem a maior parte do tempo e com isso apenas conseguem reduzir o lado sério da coisa para lhe dar um ar de palhaçada, que se vai conseguir algo!
Cá por mim... fico na plateia!

 
At 3:08 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Nomyia, mito novo?? Finalmente!!
Não sei há quanto tempo espero por este Mito? Há muito!
Beijinhos
p.s deixa de fumar coisas esquisitas, é memo uma má trip! lol




Vicio, ficar na plateia nunca foi o meu forte. Não encaro a petição como algo de heróis ( que se querem fazer passar por), encaro de outra forma, a de sermos ouvidos. Já tentei aceder ao link aonde esta é mencionada no site do JN, mas não consegui. Se a petição serve para alguma coisa? Se vai mudar alguma coisa? O facto de estar a ser mencionada no JN já É ALGUMA COISA, ou não?
Para mim é! E para aqueles que a assinaram também acredito que seja. Não há nada pior do que falar sem ser ouvido. Parece que fomos. O que "nesta espécie" de democracia já é muito bom. Quanto ao desfecho deste caso, estou na expectativa. Nem vou mencionar os outros, já mencionei um aqui, mas como tu mesmo o disseste já são tantos que...enfim...
Não encaro a ajuda ao António como palhaçada, muito longe disso. Eu nem gosto de palhaços, nunca gostei.
Beijinhos viciante vicio

 
At 3:25 AM, Blogger Bxana said...

Ahhhhhhhhhhhhhhh... Sócrates... essa figura. Eu já confessei no meu blog como o amo perdidamente, e o quero para pai dos meus filhos.

Agora aguardo pacientemente que ele me arranje um lugarzinho na administração da CGD.

Não é assim que ele recompensa as bestas amestradas?

Miaus!!!

( a continuar assim, prometo brevemente miaus vindos do tarrafal)

 
At 2:50 PM, Blogger Cláudia said...

Cuidado Alien...tmb vais de cana :)

Isto é tudo uma palhaçada.

Olha, o Pilas da Peixinha ainda n nasceu...


Beijo grande

 
At 5:45 PM, Blogger Klatuu o embuçado said...

BLOG DE UM PLAGIADOR:

http://spring-gold.blogspot.com/


http://meninamomentos.blogspot.com/2007/05/u

m-falso-querer.html

http://spring-gold.blogspot.com/2007/07/no-e

spero-que-me-entendas-quero-de-ti_02.html

http://tocolante.blogspot.com/2005/04/25-de-

abril.html

http://spring-gold.blogspot.com/2007/04/toco

u-o-telefone-na-madrugada-l-longe-l.html

http://tsilva.blogs.sapo.pt/108951.html

http://spring-gold.blogspot.com/2007/04/o-no

sso-cames-genial.html

http://corta-fitas.blogspot.com/search/label

/Tert%C3%BAlia%20liter%C3%A1ria

http://spring-gold.blogspot.com/2007/04/vers

os-para-as-fitas-de-final-do-curso.html

 
At 6:54 PM, Blogger Karl Macx said...

Para os interessados na história dos despedimentos n' "O Primeiro de Janeiro", podem procurar no blogue Ponto Média, bem como no Diário de um Jornalista.
Sairam alguns artigos n' "O Publico" e mais não posso dizer, até porque sou parte interessada no processo...

Alien, a censura é má, mas existe em todo o lado. A prepotência com que os nossos governantes a usam é que é indecente. Ainda assim, faz parte da democracia eu sentir-me ofendido e decidir colocar alguém em tribunal por atentado à minha honra e bom nome. O facto dele ser arguido não me aquece nem arrefece. Se alguém se sentiu ofendido pelo que foi escrito, quem escreveu tem de assumir a responsabilidade. Censura é se fosse proibido de continuar a escrever.

A democracia não pode ser utilizada à vontade do freguês.
Mas também não pode ser vilipendiada por quem deveria fazer tudo para a defender.

