Wednesday, January 14, 2009

Image Hosted by ImageShack.us
-
Qual Júlio Machado Vaz
-
Em Portugal ainda não se consegue falar sobre sexo sem adormecer os telespectadores, despertos preferem o acto do que continuar a ouvir as teorias do costume. É óbvio que num concurso, o acto em si ganha sempre por uma esmagadora vantagem à teoria, contudo, temos de admitir - até os que se acham o máximo na cama - que não sabemos tudo sobre sexo e, por vezes, até nos encontramos perante situações novas que nos deixam a pensar duas vezes.
-
Fiquei fã da senhora que se segue desde o dia em que o meu indicador acidentalmente esbarrou com o seu programa. Assisti do princípio ao fim sem bocejar. Incrível. Não estava habituada. Ali não há tempo - nem é essa a intenção - para elaborar teorias. "Talk sex" diz tudo, toca a falar sobre sexo, puro e duro. Nada de camuflar as questões, de colorir as perguntas, de encobrir as respostas. Tudo vale, por mais bizarra que seja a questão, a apresentadora tenta sempre responder da forma mais directa possível de modo a ajudar o "cliente.
Image Hosted by ImageShack.us
-
O que se passa por cá a maior parte das vezes, quando temos programas que abordam temas relacionados com o sexo é que as explicações tendem a ser por demais aborrecidas, longas, verdadeiramente chatas. Se um telespectador liga com uma questão, esta é tratada como se fosse algo fatal, quando deveria ser lidada de uma forma mais simples. Complicam quando deveriam simplificar.
-
Não sei quantos de vocês já assistiram ao "Talksexwithsue"? O formato é simples de explicar. Um número de telefone, espectadores com questões para colocar e, do outro lado a Sue pronta para lhes tirar as dúvidas. Quando consegue.
-
Eu de pudica não tenho nada acreditem, mas já levei em cima com um ou outro telefonema que me deixou três segundos com o meu neurónio instável congelado. Ele perguntou o quê? Ela fez o quê com quem? No "Talksexwithsue" não se perde tempo a culpar a mãe ou pai por este ou aquele comportamento sexual. Ali, sexo é simplesmente sexo. E é assim que a Sue lida com os seus "clientes".
-
Se tens menos de 18 anos é aqui que vais parar de ler. ok?
-
Um exemplo da frontalidade desta senhora e que retirou de mim um gigantesca gargalhada.
Uma rapariga ligou para o programa e perguntou à Sue o que poderia fazer quanto ao facto de cada vez que tem sexo anal com o marido sofrer de dores horríveis. A Sue perguntou-lhe se as tem sempre. Ela respondeu que sim e o que poderia fazer para as deixar de ter. A Sue respondeu: Darling, basta dizer NÃO! E deixas de ter dores. Após, lá lhe disse, que uma relação sexual implica prazer e se uma das partes não o obtém, algo está errado. Agora, a expressão com que ela disse: Darling, just say NO! Foi hilariante.
-
Como tem sempre muitas chamadas por programa as respostas têm de ser rápidas e directas, nada de andar à volta do assunto com falinhas mansas como nós por cá gostamos de o fazer. Eu já ouvi de tudo, desde um homem desesperado porque a namorada não se sentia bem quando lhe fazia sexo oral - sentia-se fisicamente mal disposta - porque o pénis dele era grande demais e, com toda a naturalidade a Sue explicou-lhe a melhor maneira de ele ensinar a namorada a forma como o fazer sem esta se sentir mal disposta ao ponto de vomitar. Isto em minutos.
-