O que mais me custa é saber que, daqui a dois anos, todas estas histórias vão desaparecer, trocadas por meia dúzia de esferográficas e porta-chaves...

E isso, como diria "o outro", irrita-me profundamente...

 
At 8:34 PM, Blogger platypus said...

fiquei fã deste teu alien blog.
saudaçõs aligeneas.
:)

 
At 8:39 PM, Blogger poca said...

é por estas e por outras que eu não fico triste por não perceber nada de política!
quanto menos sei menos me irritam as injustiças e tal
é que isto de ser do povo.. a mim dá-me a sensação que por mais que nos dêem oportunidade de expressão, de voto e de fazer petições.. eles acabam sempre por fazer o que querem..
infelizmente.

beijinhos

 
At 10:03 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Bxana,esses Miuas serão tão feios se saírem ao pai. ;) lol És doida! Fizeste-me rir.
Beijinhos





Claudia, bem vinda em nome da peixinha! :D
A minha data para o nascimento do PILAS é 20 de julho. Por isso ando mais descansada...como o sei? Poderes!
Beijinhos e obrigada por teres passado por aqui para dar noticias.








Klatuu , eu ainda não estou em mim! Fui ver todos os LINKS que aqui deixaste e ainda não estou MESMO em mim.
Este sujeito, este KANOFF do BLOG SRPING GOLD é de uma falta de ética aterradora. Não queria acreditar de cada vez que abria um LINK de outro Blog e encontrava um texto para depois encontrar o MESMO no Blog deste indivíduo.

What the fuck??

Vou voltar ao Blog dele, para o ver com mais atenção, mas não tenho dúvidas de que este indivíduo sem personalidade ou carácter é um PLAGIADOR. Raça que odeio.

Não sei se tu já comentaste neste blog? Não sei como o descobriste, nem como descobriste que anda a roubar os outros...

O próximo texto pode ser o meu, ou o de alguém que eu conheça. Mas, nem é aí que está a questão...para mim a falta de HONESTIDADE é algo com a qual não sei lidar. Este individuo não tem escrúpulos é um IMPOSTOR. E quando as pessoas usam máscaras, FURTAM OUTRAS AQUI NA BLOGOSFERA, da mesma forma o fazem fora dela.

Obrigada pelo alerta. Já tenho tema para o meu próximo post.

Ele que me venha insultar à posteriori. Depois conversamos.

Beijinhos Klatuu,







Karl, obrigada pelas dicas...como está em decurso um processo e tu não podes falar eu vou deixar as minhas questões para outra altura.

Quanto ao tema da censura relacionado com este caso, eu respeito a tua opinião mas não consigo ver as coisas da mesma forma.
Não concebo um Primeiro-ministro processar um cidadão, até porque como os separamos? O primeiro-ministro do cidadão Sócrates?, quando este exerce funções e é pago para isso.
Voltamos a essa questão que para mim o Zé tomas definiu de uma forma muito interessante.
Se estiveres interessado, lê o comentário dele. Como dissociar o Primeiro-Ministro Sócrates do cidadão Sócrates.

"A democracia não pode ser utilizada à vontade do freguês."

Estamos de acordo. Nem à vontade de quem está no poder.
Beijinhos






platypus, obrigada. :) Volta sempre.
Saudações alienígenas







Poca, sim infelizmente a seguir a este caso, outro se seguirá. Mas, não consigo estar de braços cruzados quando vejo uma injustiça...se posso fazer algo, por mais insignificante que esse algo seja. Vou sempre fazê-lo.
Beijinhos

 
At 1:18 AM, Blogger Zé Tomes said...

Ora vivas

Torna-se viciante aqui aportar.

Obrigado pelas tuas palavras.

A chuva vermelha de Kerala - é um paradigma que surgiu na comunidade científica - neste caso na de micro-biologia.

Ora a chuva vermelha decorreu lá para 2002s (salvo erro - dá um pulo no artigo - http://tasfastas.blogspot.com/2006/06/notcia-chuva-vermelha-em-kerala.html)
na Índia cobrindo os telhados das casas da zona de Kerala de tons ocre, negro e amarelado.

Foram decorrendo episódios semlhantes em zonas contíguas.

Para grande espanto do mundo, constatou-se que o que atribuia uma pigmentação avermelhada à chuva, eram micro organismos celulares de tons vermelho, amarelo e negro.

Das inúmeras hipóteses a mais plausivel seria que um tornado, tufão, ou vento havia transportado pelo ar micro-organismos marinhos, ou micro-algas, pela sua parecença de natureza biológica, semeando-os pela Índia.

O que tornou paradigmática a questão, foi constatar que as micro-partículas não possuiam ADN, apesar de serem orgãnicas. Tal é inédito sobre uma base de dados biológica existente. Para maior espanto, constatou-se que as partículas mais escuras, eram-no devido à exposição a altas temperaturas.

Verificou-se que os micro-organismos eram ultra-resistentes a temperaturas elevadas, constatando-se que resistiam a mais de 300ºC.

Existem vertentes filosóficas de astrobiologia que defendem o conceito da panspermia - em que sucintamente, os cometas como cápsulas, transportam vida alojada, vida como uma sementeira num campo.

Conjectura-se se tais células "escurecidas" não serão células extra-terrenas que terão ficado chamuscadas aquando da entrada de um cometa na atmosfera.

Beijo

 
At 1:36 AM, Blogger ANNA-LYS said...

Hej Alienta

Nu undrar jag givetvis vad du menade med att säga "soon living this planet". Förstår du inte hur orolig jag blir och ... varför? :-/

(( kram ))

 
At 1:44 AM, Blogger Miss Alcor said...

Realmente, isto é mesmo uma democracia... completamente subvertida!
Completamente.
Já não se pode dizer piadas. Já não se pode chamar desmiolado ao primeiro... e no entanto os políticos continuam a dizer palhaçadas sem que ninguém os despeça, como disse hoje o Ministro das Pescas a um pescador: "Olhe, peça para sair da União Europeia"... dúvido que seja sequer intimado por dizer tal coisa! Se calhar até lhe bateram palmas!

 
At 4:52 AM, Blogger Alien8 said...

Bem dito e bem feito, mana!

Assim é que se fala, o resto é treta.

Beijos alienígenas.

 
At 4:58 AM, Anonymous http://shakermaker.blogs.sapo.pt said...

Ora viva!

Está visto que vivemos num espécie de ditadura democrática, em que o governo subalterna os orgãos do estado que por sua vez também querem manter a população controlada e sossegada.

É claro que isto que está aqui em cima não foi ideia minha, pois eu apenas estou a escrever o que me estão a ditar. Queres que diga mais o quê?

O Sócrates faz-me lembrar aqueles miúdos queixinhas que depois de apanharem uns tabefes, correm logo para debaixo das saias da mãe.
Haja paciência e, já agora, justiça (com ou sem petição).

Mais uma vez, voltei a escrever palavras que não são fruto da minha indignação perante este caso. Não! Nada disso, eu sou estou a ser bem mandado. Assim como um qualquer acessor do primeiro-ministro.

Um abraço...
shakermaker

 
At 9:05 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Ze Tomes, não sabia de nada disso. Deveras interessante. Vou ver o link, fiquei curiosa...há coisas estranhas, coisas que nós não estamos a par e que nos fazem pensar. Are we alone? ;)
Beijinhos






ANNA-LYS, i went to the translator and im so confused, you cant imagine! :|
You what me to tell YOU, what i meant by...? I cant understand in the translation...now im nervous, more then you for sure lol

Will you try again, in english ;) hehe

Kisses crazy
(kram)




Miss Alcor, "Olhe, peça para sair da União Europeia", esta é linda! Que dizer? lol

Faço minhas as tuas palavras:
"e no entanto os políticos continuam a dizer palhaçadas sem que ninguém os despeça, "

Ah pois é!! :|
beijinhos





Alien8, maninho...olha calada não consigo ficar quando estou perante certas situações. É defeito da nossa raça! ;)
Beijinhos alienígenas





Shaker, lol deu para rir ao ler o teu comentário. Se deu.