Um caso interessante. Um rapaz ligou, ele media 1,90 e a namorada 1,57, não o posso precisar mas tinham uma grande diferença de altura e, ele andava angustiado porque não arranjavam posições para fazer amor. Queria variar e não sabia como devido ao dito cujo problema. A Sue começou a pensar e em segundos deu-lhe logo ali 5 ideias de posições que iriam funcionar na perfeição para eles. Depois disse-lhe para ir até ao site do programa aonde iria encontrar um livro que seria útil . Ela em segundos, tendo em conta a diferença de altura deles, lembrou-se logo ali de 5 posições que poderiam resultar. Foi engraçado. É preciso uma ginástica mental, e não só!
-
Esta que se segue não passaria em canal nenhum português e gostaria de saber o que o Júlio Machado Vaz ou a Marta Crawford diriam, provavelmente, que o rapaz era um tarado ou doente, mas para a Sue aquilo era um fetiche. Ligou uma rapariga com uma questão que até eu me arrepiei e, muitos homens também se devem ter arrepiado. Outros vão-se arrepiar ao ler isto. Ela disse à Sue que o seu namorado queria que ela lhe espetasse agulhas no pénis. A rapariga não o tinha feito com medo de o magoar e porque queria saber se aquilo era normal. A Sue disse-lhe que as agulhas eram uma fantasia dele e, que ela não o iria magoar porque ele a iria guiar durante o processo, dizendo como o fazer. Disse-lhe também que o pénis era dele, o corpo era dele e que se ela fizesse algo que o magoasse ele diria de imediato, tipo com um grito. Claro que é estranho, mas há fantasias bem mais estranhas, estão é apenas escondidas da maioria. Disse-lhe para não se preocupar, era uma fantasia que até poderia não passar da primeira vez.
-
Eu estaria aqui horas a dar exemplos de telefonemas, mas corria o risco de este texto nunca mais acabar, assim, para finalizar quero dar um último exemplo que mais uma vez arrancou uma gargalhada cá de dentro. Não pela resposta da Sue, mas pelo embaraço da rapariga que a dado momento também desatou a rir.
-
Ela começou por dizer que tinha uma questão muito complicada para a Sue, que de imediato ripostou : "Bring it on!" Então explicou que estava na cama com o marido e este estava-lhe a fazer sexo oral e que a dado momento sentiu que se estava a vir mas, de repente sentiu que o orgasmo tinha como que parado, quando deu por ela sentiu algo mais forte, cada vez mais forte quase doloroso e sem dar por ela urinou na cara do marido.
Ela disse à Sue que nem queria acreditar e esta respondeu. Darling, o que aconteceu foi que tu atingiste o teu ponto G, o liquido não era urina. E perguntou-lhe se cheirava a urina e a rapariga respondeu que não. E a cor, perguntou Sue, era da cor da urina? E a rapariga disse que não, que não parecia. Então a Sue disse, parabéns querida, tiveste um orgasmo do teu ponto G. Diz ao teu marido que lhe envio os meus parabéns, não o deixes fugir.
-
E a rapariga desatou a rir e disse à Sue, mas eu fiquei a sentir-me tão mal. Ele estava todo encharcado. E a Sue responde, mas fez um excelente trabalho querida.
-
Não há tabus neste programa e duvido que a produção censure alguma questão. Pelo menos é essa a ideia com que fico depois de tudo o que já ouvi e acreditem, os exemplos que aqui coloquei não são nada do outro mundo. Como já o mencionei, ouvi perguntas que me deixaram a duvidar da minha audição.
-
Não sou apologista de andarmos a imitar tudo o que se faz lá por fora, acho que já temos disso por cá, e não é pouca coisa. Mas, num país tão inculto no que diz respeito ao sexo, com tantos tabus, um programa deste género seria serviço público. Pensando bem, talvez seja eu a ir longe demais.
-
Bem terrestres, vou terminar como a Sue o faz:
"Safe sex or no sex at all"
-
Mas isto sou só eu