"Não! Nada disso, eu sou estou a ser bem mandado. Assim como um qualquer acessor do primeiro-ministro." lol

Forte muito bem mandado, eu adorei ler. E rir é sempre um bom remédio.

Beijinhos

 
At 2:32 PM, Blogger Karl Macx said...

Alien, algo me diz que a leitura do meu comentário foi na diagonal... mau, mau, maria...
vou ter de começar uma guerra interplanetária???

;)


"A democracia não pode ser utilizada à vontade do freguês.
Mas também não pode ser vilipendiada por quem deveria fazer tudo para a defender."

Acho que está a generalizar-se a confusão e a culpa, em parte, é nossa.
Senão, vejámos:

1. Nós consideramos abuso de poder quando um cidadão coloca outro em tribunal, mas só quando o cidadão em questão é primeiro-ministro;

1.1 - Coloca-se a seguinte questão: se José Sócrates não fosse Primeiro-Ministro, esta conversa estaria a ter lugar?


2. Os media não ajudam na questão, pois são os primeiros a confundir as atitudes repressivas do Governo com as pessoas que o compõem.
Uma coisa é o que o Governo faz, que é lamentável, persecutório, ditaturial, escandaloso e de uma lata sem comparação.
Outra coisa é quando José Socrates, cidadão português com o BI nº xxxxxxxx se sente ofendido na sua honra e decide meter alguém em Tribunal.

3. Porque se calhar o problema está na separação das águas. Quando os artigos do Portugal Profundo foram escritos, eles visaram José Sócrates, que antes de ser primeiro-ministro, é cidadão!
E na minha terra costuma dizer-se: "Quem sai à chuva, molha-se!".
Apesar das tentativas do Governo em provar o contrário, nós vivemos numa democracia e, num estado democrático, se existe o direito à opinião, também existe o direito à indignação e de considerar determinadas opiniões como atentatórias do bom nome das pessoas

4. Reparei que por várias vezes aqui nos comentários se falou em liberdade de expressão, carta dos direitos humanos, artigo 37º da Constituição, etc, etc, etc.
TODA A LIBERDADE TEM UM PREÇO, que é pago civilizadamente.
Onde está a carta dos DEVERES Universais?
Eu tenho o direito de exprimir a minha opinião, mas o dever de não atentar contra as sensibilidades alheias.

A mesma Constituição que me diz que me posso expressar no artigo 37 diz, NO MESMO ARTIGO, parágrafo 4, que "A todas as pessoas, singulares ou colectivas, é assegurado, em condições de igualdade e eficácia, o direito de resposta e de rectificação, bem como o direito a indemnização pelos danos sofridos.".
Se quisermos ser mais picuinhas, o artigo 26 diz "A todos são reconhecidos os direitos à identidade pessoal, ao desenvolvimento da personalidade, à capacidade civil, à cidadania, ao bom nome e reputação, à imagem, à palavra, à reserva da intimidade da vida privada e familiar e à protecção legal contra quaisquer formas de discriminação."

(faço aqui um intervalo para escrever o seguinte: prezo muito as pessoas que comentam neste espaço, mas peço-lhes isto e só isto - todas as moedas têm dois lados. Tirem as palas e vejam o conjunto. Depois de analisarem TODOS os factos, tirem as vossas conclusões. Mas só aí...)

5. Para terminar, até porque já me alonguei demais, e já não deve haver muito mais a dizer, serão os Tribunais a decidir se, de facto, existe má fé nos artigos escritos e se há moldura para um crime.


Da minha parte, e para que não exista qualquer tipo de dúvida, apoio o António (até assinei a petição, por isso, considero-me inatacável neste ponto), até porque não considero persecutória a reportagem sobre um hipotético diploma(ou a falta dele). Mas isso não impede que a pessoa em causa se sinta lesada e actue, neste caso, de acordo com as regras da democracia , accionando os tribunais...

É o preço a pagar pela liberdade de expressão e pela democracia!...

Bjs Alien!

 
At 3:14 PM, Blogger TIGERJUMP said...

Ai que bons eram os tempos do tio Oliveira...ao menos esse nao enganava ninguem.

 
At 6:15 PM, Blogger VICIO said...

alien,
desculpa se me fiz entender mal! eu não quis dizer que a petição era uma palhaçada mas quando passei por lá saltou-me à vista a assinatura 46 e isso sim é acto de um palhaço. (apesar de ser um caso pontual mostra que ainda há irracionalismo na sociedade)
apesar de não ter muita esperança que, para além de ser falada, esta petição vá fazer algo mais... espero que esteja enganado e que seja um forte incentivo para acabar com o abuso de poder a que estamos a ser sujeitos, que o "galo caia do poleiro" e aí sim lute de igual para igual!

mas a minha falta de esperança mantém-me na plateia!

beijos

 
At 6:52 PM, Blogger Lívio said...

A mim parece-me que este caso nos anda a distrair a todos de coisas muito importantes, parafraseando uma frase do meu último personagem: "Ê cá nã percebo nada de política...mas... a gente sabe que as coisas 'stão mal fêtas,na Educação, na Saúde, na Segurança Social, na Justiça..." no Emprego, etc.etc. etc....
A minha Liberdade acaba quando começa a dos outros! - é uma frase que trago comigo! Aprendi-a em 1974 e tento mantê-la viva.
Detesto radicalismos e fundamentalismos (serão diferentes?) mas também detesto a prepotência e não é fácil governar, mas assim como os nossos empresários têm uma mentalidade tacanha, também os políticos se servem do Voto a seu bel-prazer.
O povo devia pensar porque são sempre os mesmos que nos governam, mas chegada a altura do Voto só mudam algumas caras.
Isto é um problema de mudança de mentalidades, de educação social e eu penso que houve uma grande regressão nesse aspecto. As pessoas estão alheadas dos seus deveres sociais e políticos mas nada as impede de protestar quando são atingidas nos seus direitos sociais.
Há direitos mas também há deveres.
Não sou adepto do sistema em que vivemos mas é nele que eu vivo e tento combatê-lo com as armas de que disponho.

 
At 6:55 PM, Blogger Lívio said...

A propósito, Alien, posso acrescentar o teu blogue nos links do meu?
Sou novo nisto se se calhar já meti a pata na poça...

 
At 7:27 PM, Blogger Karl Macx said...

Alien, há uma doença a espalhar-se em S. Bento.

Chama-se governoestupidocitose e já afectou altas figuras no nosso país.

Passa no vida para veres como é...

;)

 
At 7:58 PM, Blogger Zé Tomes said...

Ora Vivas.

Karl, o ponto que quis aqui frisar é o seguinte:

Despegar-se José Sócrates (cidadão) do 1º Ministro (órgão soberano) é algo de extremamente complexo e subjectivo.

Porquê?

Porque um órgão soberano, um 1º Ministro, tem "tal" poder que eu, vulgo Zé Pedro Gomes, nunca irei ter nem tenho presentemente como cidadão - pragmaticamente falando.

"E... Justiça para todos..."

Dizer-se que eu, Zé Tomes, tenho tantas hipóteses de justiça de vir a ganhar um processo como J. Sócrates teria, é crer-se piamente no sistema que se diz de Democrático.