36 Comments:

At 4:57 PM, Blogger Nomyia said...

Apesar de me fazer confusão ver aquilo velhinha enrugada fazer algumas demonstrações, ainda que algures de fala de sexo à séria. Pronto, há umas perguntas bem parvas lá pelo meio. Mas a ideia é mesmo essa: informar! Antes tirar uma dúvida do que sofrer determinadas consequências: gravidez indesejada, sofrer acidentes durante o acto sexual (que acontecem!), apanhar doenças, etc, etc. Eu sou fã admito. Só acho é que a senhora devia mudar as camisas que veste no programa. Não digo ter as mamas de fora como a ficaria a uma Marta Crawford, mas aquilo é de muito mau gosto.
Está dito!
*****

 
At 7:20 PM, Anonymous Milu said...

Nunca vi esse programa até porque ando numa fase em que não me apetece ver televisão! Passam-se dias seguidos e nenhuma das televisões cá de casa são ligadas! O certo é que gostei de ler o seu post, na minha opinião soube muito bem abordar o tema.Costumo ler tudo o que se me depara neste âmbito, desde criança, quando trazia da biblioteca livros sobre a sexualidade! Naquele tempo tinham como autores apenas médicos! Costumava esconder os livros, se a minha mãe soubesse que os lia matava-me. Era demais para a educação espartana que nos queriam dar!

 
At 7:54 PM, Blogger Aragana said...

Nunca vi... em que canal é isso???

Tenho MEO (já falaste do MEO???) e a menina pode gravar... topas?

 
At 8:56 PM, Blogger Leandro de Sousa Bastos said...

Hmm, por acaso já vi o programa algumas vezes, vi como quem diz, passei e por acaso apanhei a dar... Mas é verdade, a "velhota" está ali com a maior das naturalidades a falar de sexo, seja este normal ao mais bizarro! É um programa hilariante, e consegue-se obter uma de duas coisas, ou das umas gargalhadas valentes, ou entao fica-se espantado como disseste, "Ele/Ela fizeram aquilo?"

Depois de vários exemplos estranhos que o programa me mostrou, já não consigo olhar para Maria com os mesmos olhos, as questões da Maria à beira dessas são histórias para "crianças"...

Cheguei a duas conclusões depois de ler este teu post, algo que também ja tinha chegado depois de ver o programa! Sou um "santo" na minha sexualidade e tenho de mudar urgentemente de leitura de casa de banho! Com a Maria já não me rio enquanto obro!

 
At 9:51 PM, Blogger TIGERJUMP said...

Entao, de repente, o consultório sentimental da revista Maria, fica obsoleto ?
Como ficam as instituições que guiaram este pais, qual timoneiro no tempo das descobertas?
Como vamos ficar, nós, os fieis seguidores de tao frutuoso cantinho de bizzaria que perfumava o universo "revistal"?
Não e correcto expor assim a verdade ao publico, principalmente porque o publico nao está preparado.
Pensem nas criancinhas...

 
At 10:31 PM, Blogger Marucuntuzy said...

É pá realmente já vi esse programa algumas vezes e tenho de concordar k é das melhores coisas k há para informar.
Em Portugal criaram akele belo programita na TVI (k só consegui ver uma ou outra vez pk akilo dava as ke? 3 da manha?!?)k a senhora falava, falava, falava, e depois iam para intervalo, e dps entrevistavam alguém quando, na verdade, não tiravam as dúvidas a ninguem.
Tenho a dizer que às vezes parece um pouco estranho ser aquela senhora de já tao tenra idade a fazer um programa daqueles mas, lá está, com a idade vem a experiencia xD
Gosto de ver sim e já fizeram lá com cada pergunta que, mesmo que não tenha nada a ver com a nossa situação, nos informa para um futuro próximo.
Grande post sim senhora, aconselho todos a verem a Sue =D
Kiss**

 
At 11:35 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Nomyia

Ok, estamos de acordo em duas coisas, somos fãs do estilo da senhora e não somos fãs das suas camisas.
Agora a sério, é como tu dizes, ela informa, tira dúvidas, vai ao fundo das questões sem rodeios. E as pessoas que ligam com perguntas mais parvas ou digamos mais "incultas" no futuro não vão ficar em maus lençóis e isto para mim é serviço público. E dou crédito à senhora por responder com a mesma seriedade tanto às perguntas mais básicas quanto às mais complicadas, digamos assim.

LOL @ mamas da M&Sue

*****


Milu

Antes de mais trate-me por tu para eu te começar a partir deste MOMENTO a tratar por tu, ok? :)

"Costumava esconder os livros, se a minha mãe soubesse que os lia matava-me. Era demais para a educação espartana que nos queriam dar!"