A Lei e a Justiça não são nem dogmáticas nem cegas, nem crêem piamente, tentam assegurar, que antes de poder vir a acontecer uma injustiça pela crença duma "justiça igual para todos" - ou seja, a Lei progressista, não se admite como genuinamente pura num sistema genuinamente puro - elas alicerçam-se em estruturas defensivas que possam realmente torná-la em prática mais justa. Portanto e empiricamente, elas através dum sistema e estruturação de leis, tentam aproximar-se do conceito - Justiça para Todos.

Ou seja, não existe o facto adquirido de que realmente seja justa, mas o objectivo crescente em que a sua construção (em contínuo progresso)e rectificação tendam para a aproximação do ideal - ser, de facto justa.

Tudo isto quer dizer o quÊ?

Que é altamente subjectivo e duvidoso que o poder de um órgão soberano seja posto de parte, portanto que isente qualquer influência na decisão de justiça, aquando de um litígio apontado pelo próprio Estado, personificado em 1º Ministro, sobre um cidadão.

Sumariamente, é altamente arriscado dizer-se que as probabilidades de justiça estão ela por ela, e que o cidadão tenha tantas hipóteses de se defender como o 1º Ministro. 1º Ministro, ou cidadão/1º Ministro. A influência do poder (excepto num sistema altamente avançado) não distinguirá Sócrates cidadão de Sócrates 1º Ministro e a prova disso nem que seja pela própria postura do 1º Ministro - seguindo-se o lema que já a priori está errado, que: "se" se possa num sistema democrático fazê-lo, um órgão soberano tem todo o direito de o fazer - ou não estivéssemos nós num sistema democrático)

A Constituição da República (assegurar-se-ia) de que não existiria a possibilidade da existência de um abuso proveniente de um órgão soberano sobre o cidadão, porque, está feita de modo a não crer no sistema justo, mas a precaver o sistema de ser injusto.

Um sistema democrático, não permite que os órgãos de poder possam usar desse poder sobre uma decisão de justiça que já à partida é desequilibrada. Porque estar a permitir que um órgão soberano exerça de seu poder sobre uma decisão que já em si é tendenciosa para o desiquilíbrio é não estar a democratizar a estruturação de um estado democrático. Pela influência social, pelo acesso económico, pela recolha de apoiantes, pela influência jurídica ou magistral. pela própria decisão do tribunal.

António Caldeira pode ter muitos apoiantes, mas a influência de um 1º Ministro é bastante maior. Temos dois pratos desequilibrados.

E a Constituição adverte, que o Estado deva estar em consonância com as liberdades de expressão, que deva estar SUBORDINADO ao cerne da Constituição.

Apesar de a meu ver poder existir um erro na Constituição - sobre não estar esclarecida mente explicito não ser permitida uma intervenção de um órgão soberano sobre um processo judicial sobre um cidadão.

José Sócrates processou António Balbino duplamente, como 1º Ministro e como cidadão.

Ao processar como 1º Ministro está a abusar do poder que detém, por conseguinte a não estar de acordo com os artigos da Constituição

Ao processar como cidadão - está a tentar despegar uma coisa que já de si é pragmaticamente duvidosa. DEspegar-se um do outro pelo que já referi.

Seguindo a lógica (hipoteticamente, porque tal desenrolar já está em confronto com a Constituição) do conceito do processo atribuido por Sócrats, em si apregoado de difamatório: uma difamação só o é quando é provada como tal. Sócrates em vez de colmatar uma dúvida instaurada, processa. Em termos morais ou éticos, J. Sócrates deveria ter provado, cirurgicamente, concisamente, abertamente que toda a polémica instaurada por A. Caldeira não passava disso mesmo - de polémica. Sócrates ao contrário, quer provar que polémica = difamação. Como pode ser tal, antes de serem demonstradas provas?

António Caldeira como eu disse noutros comentários, utilizou um sistema aproximado do científico. Pistas que induzem a outras pistas, que por sua vez se tornam numa rede que se transforma num argumento, argumento palpável, relevante.