Sim, eram outros tempos mas essa curiosidade fez de ti uma pessoa diferente. Informada. E no que toca ao sexo, o maior dos erros é a desinformação. É esta que leva miúdas de 14 anos a ficarem grávidas ou a contraírem doenças sexualmente transmissíveis. A tua curiosidade provavelmente afastou-te de caminhos menos aconselháveis.
Saudações alienígenas & kiss



Aragana

Dá na SIC Mulher aos domingos se não me engano, mas repetem durante a semana.

Ó rapariga, se pagares sai já um "post" sobre o MEO ;)

Kisses



Leandro

"consegue-se obter uma de duas coisas, ou das umas gargalhadas valentes, ou entao fica-se espantado como disseste, "Ele/Ela fizeram aquilo?"

É isso mesmo. Consegues ter informação e diversão tudo num mesmo programa dedicado ao sexo.

"as questões da Maria à beira dessas são histórias para "crianças"..."

Looool

Compreendo-te. E acrescento, as questões da Maria - a maior parte -são inventadas e aparvalhadas, enquanto que as questões que colocam à Sue, muitas delas deixam-nos de boca aberta. E percebemos que são reais, que aquele tipo quer mesmo, MESMO, saber como fazer aquilo...

"Sou um "santo" na minha sexualidade e tenho de mudar urgentemente de leitura de casa de banho! Com a Maria já não me rio enquanto obro!" LOL

Estás a brincar, mas, como mencionei no texto, de pudica não tenho nada Leandro e olha que já fiquei a pensar mais do que uma vez em determinadas questões que foram colocadas. Quando digo a pensar, refiro-me do tipo: Epá! Mas eu sou uma menina de coro afinal?!?!?! lol
Beijinhos L.



TIGERJUMP

Amor, tu agora só comentas se eu escrever sobre sexo? É uma regra nova? Não tínhamos conversado sobre isto! lol

"Entao, de repente, o consultório sentimental da revista Maria, fica obsoleto ?"

Rui, lindo, este dia acabaria por chegar. E mais, eu já te tinha avisado que iria deixar de comprar a revista Maria. A partir de agora se quiseres desfrutar da leitura da tua revista de eleição na casa-de-banho vais ter de a comprar, não contes comigo!. ;)

"Pensem nas criancinhas"

Eu estou a pensar!! Nos nossos futurosssssssssss filhos
loooooooooooooool

Beijoooooooooooooooooo lindo




Marucuntuzy

" falava, falava, falava, e depois iam para intervalo, e dps entrevistavam alguém quando, na verdade, não tiravam as dúvidas a ninguem."

M.
É esse o nosso problema quando criamos programas que abordam a sexualidade. Não são informativos, quando pensam que o estão a ser, porque as pessoas ficam fartas do blá blá bla e acabam por não acompanhar o programa.

"Tenho a dizer que às vezes parece um pouco estranho ser aquela senhora de já tao tenra idade a fazer um programa daqueles mas, lá está, com a idade vem a experiencia xD"

Sabes das primeiras vezes que vi, também estranhei um pouco, mas actualmente já não me faz confusão e isso acho que se deve à naturalidade com que ela aborda as questões, a naturalidade com que ela aborda o sexo.

"já fizeram lá com cada pergunta que, mesmo que não tenha nada a ver com a nossa situação, nos informa para um futuro próximo."

Sim, já ouvi perguntas que me deixaram de boca aberta, mas também já colocaram questões à Sue que sem dúvida nos podem ajudar num futuro ou até mesmo no presente.
Kiss**

 
At 12:52 AM, Blogger reggynet said...

LOL
Riu-me imenso com a Sue e agora ri-me imenso com o teu texto Aline!!
LOLOL
Bjocas

 
At 4:12 AM, Blogger Alien David Sousa said...

REG

Não é só o verde que temos em comum minha querida amiga ;) Já para não falar do nosso passado naquela casa de horrores que começava por um "A" lol
Fico feliz por te continuar a proporcionar bons momentos, espero que seja sempre assim hehe
Beijinhos R.
p.s A propósito de sexo, no outro dia estava a pensar se o "A" ainda andaria a saltar para cima da "A", ela agora já deve ser uma múmia, certo? :))

 
At 4:25 AM, Blogger Fabulosa said...

eh lá! ;)
*não, não tenho nada inteligente para dizer, só mesmo isto*

 
At 5:57 AM, Blogger Leandro de Sousa Bastos said...