Um órgão soberano tem mais responsabilidade e maior poder do que um vulgo cidadão. Assim, maior sendo a responsabilidade e poderes de um órgão soberano, maior é a responsabilidade de utilizar correctamente esses mesmos poderes sobre o cidadão, porque, pragmaticamente falando, um cidadão, tem um poder defensivo aquém do poder de um órgão soberano.

A equidade de posição num sistema jurídico - volto a frisar: um sistema jurídico, não crê que é justo, tenta por uma estruturação de leis e direitos ser não injusto, como tal toma precauções através de direitos ou decretos-lei.

Abraço a todos

 
At 8:16 PM, Blogger Zé Tomes said...

E vice-versa sobre a simpatia Alien.

Curiosa heim, a história de Kerala?

Beijo

 
At 12:51 AM, Blogger ANNA-LYS said...

Soooooon ;-)

 
At 2:54 AM, Blogger Maria said...

Eu assinei. Já estamos demasiado tempo calados quando dormimos.

Beijos.

 
At 3:55 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Karl, guerra interplanetária? NUNCA!lol
Tu sabes o quanto eu gosto de ti Karl, és daquelas pessoas que eu admiro realmente e nunca seria por uma divergência de opiniões que andaríamos de armas ( lazer) em punho.

Li com atenção o teu outro comentário, assim como este último e sabes...este assunto divide as pessoas. O que é normal. Eu vejo as coisas de outra forma e já aqui o mencionei tantas vezes que fico um bocado cansada de o estar sempre a fazer.
É engraçado porque o Zé responde ao teu comentário lol E ainda bem que assim o é, as pessoas trocam ideias, vêem as coisas de vários pontos de vista e reflectem.
Assim sendo, e para finalizar aqui vai um grande beijinho...e tu sabes muito bem o valor que as tuas opiniões têm para mim. Presto muita atenção a tudo o que escreves neste cantinho. ;)
p.s fiquei curiosa, vou passar por lá.





(Tigerjump)
Rui, estamos de acordo querido!
Mereces uma recompensa, em privado. ;)
Beijinhos






Vicio, eu também li um ou dois comentários na petição que me desagradaram. Não sei se é o mesmo que tu viste, mas foram aqueles que usaram uma linguagem ordinária que a meu ver só prejudica a imagem que queremos fazer passar e tendo em conta para quem esta petição é dirigida, também não gostei. Mas é como tudo na vida, uns sabem quando ultrapassaram os limites, outros não.
Beijinhos viciante vicio
p.s queres que te leve uma Coca-Cola à plateia, enquanto assistes a tudo isto? ;)







Livio, " O povo devia pensar porque são sempre os mesmos que nos governam, mas chegada a altura do Voto só mudam algumas caras."

Pois é, mas parece que não pensa. Andamos neste jogo de cadeiras entre dois partidos. Agora és tu, agora sou eu.Concordo contigo, não teria como não.

E sim há direitos e deveres, e uma constituição para que estes sejam regulados, independentemente de quem a coloca em causa.
Enfim, e claro que é uma honra teres adicionado o meu Blog aos teus Links. :D
Beijinhos






Oi Zé, tu trabalhas por mim! E ainda bem porque eu já não consigo repetir sempre o mesmo lol

Obrigada por responderes ao comentário do Karl. Eu li ambos com atenção e achei por bem que a resposta ao Karl fosse o teu comentário. Já que partilhamos o mesmo ponto de vista diante desta situação.
Beijinhos& Thanks ;)







ANNA-LYS, soon? Now im curious to know what do you want me to explain. What i meant...by...by...something i don’t know what it is! lol
SOON? Get over here right now and explain yourself Anna, im not able to read minds, yet! ;)

Kisses&kram






Maria adorei a tua frase
"Já estamos demasiado tempo calados quando dormimos." lol Concordo!
Beijinhos

 
At 4:10 AM, Blogger Zé Tomes said...