Já viste o que foste arranjar com o programa? De repente desceste no ranking quanto àquilo que tu consideras impúdico :D não é que não seja algo bom, mas pronto... estamos sempre aprender, nem que seja ouvir/ver coisas más!

 
At 5:58 AM, Blogger korrosiva said...

Já vi algumas vezes o programa da Sue, e é de se lhe tirar o chapéu! (nada mais que o chapéu que a sra também já não tem 20 anos ok?)

Todos fazemos sexo (ou quase) e lidar com esse assunto como se fosse um bicho de sete cabeças é um perfeito disparate!



O bicho só tem UMA cabeça ;p
ehehhehe

beijinhossssss




P.S. este post escapou-me nao sei como :{

 
At 6:24 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Fabulosa

LoooooooooooooooL

É mesmo só isto que tenho para te responder.
Beijinhos



Leandro

Acabei agora mesmo de ler dois textos teus, ainda estou em "leandro mode" assim sendo não sei bem o que dizer quanto ao ranking a não ser: temos pena! :D
Beijinhos



Korrosiva

"(nada mais que o chapéu que a sra também já não tem 20 anos ok?)"

loooooooooooooooL

Sim, acho que aí a coisa ficava feia. Deixemos a senhora trabalhar, fazer o que sabe, responder com aquela naturalidade às questões que lhe são colocadas.

"lidar com esse assunto como se fosse um bicho de sete cabeças é um perfeito disparate!"

100& de acordo. Era isso que gostava de ver por cá. Informar com a naturalidade, frontalidade que ela o faz.

"O bicho só tem UMA cabeça ;p"

LooooooooooooooooooooooL

Bem K! Tu hoje estás fresca, ai estás, estás! :D

Beijinhos
p.s este post deve-se ter escondido, é muito envergonhado

 
At 6:55 AM, Blogger Leandro de Sousa Bastos said...

Eu reparei... :)

E que dois grandes comentários :O
Fiquei bem elucidado quanto à temática alienigena, e fiquei a perceber que levas o teu trabalho a serio, é bem... Sinceramente tinhamos ali paleio para não sei quantas horas lol ate porque eu tambem gosto muito do tema paranormal!

 
At 9:46 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Leandro

Gosto de brincar com o tema, porque por vezes leio cada disparate sobre o assunto que só posso rir, mas há o outro lado, também gosto de falar a sério quando encontro pessoas que sabem falar a sério, quando gostam de ter conversas construtivas e não destrutivas. Não sei se entendes?
E sim, são assuntos que dão para horas. =)
Bejinhos

 
At 12:02 AM, Blogger reggynet said...

Um dia destes falamos nesse assunto... Há novidades, muitas novidades... lolol
Novidades classe A!!
Bjocas

 
At 5:32 AM, Blogger Alien David Sousa said...

REG

Estás a falar a sério?? Estive eu meia hora dentro do carro à espera de lugar para estacionar e sem nada para fazer e tu apenas me disseste que tinhas ido ao dentista, para além do resultado do Sporting claro lol Tínhamos tempo para ter conversado, pelo menos eu não teria ficado meia hora tão aborrecida lol
Neste momento odeio-te, espero que tenhas consciência disso :P
1 beijinho apenas ;)
p.s bolas, estou mesmo curiosa lol

 
At 10:24 PM, Blogger hole in my vein said...

É uma boa iniciativa, sim senhor!

 
At 5:26 PM, Blogger Casemiro dos Plásticos said...

então não vejas não o programa "Sexualidades, Afectos e Máscaras", na Porto Canal, em directo todas as 6as feiras à 1 da manhã e em diferido, aos domingos à meia-noite :)

 
At 6:52 PM, Blogger escarlate.due said...

"não se perde tempo a culpar a mãe ou pai" ou seja lá quem for!
essa creio ser a questão mais importante quando se fala em sexo. não há culpados, não há vergonhas, não há tabus, não há certos e nem errados! depois... quanto mais informação tivermos, mais fácil e natural se torna tudo

 
At 8:36 PM, Blogger MariaTuché said...

Como tu bem sabes falar de sexo para mim é como falar de culinária, ADORO e digo mais, sou fã desta senhora, não vejo sempre mas acho fantástica a forma como ela fala de uma forma tão natural e real, porque é assim mesmo que temos que encarar o Sexo.

Beijocas

 
At 10:41 PM, Blogger Marucuntuzy said...

Obrigada por dizeres sempre as coisas certas ;)
Bjinhus*

 
At 11:14 PM, Blogger Alien David Sousa said...

hole in my vein

Ainda bem que pensas assim covinhas.
kisses


CASE

Agora fiquei curiosa.Vou ter mesmo de ver. Se recomendas..."PENSO" que vou ver ;)
kisses



Escarlate.due

"não há culpados, não há vergonhas, não há tabus, não há certos e nem errados!"

Pois, mas se reparares,por cá,há sempre umas explicações do outro mundo para uma fantasia sexual qualquer. O que é estúpido, nunca se fala de sexo como se deveria. Sexo é sexo.

"quanto mais informação tivermos, mais fácil e natural se torna tudo"

É por isso que gosto deste programa. Informa. Não apenas a pessoa que telefona com uma questão, mas também quem está a ver.
Saudações alienígenas =)



TUCHÉ

"Como tu bem sabes falar de sexo para mim é como falar de culinária"

LOL sim eu sei!

"a forma como ela fala de uma forma tão natural e real, porque é assim mesmo que temos que encarar o Sexo."

É por isso que sinto que aquele programa é serviço público e que nós necessitamos de algo parecido, apesar de por outro lado achar que não temos ninguém à altura para levar a bom porto tal missão. Pelos motivos que já mencionei, por cá temos a mania de elaborar teorias em vez de informar, de ser directos, de falar de sexo com frontalidade.

Beijinhos linda




Marucuntuz
Não me agradeças. Apenas comentei,fui sincera. Se estou certa ou errada não sei, apenas te disse o que achava. :)
Beijinhos
p.s ainda estás sentada lol ;)

 
At 11:32 PM, Blogger Grão Vizir said...

Um excelente programa para assistir com toda a família (na casa do Toy pelo menos a coisa era viável)! ehehehe

 
At 4:02 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Grão

Não digas mais. Viste o último CQC! hehe

 
At 5:11 AM, Blogger António Almeida said...

boa noite...

 
At 5:40 AM, Blogger Alien8 said...

Olá, maninha!

Tenho visto alguns episódios do programa da Sue, já achei fraquito, já achei melhor, de simplista a pragmático... o certo é que já me ri à grande, porque, como dizes, há telefonemas que ninguém conseguiria inventar! :)

É precisamente esse aspecto, o dos inúmeros problemas reamente estranhos que se colocam, que me faz perguntar se não haverá ali algum sensacionalismo para vender bem o programa e quem o produz.

Não tenho, no entanto, dúvidas em reconhecer que a Sue tem resposta pronta para quase tudo.

Esqueceu-se apenas, referindo-me a um dos teus exemplos, de explicar à senhora que o marido era um fanático da acupunctura, e queria juntar o útil ao agradável. :)

Beijinhos alienígenas!

 
At 3:29 PM, Blogger vsuzano said...

o que é preciso é que alguém esclareça, de forma simples... eu estou fartinho de ligar para lá.... hehehehe

 
At 10:52 PM, Blogger White_Fox said...

Já vi sim o programa da senhora. Muito bom! E se o pessoal pesquisar no youtube encontra muita coisa também.
Mas a senhora é genial. Fala com um enorme à vontade e a idade dela torna a coisa ainda mais animada.
Um programa desses em portugal é que era...
bjoca

 
At 12:26 AM, Blogger Alien David Sousa said...