Vivas a todos

Tenho explanado o meu ponto de vista, querendo tornar explícita a razão da criação da petição. Tal como tu, pretendo esclarecer através da 1ª pessoa. Tendo eu criado a petição, julgo ser minha obrigação expor nem que seja, o princípio da razão da criação da mesma.

Penso que o que realmente queira transmitir seja, que independentemente da forma como a petição está construída, ou das formas como seja elaborada, o objectivo dela é comum, a meu ver, a todos os portugueses.

Beijo

 
At 3:19 PM, Blogger VICIO said...

pode ser uma ZERO para eu não ter de pagar ;)

 
At 8:52 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Ze Tomes, os teus comentários foram e são mais do que úteis.E sim, eu também acho que o objectivo da petição é comum a todos os Portugueses.
Um beijinho




Vicio,LOL que memória a tua!
E sim, de bom grado te levo uma ZERO! ;)
beijinhos viciante vicio

 
At 1:40 PM, Blogger Karl Macx said...

Bem, Ze Tomes,

Em primeiro lugar, magnífica argumentação.
Em segundo lugar, não é que não concorde com muitas das ideias que expões, mas eu sou um ideologista por natureza.
Para mim, não ter fé que a Justiça é perfeitamente capaz de separar as águas é não ter fé no conceito de democracia moderna.
E, se não tiver fé no regime democrático e no Estado de direito, então vou ter fé em quê?
Esse, para mim é o dilema.
De qualquer forma, e esta é a minha opinião expressa, no fundo a montanha vai parir um rato até porque legalmente, e dentro dos meus (poucos) conhecimentos de Direito e da minha (alguma) experiência com processos por difamação, isto não vai dar em nada porque Sócrates não vai conseguir esgrimir argumentos legais para provar intenção e má-fé no trabalho do António.

E, como já tinha afirmado, daqui a dois anos ninguém se vai lembrar disso, por troca de 2 esferográficas e um porta-chaves...

 
At 7:38 PM, Blogger ah e tal said...

Acho que a socretina está-se a tornar uma tirana de primeira categoria......A infanta nao lhe ensinou "boas maneiras"....oops correcção: o infante, como amigo claro, devia-lhe ter dado conselhos e algumas aulas de história e começava a lição com umas palmadas oops... começava a lição assim: o 25 de abril...etc etc...

beijooo sister of my heart!!!

 
At 7:51 PM, Blogger Zé Tomes said...

Vivas a todos

Obrigado Macx.

Eu penso que o equilíbrio crença e cepticismo deva estar em prol da "qualidade" (ética, equidade, Humanismo, ambientalismo, etc.)da sociedade em questão.

Infelizmente deixei de crer, ou pelo menos agora requeiro factos a priori(porque sempre fui um idealista com bastantes cicatrizes causadas pelo "naivismo") no que toque ao sistema actual português. De dia para dia (e por muitas experiências pessoais) constato empiricamente que a cultura nacional está impregnada de "vícios" nada salutares, tal como a discrepância entre classes se vincula em abismo cada vez mais cerrado, dados comprovativos reflexos da "higiene" do Governo...

...E como digo, isto é um vício cá aportar!

Alien para 1º Ministro!

Abraço a todos

Beijo Alienígena

 
At 3:28 PM, Blogger Nunovsky said...

Provavelmente esta palavra aparece referenciada nestes 80 e tal comentários, mas... isto é fascismo. Claro que sou suspeito, mas vejo muito de Salazar aqui no sr. Socras.

 
At 6:18 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Nunovsky, não és o único! ah e obrigada pelo MILKA, é delicioso ;)
beijinhos

 
At 1:56 AM, Blogger Cruzeiro said...

Não é necessario qualquer comentário ao texto miuda alien, resta-me assinar por baixo e se for acusada de algo, limito-me a dizer que os barcos não escrevem...;-)

 
At 4:32 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Cruzeirinha LOL LOL essa está muito boa! E eu vou a tribunal comprovar a tua afirmação ;)
beijinhos

 

Post a Comment

<< Home