António

Obrigada. lol



Alien8

Maninho, concordo contigo quando dizes que há telefonemas que ninguém conseguira inventar e é por isso mesmo que não acredito que nada ali seja produzido. Até porque não é necessário. Os telefonemas mesmo os mais" básicos", as perguntas mais simples, são sempre motivo ou de gargalhada ou motivo de ajuda para alguém que se possa ter a mesma dúvida.Acho que essa é a fórmula. Informar ser rodeios, sem tabus. E é esse o segredo do programa e o de não necessitar de "empurrões" para ter audidência.

"de explicar à senhora que o marido era um fanático da acupunctura, e queria juntar o útil ao agradável. :)"

LOL
Tu davas um excelente conselheiro!

Beijinhos alienígenas



VZ

LooooooooooooooooooooL

Continua a tentar, quem sabe se a tua sorte muda!
kisses



FOXY

"Um programa desses em portugal é que era..."

Já somos dois. Mas para isso era necessário que a pessoa à frente desse programa se preocupasse em INFORMAR os telespectadores em vez de divagar, em vez de elaborar teorias durante horas. :/
kisses foxy(mulder)

 
At 6:08 PM, Blogger Sophia said...

Em Portugal?!
Acho que não temos televisão para isso! Ou tinhas um programa não publicitado num horário de madrugada na 2: ou então na TVI com todo o "carnaval" associado e sem nenhum conteúdo útil!

;) Baci

 
At 10:43 PM, Blogger Alien David Sousa said...

Sophia

Tenho de concordar contigo, não temos televisão para isso, nem temos profissioniais para isso.Profissionais que em vez de nos tentarem impressionar com as suas credenciais e com as suas teorias sobre os mais variados assuntos, nos informassem. De teorias estamos nós fartos e o que o povo necessita é de informação. Do tipo de informação que um programa como o TALK SEX oferece. E o triste é saber que necessitamos mesmo de um programa deste género mas que não temos como o disponibilizar às pessoas.
Baci ;)

 
At 4:41 AM, Blogger Su said...

amigaaaaaaaa como é q não vi ainda esse programa.......
.......ok.....saindo em correria:))))))))))))))

jocas maradas..sempre

 
At 3:43 AM, Blogger ▒▓█► JOTA ENE ® said...

Já agora qual é o canal e a que dias e horas dá.

Eu sei que vou corar mas vou arriscar.

 
At 4:54 AM, Blogger Alien David Sousa said...

JOTA

Arrisca lol

Dá na SIC Mulher. Aos domingos à noite, mas repetem durante a semana às segundas e terças...e já chegaram a dar aos sábados. É sempre à noitinha ,claro está.
kisses

 
At 5:44 AM, Blogger Alien David Sousa said...

Dulcineia said...

Serviço público? Não acho nada q estejas a ir longe demais. Pelo contrário! Há anos que digo e repito que devia de haver uma disciplina sobre sexualidade - não confinado ao biológico, mas explicitamente sexual: desde fisionomia do prazer, técnicas para ambos os sexos, esclarecer questões, acabar com tábus e ideias pre -definidas. Afinal de contas, ensinar o prazer, desde cedo. Sem recriminações, moralismos, discriminações.
Fico sp triste com adolescentes gravidas e de ter sido "A maria" ao longo de anos, sob uma forma anónima, a esclarecer dúvidas.
Aínda hoje, propositadamente, ao lidar com jovens conhecidas/os, faço por abordar, sp de modo hilariante e natural, este tema. O resultado é quase sp o mesmo: ligam-me mais tarde, pra saber como vou e, às tantas da conversa, sentem-se à vontade para perguntar. Sem medos e sem culpas.
Na m/família, a m/sobrinha foi mãe aínda aos 16. factores diversos, a afastaram do m/convívio e da m/filha (as únicas pessoas com quem tinha á vontade pra colocar questões). Hoje, os pais lamentam e todo o futuro dela é diferente.
Agora, a questão nisto tudo: penso serem as religiões o maior entrave a uma iniciativa de sexualidade explícita em programa escolar. Até lá, vou divulgar ao máximo este programa.Obrigada pelo post!

7:04 PM

TENS A MINHA RESPOSTA NO POST DO ENGANO LOL UM ABAIXO DESTE

 

Post a Comment

<< Home